"Eu sou o comandante da minha alma"

Corredora - CDC/ Amanda Mills

Um dos filmes que recentemente assisti que me tocou bastante foi INVICTUS que conta a história de Nelson Mandela depois da prisão eleito presidente da República da África do Sul com o país racista e economicamente dividido pelo apartheid. 

Mandela usou a Copa do Mundo de Rúgbi realizada no país para unir o povo esquecendo as diferenças raciais e econômicas. Muitos esperavam que o presidente negro depois de 30 anos na prisão fosse se vingar daqueles que o condenaram. Entretanto, com habilidade e inteligência, qualidades que classificam um líder, foi tomando decisões acertadas que revolucionaram o país mesmo contra as opiniões de seus próprios assessores diretos. Mandela usava como lema: "Eu sou o comandante da minha alma".

Você corredor, amigo leitor, deve estar se perguntando. E o isso tem a ver com a corrida?

Tudo. Eu diria. Pensa bem. Dá para imaginar sair para correr todo dia sem antes pensar em como você vai correr? Quando? Quantos quilômetros? Em que ritmo? E finalmente por quê e o porquê disso?

PUBLICIDADE

Já conversamos sobre as substâncias e os hormônios do prazer liberados durante a corrida e como eles agem no nosso corpo. No artigo passado falei sobre a ansiedade pré-competitiva e como podemos usá-la a nosso favor. Pois bem. Hoje quero falar da determinação que tem muito a ver com o comandante da própria alma. O que fazia Ayrton Senna ser o piloto que era? O que fazem as equipes comandadas por Bernardinho superar adversários teoricamente poderosos? O que faz um corredor levantar de madrugada para correr quilômetros e quilômetros enquanto a maioria das pessoas estão dormindo nem se quer sonhando em fazer exercício? Certamente não é só pela saúde e nem pela estética. É algo quem vem de dentro. Que vai além do vício e das endorfinas. É quase uma religião.

Mas o que essas pessoas têm em comum? Disciplina. Isso mesmo! A palavra chave é disciplina. Não fazemos nada na vida sem ela. Não estudamos, não completamos cursos, não se forma uma família, não se educa filhos sem disciplina. Não é uma teoria e sim uma forma de comportamento e comportamento independe de sexo, raça, religião, biótipo ou classe social.

PUBLICIDADE

 Comportamento pode ser aprendido. Pode ser educado dia a dia. Os benefícios da corrida ou qualquer outra atividade física só aparecem se o indivíduo conseguir manter uma rotina de treinamento organizado. Isso inclui os hábitos alimentares e o descanso. Inclui um ritual que muitas vezes aos olhos do leigo parece loucura. Sem contar as piadinhas de mau gosto. Isso faz a diferença entre o corredor que alcança os seus objetivos e o que está sempre começando, ou voltando como costumamos ouvir. Está sempre voltando... deve ter ido muito longe.

Essa disciplina da corrida que parte sempre do comando da sua alma pode e deve ser transportada para o cotidiano. Não é só na corrida que precisamos de disciplina. Tudo na vida exige isso e para o corredor pode ser mais fácil. Ganhamos auto-estima quando conseguimos conquistar nossos objetivos. Quando vencemos a tentação do sofá ou a cama quentinha nesses dias frios. Sentimos que somos senhores absolutos do nosso pensamento.

Mas nem tudo são flores na vida do corredor assim como no cotidiano. Um verdadeiro comandante de sua alma deve ter a capacidade de resolver problemas, superar e/ou contornar os desafios que vão aparecendo pelo caminho. As dores, as lesões, o frio, a chuva, o calor e até os compromissos de última hora que arranjam pra você justamente na hora do seu treinamento. Dá uma raiva, não é mesmo? A vida também é assim. Um eterno exercício de paciência. Um eterno exercício de comando de nossa alma.

Cartas para: lcmoraes@compuland.com.br - Luiz Carlos de Moraes CREF1 RJ 003529

Para Refletir: Não basta correr só com as pernas; é preciso correr também com o coração e com a cabeça. (Moraes 2014).

Sobre a Ética: O pessimista reclama de tudo. Do sol, da chuva, do vento e até da sorte quando lhe sorri. Dá mais trabalho ficar olhando para o próprio umbigo. (Moraes 2014).

Saiba mais:
Somente 10 razões para praticar exercícios físicos
Motivação para exercício físico
Como tornar exercícios físicos um hábito para a sua saúde
Quanto exercício físico eu preciso?
Como motivar sedentário a praticar exercícios físicos
Motivação para treinar?
Exercício físico e atividade física - Importância para a saúde
Exercício físico - Benefícios à saúde e emagrecimento
Atividade física regular e controle de peso
Importância e benefícios da atividade física na saúde
Sedentarismo - Conceito, como largar e começar atividade física
Desmotivação para correr - Parte II
Desmotivação para correr - Síndrome de Burnout
Onze razões para correr e malhar
Mova-se para a sua saúde! Ficar ativo ao longo do dia aumenta sua expectativa de vida
Como praticar mais atividades físicas
Qual é o biótipo ideal do corredor de longa distância?
Há problema em concentrar seu treinamento esportivo quase todo no final de semana?


PUBLICIDADE




Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Texto copyright © 2014 por Luiz Carlos de Moraes CREF/1 RJ 003529
lcmoraes@petrobras.com.br | lcmoraes@compuland.com.br  
Visite www.noticiasdocorpo.com.br
Luiz Carlos de Moraes CREF/1 RJ 3529