Copacabana Runners

Anorexia e bulimia - Perguntas e respostas

Anorexia - womensheath.gov

Atualmente muito se tem ouvido falar em transtornos alimentares, especialmente a Anorexia e a Bulimia Nervosa, que tornaram-se pauta na mídia devido à morte de jovens do mundo da moda que os vivenciavam e pela história de vida da personagem Gisele, da novela "Páginas da Vida". Dr. Elson Mota, médico psiquiatra e psicoterapeuta, ajuda a esclarecer algumas pertinentes questões sobre estes distúrbios do comportamento alimentar, relacionados à percepção da auto-imagem.

1) O que leva uma pessoa a tornar-se bulímica ou anoréxica?
As vezes pode ser difícil identificar com precisão o que leva uma pessoa a tornar-se bulímica ou anoréxica. Não só nesse caso, mas na grande maioria dos transtornos comportamentais, vamos encontrar essa dificuldade. O que sabemos, é que normalmente encontraremos a presença de três elementos básicos: Os fatores predisponentes (que vão identificar a possibilidade de desencadear esse ou aquele transtorno, normalmente ligados a predisposição genética), os fatores desencadeantes ( identificados na presença de um trauma ou um evento marcante que claramente definiu o início da doença) e os fatores psicológicos (no caso da bulimia e anorexia, normalmente ligados à preocupações exageradas em relação a forma física, incrementados pelas exigências da mídia que cultua formas magras e a uma baixa auto-estima desses indivíduos).

2) Toda pessoa que tem bulimia ou anorexia é magra?
No caso da anorexia sim, já que essa tem seus critérios diagnósticos baseados em alguns fatores que incluem a perda ponderal importante como exigência para se firmar o mesmo. Em relação à bulimia nem sempre isso ocorre. Nesse caso, o que temos é um processo compulsivo de tentar expurgar (através de vômitos provocados, uso de laxantes ou exercícios exagerados) um possível excesso alimentar.
No entanto, nem sempre tal fato é acompanhado de uma perda ponderal importante, mas sempre estará ligado à vontade de perder peso ou de não aumentar o peso existente. Concluindo: Até mesmo alguém que esteja acima do peso mas que, por várias vezes por semana, provoca vômitos no intuito de se livrar da alimentação ingerida, é considerada bulímica.

3) A bulimia pode levar a um quadro de anorexia?
De fato uma pessoa bulímica pode tornar-se anoréxica. Quando um bulímico passa a ter uma progressiva preocupação com a imagem corporal, pode desenvolver dietas restritivas radicais e, consequentemente, alterações físicas que vão caracterizá-lo como anoréxico.

4) Existe anorexia com bulimia?
Sim, pode existir. Encontramos quadros clássicos de anorexia, com baixíssima ingestão alimentar, e que, apesar disso, realizam atos expurgatórios toda vez que entendem que "passaram" do limite desejável.

5) Porque as pessoas demoram tanto tempo para procurar tratamento?
Por vários fatores: Desinformação, vergonha, preconceito; mas principalmente por não se sentirem realmente doentes. Muitos consideram seus atos expurgatórios, vômitos provocados etc., como um método válido de manutenção de seu peso, nos casos dos bulímicos. Na anorexia encontramos por parte destes, a crença de que ainda estão acima do peso desejável, e por isso acabam rejeitando qualquer forma de tratamento que os façam ganhar mais algum peso.

6) É possível identificar uma tendência à anorexia antes que ela esteja instalada?
Costuma-se dizer que nada começa de repente. Normalmente podemos identificar uma preocupação exagerada com a forma física, estando esta como principal objeto de suas vidas e de seus anseios. É também comum observarmos, antes do quadro instalado, uma sucessão de dietas e práticas descontroladas na tentativa de se perder peso. Além disso, podemos notar um culto a artistas, famosos e até mesmo amigos que possuam formas esquálidas.

