Copacabana Runners

Ácido úrico e gota
Sintomas, remédios contra ácido úrico, tratamentos e dieta

Raio-x de pessoa com gota - NIH

O que é gota

A gota é uma condição dolorosa que ocorre quando ácido úrico é depositado como cristais nas articulações e/ou tecidos moles. Nas articulações, os cristais de ácido úrico causam artrite inflamatória, a qual ocasiona inchaço intermitente, vermelhidão, calor, dor e rigidez. 

Em muitas pessoas, a gota afeta inicialmente as articulações do dedão do pé. Porém, muitas outras articulações e áreas ao redor delas podem também ser afetadas. Essas áreas incluem tornozelo, calcanhar, peito do pé, dedos, pulso e ombro. Depósitos de ácido úrico podem aparecer como massa abaixo da pele em volta das articulações, e da que recobre a orla da orelha. Cristais de ácido úrico também podem se acumular nos rins e causar cálculo renal.

O que é ácido úrico

Ácido úrico é uma substância que resulta da quebra das purinas. Uma parte normal de todo o tecido humano, purinas são encontradas em muitos alimentos. Normalmente o ácido úrico é dissolvido no sangue e passa através dos rins para a urina, onde é eliminado. Se houver elevação na produção de ácido úrico, ou se os rins não o eliminarem suficientemente, seus níveis subirão no sangue em uma condição chamada hiperuricemia. A hiperuricemia também pode acontecer quando a pessoa come muitos alimentos ricos em purinas, como fígado e anchova. Hiperuricemia em si não é uma doença, porém se cristais de excesso de ácido úrico de formarem, a gota pode se desenvolver. Os cristais de ácido úrico podem se acumular nas articulações causando inflamação.

Sintomas dos quatro estágios da gota

Gota é responsável por aproximadamente 5% de todos os casos de artrite e pode progredir em quatro estágios:

1. Hiperuricemia Assintomática. Nesse estágio a pessoa tem níveis elevados de ácido úrico no sangue (hiperuricemia), mas nenhum outro sintoma. Geralmente não é preciso tratamento.

2 . Gota aguda. Nesse estágio a hiperuricemia causou o depósito de cristais de ácido úrico nos espaços das articulações. Isso ocasiona súbito ataque de dor intensa e inchaço nas articulações, as quais podem ficar quentes e bem sensíveis. Um ataque agudo geralmente ocorre de noite e pode ser engatilhado por eventos estressantes, álcool, drogas ou presença de outra doença. Os ataques de gota aguda geralmente somem depois de 3 a 10 dias, mesmo sem tratamento, e o próximo ataque pode não acontecer por meses ou até anos. Porém, como o tempo, os ataques de gota aguda podem durar mais e ocorrer mais freqüentemente.

3. Gota intercrítica. Esse é o período entre os ataques agudos. Nesse estágio a pessoa não apresenta sintomas. 

4. Gota tofácea crônica. Esse é o estágio mais incapacitante da gota. Ele geralmente se desenvolve durante um longo período, como 10 anos. Nesse estágio, a doença pode causar dano permanente às articulações afetadas e algumas vezes aos rins. Como tratamento apropriado, a maioria das pessoas com gota não progride até esse estágio.

Causas da gota

Existem vários fatores de riscos associados às causas de elevação do ácido úrico e gota. Esses fatores incluem:
* Genética. Em torno de 20% das pessoas com gota tem histórico familiar da doença.
* Sexo e idade. A gota é mais comum em homens e adultos.
* Peso. Estar acima do peso eleva o risco de desenvolver hiperuricemia e gota porque há mais tecido disponível para renovar e quebrar, o que pode ocasionar produção excessiva de ácido úrico.
* Consumo de álcool. Beber muito álcool pode ocasionar elevação do ácido úrico porque ele interfere com a sua remoção do corpo.
* Dieta. Comer muitos alimentos ricos em purinas pode causar ou agravar a gota em algumas pessoas.
* Exposição ao chumbo. Em alguns casos, exposição ao chumbo no ambiente pode causar gota.

Além dos fatores citados, outros problemas de saúde também podem estar entre as causas para gota. Insuficiência renal é uma causa comum de gota em idosos. Outros problemas de saúde que contribuem para elevação de ácido úrico no sangue incluem:
* Pressão alta.
* Hipotiroidismo.
* Psoríase.
* Anemia hemolítica.
* Alguns tipos de câncer.
* Síndromes de Kelley-Seegmiller e de Lesch-Nyhan, duas condições raras na quais a enzima que ajuda a controlar os níveis de ácido úrico está ausente ou em quantidade insuficiente.

