Copacabana Runners

Barriguinha lisinha e abdômen definido tanquinho

Abdomen definido - Nasa

Não existe mágica para este sonho batalhado mas realizável! A receita é simples, mas exige disciplina e determinação, como tudo na Vida. Barriguinha e abdômen elegantes são frutos de 4 medidas básicas:

1. Reeducação Postural (principalmente por quem passa muito tempo sentado)

2. Atividades Físicas Aeróbias (caminhada, bicicleta, natação, hidroginástica) que reduzem a camada de gordura corporal quando praticadas na Zona de Treinamento Pessoal.

3. Atividades Físicas Anaeróbias ou Exercícios Localizados (abdominais) que tonificam e fortalecem a musculatura abdominal, tecido metabolicamente ativo e que gasta energia.

4. Reeducação Alimentar

PUBLICIDADE

FATOR GENÉTICO

Algumas pessoas, principalmente os homens, têm maior propensão para depositar gordura de reserva (pneuzinhos) na região abdominal, chamada de tipo andróide. Já, a gordura localizada mais na região dos quadris ou tipo ginecóide é mais comum nas mulheres. Entretanto, o tipo andróide também pode ocorrer nas mulheres. 

Independente do fator estético e de sonhar com a barriguinha lisinha e o abdômen “tanquinho”, excesso de gordura localizada na região abdominal tem relação com o aumento de riscos para o desenvolvimento das doenças do coração

Calma, muita calma nessa hora! Não se apavore! O ponto positivo disso tudo é que a gordura do tipo andróide, localizada na região abdominal, é mais fácil de ser eliminada através de hábitos alimentares saudáveis e prática regular de exercícios físicos.

PUBLICIDADE

POR QUE A ALIMENTAÇÃO BALANCEADA É IMPORTANTE?

Por que vai adequar o fornecimento de macronutrientes (25% de gorduras, 15% de proteínas e 60% de carboidratos) e ainda garantir o fornecimento dos micronutrientes (vitaminas e minerais) recomendados de acordo com sexo e idade e necessários ao metabolismo de proteínas, gorduras e carboidratos. Esse é um planejamento individualizado e que deve ser feito junto a um nutricionista.

QUE ALIMENTOS PODEM “DIMINUIR” A BARRIGA?

É impossível não mencionar a importância de um funcionamento intestinal regular (no mínimo 1 vez ao dia, sem esforço). E para que isso ocorra é preciso tomar água e ingerir em torno de 25 a 30 gramas de fibras solúveis e insolúveis por dia.

FIBRAS SOLÚVEIS
EFEITO: absorvem água, colaboram com a consistência macia das fezes e aumentam o bolo fecal.
ONDE ENCONTRAR: aveia, leguminosas frescas e secas como feijão, grão-de-bico, fava, lentilha e soja, frutas frescas – laranja (com bagaço e a parte branca), mamão, pêra, uva, figo, maçã, manga, ameixa fresca, mexerica, abacaxi, banana-prata etc.-- e frutas secas.

FIBRAS INSOLÚVEIS
EFEITO: além de aumentarem o bolo fecal, evitam a reabsorção da água pelo intestino e auxiliam no peristaltismo (movimento intestinal para eliminação das fezes). 
ONDE ENCONTRAR: cascas de frutas e cereais integrais, farelo e gérmen de trigo, alface, acelga, agrião, aipo, escarola, espinafre, nabo, repolho, rabanete, cenoura, mostarda, brócolis, pimentão e outros.

SEMENTES E FRUTOS OLEAGINOSOS
EFEITO: promovem a lubrificação intestinal.
QUEM SÃO: nozes, avelã, amêndoas, castanhas, amendoim, pistache, sementes de gergelim, linhaça.

LAXANTES NATURAIS
Ameixa, mamão e tamarindo contêm uma substância laxativa que não é prejudicial ao intestino. Por isso podem ser consumidos regularmente.

O AUMENTO DO CONSUMO DE FIBRAS PRODUZ GASES?

Algumas pessoas relatam flatulência (formação de gases) quando aumentam o consumo de fibras. Tal ocorrência é normal e explicada pela fermentação das fibras pelas bactérias intestinais (do bem), com conseqüente produção de gás. Estes sintomas, em geral, desaparecem tão logo a microflora intestinal se estabilize. 

Por outro lado, quanto menor for a ingestão habitual de fibras, maior será a probabilidade da pessoa apresentar sintomas de intolerância (produção de gases). Este fato reforça a recomendação para que haja um aumento gradativo da ingestão de fibras, por pessoas que não tenham o hábito de consumi-las, até que as doses diárias recomendadas de 25 a 30 gramas sejam atingidas. (BAXTER, 2003)

ABACAXI AJUDA A QUEIMAR GORDURA?

Não! O abacaxi contém bromelina, uma enzima que ajuda na digestão de proteínas. Assim como o mamão contém papaína, enzima que tem ação semelhante à bromelina, mas ambas não tem o “poder miraculoso de queimar gorduras”.

Não existem alimentos que ajudam a emagrecer e queimar gorduras. Existem alimentos que têm ação termogênica (transformam parte das calorias em calor), tais como, soja, pimentas, mostarda, gengibre e outros alimentos picantes. 

INIMIGOS DO ABDÔMEN ELEGANTE

Pegue leve nas bebidas com gás. Quando consumidas em excesso provocam a distensão abdominal. Um exemplo bem prático são as famosas barriguinhas bem salientes e nada elegantes dos "tomadores de chopp". 

Mãos à obra!
Disciplina, Saúde e Abdômen Sarado pra você!

Saiba mais:
Dicas para como reduzir e perder barriga  
Cerveja dá barriga?
Quando barriga atrapalha - Abdominais
Barriga tanquinho
Barriga inchada e arrotos
Adoçantes podem fazer mal à saúde


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Referências bibliográficas
1. PHILIPPI, S. T - Nutrição e Técnica Dietética. Ed. Manole, 2003.
2. MAHAN, K. - Alimentos, Nutrição & Dietoterapia. Ed. Roca, 1995.
3. DE ANGELIS, R. C. - Importância de ALIMENTOS VEGETAIS na proteção da Saúde - Fisiologia da Nutrição Protetora e Preventiva de Enfermidades Degenerativas. Ed. Atheneu, 2001.
4. BAXTER, Y. C. - Fibras alimentares e tolerância digestiva. SBNPE. Boletim Julho/Agosto 2003.
5. CARPER, J. - Alimentos. O melhor remédio para a Boa Saúde. Ed. Campus. 14ª ed. 1995.
6. CUPPARI, L. Nutrição clínica no adulto. Guias de Medicina Ambulatorial e Hospitalar. UNIFESP/Escola Paulista de Medicina. São Paulo: Manole: 2002


Créditos:
Por Drª Marília Fernandes, nutricionista - CRN3/1693
Drª Marília Fernandes elabora Planos Alimentares Personalizados. Para contratar seus serviços de consultoria nutricional entre em contato através do e-mail mariliac_fernandes@hotmail.com

Nutricionista - CRN3/1693 
Especialista em Nutrição Esportiva pelo CEMAFE/UNIFESP
Especialista em Nutrição em Saúde Pública pela UNIFESP
19 anos de experiência em Nutrição e Alimentação
Consultora Nutricional Pessoal e de Empresas nas áreas de Educação Alimentar, Qualidade de Vida e Bem Estar, Nutracêutica, Estética, Longevidade Saudável, Esportes, Marketing Alimentício e Saúde Ocupacional.