Copacabana Runners

Colesterol - O que é, lipoproteínas HDL e LDL

Alimentos gordurosos - James Gathany, Public Health Image Library

O que é o colesterol

O colesterol é uma substância semelhante à gordura encontrada em todas as células do corpo. O organismo humano precisa de algum colesterol para funcionar corretamente. O corpo fabrica todo o colesterol que precisa. Colesterol também é encontrado em alguns alimentos. O corpo usa colesterol para fabricar hormônios, vitamina D e substâncias que ajudam a digerir alimentos.

O sangue e colesterol, assim como água e óleo, não se misturam. Para viajar na corrente sanguínea, o colesterol é levado em pequenos pacotes chamados lipoproteínas. Essas lipoproteínas são feitas de gordura por dentro e proteína por fora. Existem dois tipos de lipoproteínas que carregam colesterol no corpo: LDL e HDL.

Lipoproteína de baixa densidade (LDL) ou colesterol ruim

A lipoproteína de baixa densidade (LDL) algumas vezes é chamada de colesterol ruim. Altos níveis de LDL no sangue ocasionam acúmulo de colesterol nas artérias. Quanto maior o nível de LDL no sangue, maior será a chance de ter doença cardíaca.

Lipoproteína de alta densidade (HDL) ou colesterol bom

A lipoproteína da alta densidade é algumas vezes chamada de colesterol bom. O HDL carrega colesterol de outras partes do corpo de volta para o fígado, o qual o remove do corpo. Quanto maiores forem os níveis de HDL, menores serão os riscos para doenças cardiovasculares.

Colesterol sanguíneo alto

Muito colesterol no sangue pode ser grave. Pessoas com altos níveis de colesterol sanguíneo têm maiores chances de sofrer doença cardíaca. Alto nível de colesterol no sangue por si só não causa sintomas, então muitas pessoas não sabem que têm colesterol alto.

Colesterol pode se acumular nas paredes das artérias. Esse acúmulo de colesterol é chamado placa. Como o tempo, placa causa o estreitamento das artérias, o que é chamado aterosclerose.

Artérias especiais, chamadas coronárias, levam sangue ao coração. O estreitamento das artérias coronárias devido às placas pode interromper ou diminuir o fluxo de sangue ao coração. Isso é chamado doença das artérias coronárias. Grandes áreas de placas podem ocasionar dor no peito chamada angina, que ocorre quando o coração não recebe sangue rico em oxigênio suficiente. Angina é um sintoma comum de doença das artérias coronárias.

Algumas placas têm um revestimento fino que pode romper, liberando colesterol e gordura dentro da corrente sanguínea. A liberação de colesterol e gordura pode causar a coagulação do sangue. Um coágulo sanguíneo pode bloquear o fluxo de sangue e ocasionar angina ou ataque cardíaco.

Diminuir os níveis de colesterol reduz as chances da pessoa ter rompimento de placa e ataque cardíaco. Diminuir os níveis de colesterol também pode reduzir ou até interromper o acúmulo de placas.

Saiba mais:
Colesterol alto - Sintomas e causas
Sintomas e Diagnóstico do Colesterol Alto
Alimentação, colesterol, saúde do coração, doença cardíaca e derrame
Colesterol alto e doença cardíaca
Triglicerídeos e colesterol total
Tipos de colesterol
Colesterol baixo
Colesterol VLDL
Dieta para baixar o colesterol
Tratamento do colesterol alto
Colesterol
HDL - Bom Colesterol
Colesterol LDL - Como baixar
LDL - Mau colesterol ou ruim
Colesterol alto e dieta
Como controlar o colesterol
Colesterol alto - Diagnóstico
Arteriosclerose cerebral

Síndrome metabólica
Doença arterial coronariana - Diagnóstico
Doença arterial coronariana - Tratamento
Doença arterial coronariana - Sinais e Sintomas
Doença arterial coronariana - Causas
Doença arterial coronariana
Doença das artérias coronárias
Doença arterial obstrutiva periférica - Causas e fatores de risco
Doença arterial periférica - Prevenção



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: copyright © 2009 por Helio Augusto Ferreira Fontes
Texto: CDC - Center for Disease Control and Prevention