Copacabana Runners

Boa cicatrização na cirurgia plástica

Uma boa cicatrização é o efeito esperado por todas as pessoas que passam por cirurgias ou tenham sofrido uma lesão grave. Mesmo pequena, a cicatriz é inevitável nesses casos. No caso da cirurgia plástica planejada, o assunto é parte fundamental da conversa com o médico. Já nas consultas, o paciente fica ciente de que os cortes são preferencialmente programados para regiões do corpo pouco visíveis, que coincidam com marcas já existentes e ainda locais cobertos por roupas, pelos e cabelos. Mas nem sempre o organismo colabora com a estética.

Segundo o cirurgião plástico Luiz Lourenço, qualquer pessoa pode desenvolver um queloide, mas quem é de origem negra ou oriental tem maior tendência. O queloide, uma cicatriz tumoral (grossa) gerada pelo crescimento exagerado de fibras de colágeno, incomoda não só pela aparência, mas por causar dor, coceira e ardor. Por isso, pessoas com histórico próprio ou familiar de má cicatrização ou queloides devem informar o médico sobre essas características. O que, num país feito de miscigenação de raças, faz sentido. Levantamento da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) mostra que sete de cada dez cirurgias plásticas são realizadas em pacientes da cor ou raça branca (70%), 20% são feitas em pessoas pardas, 7% em negras e 3% em orientais.

Em geral, toda cicatriz inestética é chamada popularmente de queloide, mas nem sempre isso é verdade. Pode ser hipertrófica (lembrando um quelóide) ou simplesmente alargada. O resultado indesejado pode decorrer de imperícia ou de processo infeccioso que tenha se instalado na ferida cirúrgica. "Um corte sem os cuidados de um profissional especializado pode virar uma cicatriz muito marcante e trazer mais problemas que soluções estéticas, enquanto poderia ser evitada", diz Luiz Lourenço.

A colaboração do paciente também é importante no pós-cirúrgico, para promover uma boa cicatrização. Não devem ser subestimadas recomendações como evitar tomar sol, evitar esforços físicos, fazer curativos, e uso de cintas, se for o caso.

Depois de dois meses, em média, é possível ter mais certeza de como ficará a cicatriz. Se for necessário, alguns tratamentos podem dar resultado. "Certas marcas e sinais podem ser refeitos; vai depender do caso. Mas os queloides só podem ser tratados cirurgicamente com radioterapia pós-operatória, para prevenir sua recidiva", explica.
LUIZ LOURENÇO (www.luizlourenco.com)

Membro da SBCP há mais de 20 anos, o cirurgião plástico Luiz Alberto de Lourenço faz parte do corpo médico de vários hospitais respeitados em São Paulo e escolheu um endereço que considera estratégico para dar mais segurança aos seus pacientes. Sua clínica fica em frente ao Hospital Sírio Libanês, um dos locais onde realiza as cirurgias. É formado pela Faculdade de Medicina da USP e especialista em cirurgia crânio-facial no Hospital das Clínicas. Faz parte do corpo clínico dos hospitais Sírio Libanês, Albert Einstein, Nove de Julho e São Luiz, entre outros. É membro da SBPC e vencedor do Prêmio Victor Spina no XXIII Congresso de Cirurgia Plástica. 


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus

Artigos relacionados:
Abdominoplastia - Dermolipectomia abdominal
Redução de intestino
Gastroplastia
Cirurgia de redução estômago contra a obesidade - Bariátrica
Banda Gástrica
Lipoaspiração para emagrecer?
Cirurgia plástica estética
Bioplastia - plástica sem cortes
Perder peso
Blefaroplastia Redução de intestino
Cirurgia Ortognática
Rinoplastia - Cirurgia plástica no nariz
Mamoplastia de aumento dos seios
Mamoplastia redutora de seios
Mesoterapia capilar, facial, estética
Otoplastia - Correção da orelha de abano
Tratamento facial - Opções de tratamentos faciais
Rejuvenescimento facial com Softlift®
Revolumerização facial - Rejuvenescimento do rosto
Rejuvenescimento facial
Implante de seios - Prótese de silicone e solução salina
Lipoaspiração
Obesidade - Do preconceito aos porquês e causas
Obesos e Cirurgia de Redução de Estômago
Nutrição e Beleza : Receita anti-envelhecimento
Beleza
Estética e Saúde
Emagrecedores - Emagrecedor funciona?
Gordura localizada e flacidez
Cosméticos e a sua saúde
Lipo
Obesidade - Gordura Localizada e Culote
Celulite - Tratamento, dicas para reduzir e evitar
Corpo Perfeito - Moderadores de apetite e medicamentos e produtos para emagrecimento
Prevenção da obesidade
Lipo Light ou Mini Lipo
Cirurgia plástica e idosos
Cirurgia bariátrica - Tratamento para obesidade
Cirurgia bariátrica - Prós e contras da redução de estômago
Gluteoplastia, aumento de bumbum, e cirurgia plástica de panturrilha
Lipomioescultura
Plástica após o parto - Correção de mama, implante de silicone, abdominoplastia
Ritidoplastia
Reconstrução mamária
Sobrepeso e obesidade - Tratamento
Sobrepeso e obesidade - Causas
Sobrepeso e obesidade
Sintomas da obesidade
Obesidade no Brasil
Gordura abdominal masculina e feminina - Causas, tratamento, como perder, tratamento e dieta
Tipos de obesidade
Cálculo biliar, alimentação e obesidade
Conseqüências da obesidade
Balão Intragástrico
Torsoplastia - Cirúrgica plástica para ex-obesos
Edema
Lipoaspiração - Riscos e complicações
Lipoaspiração - O que esperar antes e depois da cirurgia
Lipoaspiração - O que é, preços, alternativas
Lipoescultura e Lipoaspiração
Prevenção de varizes
Escleroterapia
Tratamento de Varizes - Cirurgia, Escleroterapia
Cirurgia plástica e idosos

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Empresa: MULTILETRAS / LINK
Fone: (11) 3647-9095 
E-mail: sgodoy@multiletrascom.com.br
Contato: Silvia Godoy