7) Um jovem que tenha uma vida saudável pode em um determinado momento desenvolver uma bulimia ou anorexia?
Sim. Algumas dietas exageradas, o desejo de se tornar cada vez mais magro, o medo da rejeição social, podem aos poucos ir desenvolvendo nestes um desejo de emagrecimento, que pode num determinado ponto sair do controle e desenvolver um transtorno alimentar. Existem casos de atores que desenvolveram o transtorno após atuarem em papéis em que lhes foram exigidos uma perda ponderal importante em um curto espaço de tempo.

8) Existem exames que possam ajudar a detectar se realmente estamos diante de uma anorexia ou de uma bulimia?
Mais uma vez vale o velho ditado médico que diz : A clínica é soberana. O aspecto comportamental e a avaliação física e nutricional são de fundamental importância. No entanto, alguns exames são de grande relevância, incluindo hemograma, dosagem hormonal, além de outros que podem identificar um déficit nutricional ocasionado pela abstinência alimentar. Outro exame que pode ser importante é a cintilografia de perfusão cerebral, que analisa áreas do cérebro que podem estar afetadas, dando um perfil do seu comprometimento, bem como da existência de alterações paralelas.

9) Podemos dizer que todo indivíduo que está bem abaixo do peso ideal é anoréxico?
De forma alguma. Temos que entender que a anorexia compreende uma alteração comportamental em que estará presente um desejo consciente de realizar uma restrição alimentar radical, baseada na distorção da imagem corporal, ou seja: Por mais que a pessoa esteja magra, ela não se vê como tal. Além disso, é de fundamental importância que se estabeleça uma avaliação que exclua outras doenças.

10) Que tipo de doenças seriam?
Principalmente as doenças consuptivas como neoplasias, tuberculoses, AIDS, tumores cerebrais etc.; além de diabetes e outras patologias endocrinológicas.



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Artigos relacionados:
Tratamento da bulimia e anorexia - Perguntas e respostas
Compulsão alimentar na bulimia nervosa
Tratamento da bulimia e anorexia - Perguntas e respostas
Anorexia Nervosa - Definição, causas, tratamento
Auto-imagem e desordens alimentares
Bulimia nervosa
Índice de Massa Corporal - IMC - Peso Saudável e ideal
Doença de Paget dos ossos
Ossos precisam de alimentação, Sol e impacto
Osteoporose - O que é, prevenção, sintomas
Comedores compulsivos
Tríade da Mulher Atleta
Dicas para mulher com amenorréia
Laxantes - O que é laxante, casos indicados, tipos
Sibutramina - Remédio para emagrecer
Obesidade - Do preconceito aos porquês e causas
Lipostabil não possui registro no Brasil
Neurotransmissores serotonina, dopamina, noradrenalina e bem-estar
Obesidade - Resultados Concretos - Serotonina
Remédios e medicamentos para emagrecer
Moderadores de apetite ou Anorexígenos e Anfetaminas
Emagrecer rápido não é saudável
Dicas simples para ajudar a emagrecer
Plano para emagrecer
Saiba porque é preciso manter o peso dentro da normalidade - Coma para viver e não viva para comer
Como Manter o Emagrecimento
Como Perder Peso
Alimentação para emagrecer com saúde
Como emagrecer com saúde - Remédio, ervas, alimentação
Femproporex - Remédio para emagrecer
Sibutramina - Efeitos colaterais, bula e dosagem
Mazindol - Remédio para emagrecer
Efeito Sanfona ou io-io nas dietas para emagrecer
Inibidores de apetite - Perigosa influência sobre o comportamento
Tabela de peso ideal pelo IMC
Barbitúricos
Anfetaminas
Magrins emagrecedor em cápsulas tem propaganda proibida
Hydroxycut - Alerta sobre efeitos colaterais
Victoza (liraglutida) - Efeitos colaterais
Tiratricol - TRIAC
Ortorexia nervosa
Compulsão alimentar
Transtornos alimentares
Alimentação das modelos
Transtorno Dismórfico Corporal - Anorexia, Drunkorexia, Bulimia, Vigorexia
Anorexia Alcoólica ou Drunkorexia
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Texto de Elson Mota - Médico, Psiquiatra e Terapeuta
Home-page : www.medicinadocomportamento.com.br