Copacabana Runners

Condiloma Acuminado ou Verruga Genital

Vacina para HPV - CDC/ Judy Schmidt

O que é condiloma acuminado ou verruga genital

Condiloma acuminado, ou verruga genital, é uma doença sexualmente transmissível causada por alguns subtipos de HPV (vírus papilomavírus humano). 

O condiloma acuminado é espalhado através de contato direto com a pele durante sexo oral, anal ou vaginal com um parceiro infectado. Condiloma acuminado, ou verruga genital, é o sinal mais reconhecível de infecção por HPV. 

A maioria das pessoas que adquire os tipos de HPV que causam condiloma acuminado geralmente nunca desenvolve qualquer sintoma. HPV também pode causar câncer cervical.

Sintomas do condiloma acuminado ou verruga genital

Condiloma acuminado geralmente ocorre em blocos e pode ser bem pequeno, ou pode se espalhar em larga massa na área genital. Em mulheres, o condiloma acuminado pode ocorrer fora ou dentro da vagina, na abertura para o útero (cérvix), ou ao redor do ânus. Condiloma acuminado atinge aproximadamente a mesma quantidade de homens e mulheres, porém em homens o sintomas são menos óbvios e, quando presentes, geralmente são vistos na ponta do pênis. O condiloma acuminado, ou verruga genital, também pode ser encontrado na haste do pênis, no escroto e ao redor do ânus. Em casos raros o condiloma acuminado pode se desenvolver na boca ou garganta de uma pessoa que realizou sexo oral com outra infectada.

Forma de transmissão do condiloma acuminado ou verruga genital

As partículas virais são capazes de penetrar na pele e mucosa através de abrasões microscópicas na área genital que ocorrem durante a atividade sexual. Uma vez que as células são invadidas pelo HPV, pode ocorrer um período latente de meses ou anos sem sintomas. Ter relações sexuais com uma pessoa cuja infecção HPV é latente em não apresenta sintomas do condiloma acuminado também representa risco de infecção.

Tratamento do condiloma acuminado ou verruga genital

O
condiloma acuminado pode desaparecer sem tratamento, porém eventualmente desenvolve um lento. crescimento polpudo. Não há forma de prever se o condiloma acuminado vai crescer ou desaparecer.

Dependendo do tamanho e localização do condiloma acuminado, e de outros fatores, o médico oferecerá algumas formas de tratamento, como:
* Imiquimod (Aldara), uma pomada aplicada na área afetada.
* Solução de podofilina antimitótica aplicada na área afetada e depois lavada.
* Solução de podofilox aplicada na área afetada mas não lavada posteriormente.
* Pomada de 5-fluorouracil.
* Ácido tricloroacetico.
* Pulsos de laser.
* Criocirurgia com nitrogênio líquido.
* Cauterização elétrica ou a laser.
* Condilox.

Podofilina e podofilox não devem ser usadas durante a gravidez, uma vez que são absorvidas pela pele e podem causar defeitos no feto. Pomada de 5-fluorouracil não deve ser usada quando se estiver tentando engravidar ou se a pessoa puder ficar grávida. Pequenas verrugas podem ser removida através da criocirurgia, cauterização elétrica ou tratamento com laser. Ocasionalmente, cirurgia é usada para remover verrugas maiores que não respondem aos outros tratamentos. 

Embora os tratamentos possam remover as verrugas, eles não eliminam vírus HPV, então o condiloma acuminado pode retornar. Teorias tradicionais postulam que o vírus HPV permanece no corpo por toda a vida. Porém, novos estudos usando técnicas sensitivas do DNA têm mostrado que a resposta imunológica ao vírus pode ser eliminada ou suprimida a níveis abaixo do que os testes podem detectar. De acordo com o relatório de 2004 do "Center for Disease Control" sobre o HPV, estudos têm mostrado que 70% das novas infecções de HPV saram em um ano, e até 91% em dois anos. A duração média de novas infecções é geralmente de 8 meses. 

Diagnósticos equivocados

É um engano comum entre homens achar que hirsuties papillaris genitalis (pápulas perladas) são condiloma acuminado. As pápulas perladas são um fenômeno fisiológico inofensivo não contagioso que não precisa de tratamento. O condiloma acuminado também não deve ser confundido com molusco contagioso, o qual é freqüentemente transmitido sexualmente mas não ocorre internamente. Molusco contagioso parece com pequenas verrugas, porém muito menores que as do condiloma acuminado. O molusco contagioso não eleva o risco de câncer cervical em mulheres.

Saiba mais:
HPV no homem - Infecção anal entre homens
Proteção contra HPV
Infecção HPV - Papilomavírus Humano
Doenças sexualmente transmissíveis - DST
Verrugas vulgares, comuns, genitais, planas, filiformes, plantares
Verrugas - Tratamento e prevenção
Câncer cervical ou de colo do útero
Câncer de colo do útero ou cervical - Causas e fatores de risco
Molusco contagioso - O que é, como evitar, tratamento



comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2008 Helio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Genital wart" (en.wikipedia.org/wiki/Genital_wart).



© 1999-2013 Helio A. F. Fontes
Utilização de material original do site

Copacabana Runners - Atletismo e Maratonas