Alguns remédios e podem contribuir para o risco de elevação dos níveis de ácido úrico e gota, como:
* Diuréticos, como furosemida (Lasix ®).
* Remédios contendo salicilato, como aspirina.
* Niacina, uma vitamina também conhecida como vitamina B3 ou ácido nicotínico.
* Ciclosperina.
* Levodopa.

Diagnóstico da gota

O diagnóstico da gota pode ser difícil, uma vez que os sintomas podem ser vagos e ela muitas vezes se assemelha a outras condições. Embora a maioria das pessoas com gota tenha hiperuricemia em algum tempo durante o curso da doença, ela pode não estar presente durante um ataque agudo. Adicionalmente, ter níveis elevados de ácido úrico não significa que a pessoa terá gota. Na realidade, a maioria das pessoas com níveis altos de ácido úrico não desenvolve gota.

Para confirmar o diagnóstico de gota o médico pode inserir uma agulha na articulação inflamada e pegar uma amostra do fluido sinovial, a substância que lubrifica as articulações. Esse fluido é examinado no microscópio para procurar por cristais de ácido úrico. Porém, a ausência desses cristais de ácido úrico não elimina completamente a possibilidade de gota.

O médico também pode procurar por cristais de ácido úrico ao redor das articulações para diagnosticar a gota. Os ataques de gota assemelham-se a infecções na articulação. Desta forma, se o médico suspeitar de infecção na articulação ao invés de gota, ele pode fazer cultura do fluido sinovial para verificar se bactérias estão presentes.

Sintomas e sinais de gota

Os principais sinais e sintomas da gota são:
* Altos níveis de ácido úrico no sangue.
* Presença de cristais de ácido úrico no fluido sinovial.
* Mais de um ataque agudo de artrite.
* Artrite que desenvolve em um dia produzindo articulação inchada, vermelha e quente.
* Ataque de artrite em somente uma articulação, geralmente no dedão do pé, tornozelo ou joelho.

Tratamento para gota

Com o tratamento apropriado, a maioria das pessoas com gota é capaz de controlar seus sintomas. A gota pode ser tratada com uma terapia ou com combinação de terapias. O objetivo do tratamento é aliviar a dor associada a ataques agudos, prevenir futuros ataques, e prevenir a formação de gota tofácea e de pedras nos rins. O tratamento bem sucedido pode reduzir o desconforto causado pelos sintomas da gota, assim como diminuir os danos a longo prazo das articulações afetadas.

Os tratamentos mais comuns para ataques agudos de gota são antiinflamatórios não-esteróides tomados oralmente, ou corticosteróides orais ou injetados na articulação afetada. Quando antiinflamatórios não-esteróides e corticosteróides não controlam os sintomas, o médico pode considerar o uso de colchicina. Para alguns pacientes, o médico pode receitar antiinflamatórios não-esteróides ou colchicina em pequenas doses diárias para prevenir ataques futuros. O médico também pode considerar a prescrição de remédios para tratar os níveis elevados de ácido úrico.

O médico também pode recomendar limitar o consumo de álcool e uma dieta que evite ou limite os alimentos com muitas purinas. Ao paciente que está acima do peso pode ser recomendado que ele emagreça com dieta e exercícios físicos

Alimentos ricos em purinas

Pessoas com gota muitas vezes são recomendadas a eliminar o diminuir os alimentos com purina na sua dieta. Alguns alimentos ricos em purinas são:
* Anchova.
* Aspargo.
* Bife de rins.
* Feijões e ervilhas secas.
* Carne de caça.
* Fígado.
* Arenque.
* Cavalinha.
* Cogumelos.
* Sardinha.

O que as pessoas com gota devem fazer para se manter saudáveis

As pessoas com gota podem diminuir a severidade dos ataques e reduzir o risco de ataques futuros tomando as medicações como o médico prescreveu. Outras coisas que podem ser feitas são:
* Beber bastante fluidos não-alcoólicos, especialmente água, pois isso ajuda a eliminar o ácido úrico.
* Praticar exercícios físicos regularmente e manter um peso saudável.
* Seguir uma dieta que evite alimentos ricos em purinas.

Saiba mais:
Hiperuricemia e gota - O que é, tratamento
Gota - O que é essa doença, tratamento, causas, diagnóstico
Ácido Úrico / Gota Úrica - Sintomas, Dieta e Nutrição
O que é artrose ou osteoartrite
Diagnóstico da Artrose ou Osteoartrite
Osteoartrite - impacto da perda de peso
Artrite e exercícios físicos
Artrite Psoriática - O que é, sintomas, causas
Artrite Reumatóide - Tratamento
Artrite Reumatóide
Estenose espinhal e artrose na coluna vertebral
Tratamento da Artrose ou Osteoartrite



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2008, Hélio Augusto Ferreira Fontes
Texto: National Institute of Arthritis and Musculoskeletal and Skin Diseases (NIAMS)