Copacabana Runners

Artrite Reumatóide - O que é, sintomas, causas e diagnóstico

Artrite - NIH.gov

O que é artrite reumatóide e seus sintomas

A artrite reumatóide é uma doença inflamatória que causa dor, inchaço, rigidez e perda de função nas articulações. Artrite reumatóide tem várias características que a torna diferente de outros tipos de artrite. Por exemplo, artrite reumatóide geralmente ocorre em padrão simétrico, o que significa que se um joelho for afetado, o outro também será. Artrite reumatóide freqüentemente afeta articulações no punho e dedos. Ela também pode afetar outras partes do corpo além das articulações. Adicionalmente, pessoas com artrite reumatóide podem apresentar como sintomas fadiga, febres ocasionais e sensação geral de não se sentir bem.

Artrite reumatóide afeta as pessoas de forma diferente. Para alguns ela dura apenas alguns meses, ou um ano ou dois, e vai embora sem causar danos perceptíveis. Outras pessoas têm formas leves ou moderadas da doença, com períodos nos quais os sintomas pioram e outros nos quais se sentem melhor. Ainda há outros que tem a forma grave de artrite reumatóide a maior parte do tempo, e a doença dura por muitos anos ou por toda a vida ocasionado danos sérios às articulações.

Alguns sintomas e características da artrite reumatóide incluem:
* Articulações sensíveis, quentes e inchadas.
* Padrão simétrico das articulações afetadas.
* Inflamação das articulações geralmente afetando o punho e dedos das mãos.
* Inflamação das articulações algumas vezes afetando outros locais como pescoço, ombros, cotovelos, quadril, tornozelos e pés.
* Fadiga, febres ocasionais e sensação geral de não se sentir bem.
* Dor e rigidez que dura mais que 30 minutos pela manhã ou após longo descanso.
* Sintomas que duram por muitos anos.
* Variabilidade dos sintomas entre as pessoas.

Progresso da artrite reumatóide nas articulações

As articulações são os locais onde dois ossos se encontram. O final do osso é coberto por cartilagem, a qual permite movimento fácil de dois ossos. A articulação é coberta por uma cápsula que a protege e dá suporte. A cápsula da articulação é revestida por um tipo de tecido chamado sinovial, que produz o líquido sinovial, uma substância clara que lubrifica e nutre a cartilagem e ossos dentre da cápsula da articulação. 

Como muitas doenças reumáticas, a artrite reumatóide é autoimune, ou seja, o sistema imunológico da pessoa, que normalmente ajuda a proteger o corpo de doenças e infecções, ataca os tecidos da articulação por razões desconhecidas. O ataque do sistema imunológico causa inflamação, o que geralmente faz com o tecido sinovial engrosse e faça a articulação inchar e ficar sensível ao toque.

À medida que a artrite reumatóide progride, o tecido sinovial inflamado invade e destrói a cartilagem e osso dentro da articulação. Os músculos, ligamentos e tendões ao redor que dão suporte e estabilidade à articulação ficam fracos e incapazes de funcionar normalmente. Esses efeitos ocasionam dor e danos à articulação freqüentemente vistos na artrite reumatóide.

Progresso da artrite reumatóide em outras partes do corpo

Algumas pessoas com artrite reumatóide também têm sintomas em outros locais além das articulações. Muitas pessoas com artrite reumatóide desenvolvem anemia, ou diminuição na produção de células vermelhas. Outros efeitos que ocorrem menos freqüentemente incluem dor no pescoço, e secura nos olhos e boca. Muito raramente, pode ocorrer inflamação dos vasos sanguíneos, revestimento dos pulmões, e afetar o coração.

Causas da artrite reumatóide

Os cientistas ainda não sabem exatamente o que faz o sistema imunológico voltar-se contra o próprio organismo nos casos de artrite reumatóide, mas as pesquisas nos últimos anos indicam alguns fatores envolvidos.

