Copacabana Runners

Disenteria bacteriana e amébica

O que é disenteria

A disenteria é uma infecção do sistema digestivo que resulta em diarréia severa contendo muco e sangue nas fezes. Disenteria é geralmente resultado de água contaminada com micro-organismos que danificam o revestimento intestinal. Existem dois tipos principais de disenteria decorrentes de micro-organismos: disenteria amébica devido a infecção por ameba (E.histolytica), e disenteria bacteriana devido a infecção por bactérias. Disenteria também pode ser causada por medicamentos, como por exemplo alguns esteróides.

Disenteria amébica

A disenteria amébica é causada pela ameba Entamoeba histolytica. Ela é transmitida por água e alimentos contaminados. A ameba se espalha formando cistos infecciosos que podem ser encontrados nas fezes, e são transmitidos se alguém os tocar e não limpar as mãos. Também há amebas livres que não formam cistos. A ocorrência de disenteria amébica ocorre predominantemente em países em desenvolvimento, embora também possa ocasionalmente acontecer em nações desenvolvidas. Disenteria amébica pode ocasionar infecção no fígado com subseqüente abscesso. Também pode ocorrer sangue nas fezes.

Disenteria bacteriana

A disenteria bacteriana é aquela provocada por bactérias.
Ela está mais comumente associada a três grupos de bactérias:
*
Shigelose é causada por vários tipos de bactéria Shigella.
* Campilobacteriose é causada por qualquer uma das doze espécies de Campilobactéria que causam a doença em humanos.
* Salmonelose é causada pela Salmonella enterica.

Sintomas e complicações da disenteria

Os sintomas de disenteria incluem evacuação aquosa freqüente, em alguns casos associada a vômito. Variações que dependem dos parasitas incluem o volume de fezes, e presença ou não de sangue e muco nas fezes. Assim que a recuperação começa é recomendado evitar alimentos que contêm lactose, devido à complicação potencial de intolerância à lactose temporária que pode persistir por anos.

Tratamento da disenteria bacteriana

O tratamento inicial da disenteria visa manter a ingestão de fluidos usando terapia de re-hidratação oral. Se isso não for conseguido, devido ou à intensidade da diarréia ou por causa do vômito, pode ser necessária internação hospitalar para hidratação intravenosa. O ideal é não começar nenhuma terapia anti-microbial até que seja determinado qual é o micróbio causador da disenteria. Casos moderados de disenteria bacteriana geralmente não necessitam do uso de antibióticos, os quais são reservados para casos mais graves. Há vacinas em desenvolvimento contra a shigelose.

Tratamento da disenteria amébica

A disenteria amébica pode, além do intestino, infectar também os tecidos fígado e intestino. Por isso, duas classes de medicamentos são necessários para tratar a infecção, uma para cada localização. Metronidazol e medicamentos semelhantes são usados para destruir as amebas que invadiram os tecidos. Uma vez que esses medicamentos são rapidamente absorvidos, quase nada fica no intestino. Desta forma, outros medicamentos podem ser usados para tratar a infecção no intestino, como por exemplo a paromomicina.


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:




comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Artigos relacionados:
Intolerância à lactose - O que é, causas, sintomas, controle
Intoxicação Alimentar
Listeriose e gravidez - Bactéria listeria
Salmão e risco de contaminação
Dor abdominal
Difteria
Alimentação Saudável
Botulismo
Dor de Barriga
Soro Caseiro
Diarréia em crianças e bebês
Diarréia crônica
Diarréia - Causas, sintomas, tratamento, conduta nutricional
Aprovada vacina contra diarréia por rotavírus
Gastroenterite aguda - Tratamento em crianças com terapia de reidratação oral
Gastroenterite viral
Hepatite A, B, não A não B, C, D, E, virais, por drogas, autoimune
Leptospirose - Sintomas, transmissão e tratamento
Leptospirose
Doença do peixe cru - Difilobotríase
Cólera
Quem deve se vacinar contra febre amarela
Rotavírus
Enterobíase ou infecção por oxiúros - Sintomas e tratamento
Amarelão ou Ancilostomíase
Verminose por lombriga ou ascaríase
Lombriga e Ascaridíase
Esquistossomose
Febre Tifóide
Calafrios - O que são, causas
Ciclo da malária
Sintomas da malária sem complicações e severa
Sintomas da gripe suína
Gripe suína ou Influenza por vírus H1N1
Gripe suína
Malária
Febre Amarela
Leishmaniose visceral e cutânea
Toxoplasmose na gravidez
Toxoplasmose
Infecção Alimentar
Brucelose - Febre de Malta
Dores, cólicas e desconfortos abdominais
Resistência aos antibióticos
Por que lavar as mãos é importante
Treino depois de festas
Ressaca
Hidroclorotiazida
LASIX ® - Diurético furosemida para edemas e hipertensão
Furosemida - Lasix ®
Ascite ou barriga d'água - Causas, tratamento
Diuréticos
Febre
Giardíase - Infecção por Giárdia
Síndrome hemolítico-urêmica - O que é, causas, sintomas, tratamento
Escherichia coli
Intoxicação por Salmonela - Salmonelose
Intolerância à lactose - O que é, causas, sintomas, controle
Intolerância à lactose
Doença celíaca
Lupus - Causas, sintomas, diagnóstico
Amebíase
Colite ulcerativa - Tratamento e diagnóstico
Colite ulcerativa - Sintomas e causas
Colite colagenosa e linfocítica
Hematospermia ou sangue no esperma
Sangue na urina ou hematúria
Hemofilia A e B
Hemofilia - Sinais e sintomas
Hemofilia - Diagnóstico
Tratamento da hemofilia
Hemorragia digestiva alta e baixa - Causas
Hemorragia digestiva - Diagnóstico e tratamento
Hemorragia digestiva alta e baixa, aguda e crônica - Sinais e sintomas
Sangramento retal - Tratamento, causas, sintomas
Sangue nas fezes - Melena ou hematoquesia
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2008, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Dysentery" (en.wikipedia.org/wiki/Dysentery).