Copacabana Runners

Dietas de muito baixas calorias - hipocalórica
Dieta de 800 / 1000 / 1500 calorias para perda de peso rápida a pacientes com obesidade

Sopa - National Cancer Institute Image Gallery

A obesidade afeta quase um terço dos adultos nos Estados Unidos, aumentando o risco de diabetes, pressão sangüínea alta, e enfermidades cardíacas. Métodos de perda de peso tradicionais incluem dietas de baixas calorias (hipocalórica), de 800 a 1.500 calorias por dia, e atividade física regular.

Profissionais da saúde as vezes consideram o método alternativo de trazer perda de peso significativa e rápida a pacientes com obesidade moderada ou extrema: a dieta de muito baixas calorias, ou hipocalórica.

O que são dietas de muito baixas calorias?

Dietas de muito baixas calorias são fórmulas comercialmente preparadas de em torno de 800 calorias que substituem o consumo habitual de alimentos por várias semanas ou meses. Dieta hipocalórica não é a mesma coisa que os substitutos de refeições vendidos em balcões de drogarias, os quais têm a função de substituir uma ou duas refeições por dia. Dietas de muito baixas calorias, quando utilizadas sob supervisão médica apropriada, efetivamente produzem perda de peso significativa a curto prazo em paciente que são moderadamente ou extremamente obesos.

Estudos têm mostrado que substitutos de refeições com maior nível de calorias (800 - 1000 calorias) produzem perda de peso similar àquelas verificas com níveis de calorias bem menores, provavelmente devido à melhor obediência à dieta. Adicionalmente, dietas de muito baixas calorias são geralmente parte de um programa de tratamento para perda de peso que inclui outra técnicas como terapia comportamental, conselho nutricional, atividade física, e/o tratamento com remédios.

Quem deveria fazer uso de uma dieta de muito baixas calorias?

Dietas de muito baixas calorias têm o objetivo de produzir perdas de peso rápidas no começo do programa de emagrecimento em pacientes com o índice de massa corporal (IMC) maior que 30. O índice de massa corpora correlaciona-se significativamente com a gordura corporal total. Ele é calculado dividindo-se o peso em quilogramas pela altura em metros ao quadrado.

O uso de dietas de muito baixas calorias em pacientes com o IMC entre 27 e 30 deve ser reservado àqueles que têm complicações médicas como resultado do excesso de peso. Dietas de muito baixas calorias não são apropriadas para crianças e adolescentes, exceto em programas de tratamento especializados.

Há pouca informação sobre a utilização de dietas de muito baixas calorias em pessoas mais velhas. Uma vez que indivíduos acima de 50 anos de idade já sofrem uma diminuição normal da massa magra, a utilização de dieta de muito baixa caloria pode não ser justificável. Além disso, pessoas de mais de 50 anos podem não tolerar os efeitos colaterais das dietas de muito baixas calorias por causa de condições médicas pré-existentes ou necessidade de outros medicamentos. Os médicos devem avaliar caso a caso os riscos potenciais e benefícios da perda de peso rápida em indivíduos mais velhos, assim como em pessoas com problemas médicos significativos ou que estejam sob medicamentos.

Benefícios para a saúde da dieta de muito baixas calorias

Uma dieta de muito baixas calorias pode permitir a um paciente que é moderadamente ou extremamente obeso emagrecer em torno de 1,3 a 2,3 kg por semana, para uma perda de peso total média de 20 kg em 12 semanas. Tal perda de peso pode rapidamente melhorar condições médica relacionadas à obesidade, incluindo diabetes, pressão alta e colesterol alto

Efeitos adversos das dietas de muito baixas calorias

Muitos pacientes em dieta de muito baixas calorias por 4 a 16 semana relataram efeitos colaterais pequenos como fadiga, constipação, náusea e diarréia, mas essas condições geralmente melhoram dentro de poucas semanas e raramente impedem os pacientes de completarem o programa. 

O efeito colateral mais sério é a formação de cálculo biliar. Cálculos biliares, os quais de qualquer forma geralmente desenvolvem-se pessoas obesas, especialmente mulheres, são ainda mais comuns durante a perda de peso rápida. Pesquisas indicam que a perda de peso rápida pode aumentar os níveis de colesterol na vesícula biliar e diminuir sua habilidade de contrair e expelir bile. A droga ursodiol pode prevenir a formação de cálculo biliar durante o emagrecimento rápido, mas não é geralmente usada para esse propósito.

Mantendo o peso perdido

Estudos mostram que os resultados a longo prazo das dietas de muito baixas calorias variam bastante, porém a recuperação do peso perdido é comum. A combinação de dieta de muito baixas calorias com terapia comportamental e atividade física pode aumentar o emagrecimento e diminuir a recuperação do peso perdido. A longo prazo, porém, as dietas de muito baixas calorias não são mais efetivas que as restrições mais modestas na dieta.

Para a maioria das pessoas obesas, a obesidade é uma condição de longo prazo que requer atenção por toda a vida mesmo depois que o tratamento formal de perda de peso terminar. Sendo assim, os profissionais da saúde devem encorajar os pacientes obesos a comprometerem-se com mudanças permanentes para uma alimentação mais saudável, atividade física regular, e um ponto de vista melhorado sobre as comidas.

Saiba mais:
Dieta de 800 calorias - VLCD
Dieta hipocalórica de 800 calorias
Dieta - Tipos de dietas
Cetilistat - O que é, x Orlistat
Xenical - Orlistat
Regime nutricional para emagrecer - Regimes fáceis ou de emagrecimento rápido
Emagrecer é diferente de perder peso
Programa Calorias Inteligentes de Reeducação Alimentar
Emagrecer para sempre
Regime alimentar para emagrecer - Regimes de emagrecimento populares
Tabela de calorias das frutas
Tabela de calorias dos alimentos
Sibutramina
Rimonabanto - Acomplia
Sibutramina - Efeitos colaterais, bula e dosagem
Dieta para perder kg
Tabela de peso ideal pelo IMC
Plano para emagrecer



comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
The Weight-control Information Network (WIN)
Tradução: Hélio Augusto Ferreira Fontes