Fatores genéticos entre as causas da artrite reumatóide
Os cientistas têm descoberto que certos genes que desempenham papel no sistema imunológico estão associados à tendência de desenvolver artrite reumatóide. Algumas pessoas com artrite reumatóide não têm esses genes e ainda a outras que têm esses genes mas não desenvolvem a doença. Isso indica que a genética, apesar de ter papel importante nas causas da artrite reumatóide, não é o único fator para a doença. Porém, o que está claro é que mais de um gene está envolvido em determinar se a pessoa terá artrite reumatóide e a gravidade da doença.

Fatores ambientais entre as causas da artrite reumatóide
Muitos cientistas acham que alguma coisa deve acontecer para engatilhar o processo da artrite reumatóide em pessoas geneticamente susceptíveis à doença. Isso poderia ser uma infecção viral ou bacteriana, mas o agente exato não é conhecido ainda. Isso não significa que artrite reumatóide seja contagiosa. Uma pessoa não pode contrair artrite reumatóide de outra.

Outros fatores entre as causas da artrite reumatóide
Alguns cientistas também acham que há uma variedade de fatores hormonais que podem estar envolvidos na artrite reumatóide. Mulheres têm maior probabilidade de desenvolver artrite reumatóide do que homens, gravidez pode melhorar os sintomas, e a doença pode piorar depois do parto. Aleitamento também pode agravar a doença.

Apesar de nem todas as respostas serem conhecidas, o que se sabe ao certo é que artrite reumatóide é o resultado da interação de muitos fatores.

Diagnóstico da artrite reumatóide

O diagnóstico da artrite reumatóide pode ser difícil nos estágios iniciais por várias razões. Em primeiro lugar, não há um teste único para a doença. Além disso, os sintomas variam de pessoa para pessoa. Adicionalmente, os sintomas podem ser similares aos de outros tipos de artrite e problemas nas articulações. Finalmente, a gama completa de sintomas se desenvolve com o tempo e apenas alguns sintomas podem estar presentes nos estágios iniciais. Desta forma, o médico usa uma variedade de instrumentos para diagnosticar artrite reumatóide, como:
* Histórico médico.
* Exame físico, principalmente nos reflexos, articulações, pele e força muscular.
* Testes laboratoriais, sendo comum o teste para fator reumatóide, um anticorpo presente em muitas pessoas com a doença. Além do teste de fator reumatóide, há vários outros testes possíveis para ajudar no diagnóstico. 
* Raio-x para determinar o nível de destruição das articulações. Ele não é útil nos estágios iniciais da artrite reumatóide, antes que o dano ósseo seja evidente, mas pode ser usado para monitorar o progresso da doença.

Tratamento da artrite reumatóide

O tratamento da artrite reumatóide requer esforço de equipe envolvendo o paciente e vários tipos de profissionais da saúde. A pessoa com suspeita de artrite reumatóide pode procurar um clínico geral ou um reumatologista. O reumatologista é o médico especializado em artrite e outras doenças das articulações, ossos e músculos. À medida que o tratamento progride, outros profissionais muitas vezes podem ajudar, como enfermeiros e fisioterapeutas. Estudos têm mostrado que pacientes com artrite reumatóide que são bem informados e participam ativamente nos próprios cuidados geralmente sofrem menos dor e têm menos problemas.

Saiba mais:
Artrite Reumatóide - Tratamento
Artrite Psoriática - O que é, sintomas, causas
Cirurgia de substituição de articulação - Prótese no joelho e quadril
O que é artrose ou osteoartrite
Artrite e exercícios físicos
Doenças autoimunes - O que são, sintomas, causa, lista, tratamento
Diagnóstico da Artrose ou Osteoartrite
Osteoartrite - impacto da perda de peso
Ácido Úrico / Gota Úrica - Sintomas, Dieta e Nutrição
Fibromialgia - Sintomas e causas
Fibromialgia - Tratamento, fisioterapia, medicamentos
Fibromialgia tem cura?
Tratamento da Artrose ou Osteoartrite
Hiperuricemia e gota - O que é, tratamento
Gota - O que é essa doença, tratamento, causas
Sarcoidose - O que é, sintomas e tratamento



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2009, Hélio Augusto Ferreira Fontes
Texto: National Institute of Arthritis and Musculoskeletal and Skin Diseases (NIAMS)