Copacabana Runners

Displasia Fibromuscular
O que é, tratamento, prognóstico

O que é displasia fibromuscular?

A displasia fibromuscular é o desenvolvimento anormal ou crescimento de células nas paredes das artérias, o que pode levar o vaso sanguíneo a estreitar ou formar protuberância. As artérias carótidas, as quais passam pelo pescoço e suprem sangue para o cérebro, são as mais comumente afetadas pela displasia fibromuscular. Artérias dentro do cérebro e rins também podem ser afetadas. A displasia fibromuscular pode bloquear ou reduzir o suprimento de sangue para o cérebro, causando AVC ou mini-AVC.

Alguns pacientes não sentem nenhum sintoma da displasia fibromuscular, enquanto outros têm pressão alta, tontura ou vertigem, dor de cabeça crônica, aneurisma intra-cranial, zumbido no ouvido, fraqueza, rubor na face ou alterações na visão. A displasia fibromuscular é mais freqüente em pessoas de 25 a 50 anos e afeta mais mulheres do que homens. Mais de um membro da família pode ser afetado pela doença. 

A causa da displasia fibromuscular é desconhecida. Um angiograma pode detectar o grau de obstrução da artéria e identificar alterações, com uma laceração (dissecção) ou área fraca (aneurisma) na parede do vaso sanguíneo. Displasia fibromuscular também pode ser diagnosticada usando tomografia computadorizada, ressonância magnética ou ultrasom.

Tratamento para displasia fibromuscular

Não há protocolo de tratamento padrão para a displasia fibromuscular. Qualquer tratamento para melhorar o fluxo sanguíneo nas artérias afetadas é baseado na progressão e gravidade da doença. As artérias carótidas devem ser verificadas se a displasia fibromuscular for encontrada em outro local do corpo, uma vez que seu envolvimento está relacionado à elevação no risco de derrame cerebral. 

Pacientes com pouco estreitamento na artéria podem tomar medicamento antiplaquetar, como aspirina, ou um anticoagulante para reduzir as chances de formação de coágulo. Medicamentos como aspirina também podem ser tomados para dor de cabeça e dor no pescoço, sintomas que podem acompanhar a displasia fibromuscular. Pacientes com doença arterial que fumam devem ser encorajados a parar de fumar. Tratamento posterior pode incluir angioplastia, na qual um pequeno balão é inserido através de cateter e inflado para abrir a artéria. Pequenos tubos chamados stents podem ser inseridos para manter as artérias abertas. Cirurgia pode ser necessária para tratar aneurisma que têm potencial de romper e causar sangramento no cérebro.

Prognóstico para displasia fibromuscular

Atualmente não há cura para a displasia fibromuscular. Medicamentos e angioplastia podem reduzir o risco de derrame inicial ou recorrente. Em casos raros, aneurismas relacionados à displasia fibromuscular podem crescer e sangrar no cérebro, causando derrame, dano nervoso permanente ou morte.



 


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus

Artigos relacionados:
Aneurisma de aorta abdominal e torácica
Comer menos sal - dieta hiposódica
Exercício físico - Riscos e benefícios para o coração
Combata a Hipertensão de Forma Segura e Sem Medicação
Métodos de medida da pressão arterial
Pressão arterial
Coração de atleta
Ecocardiografia - Ecocardiograma transtorácico
Stent - Riscos
Doença das artérias carótidas - Tratamento com endarterectomia carotídea e angioplastia carótida
Stent coronário, nas artérias carótidas e aorta
Stent cardíaco
Angioplastia coronária
Novo método reverte aterosclerose
Aterosclerose e formação de placas de gordura
Gordura boa, gordura ruim - Gorduras Saturadas, Monoinsaturadas
Apnéia do sono - Causas, tratamento
Aspirina para mulheres
Perda de memória - Causas, demência multi-infarto
Enxaqueca - Tratamento
Enxaqueca com áurea
Enxaqueca - Sintomas, áurea, causas, tratamento
Enxaqueca - Sintomas, tratamento, remédios, causas e alimentação

Dor de cabeça - Cefaléia tensional
Dieta e dor de cabeça - Enxaqueca e cefaléia
Torcicolo - Dor no pescoço
Doença de Parkinson - Tratamento, sinais e sintomas
Quimioterapia em cânceres como o de mama pode ter efeitos colaterais reduzidos
Exercício físico pode combater Mal de Parkinson
Esclerose lateral amiotrófica
Esclerose Múltipla - Atriz Cláudia Rodrigues e médica Soraya Hissa de Carvalho
Doenças autoimunes - O que são, sintomas, causa, lista, tratamento
Esclerose múltipla - O que é, sintomas, tratamento
Esclerose múltipla
Coma e Estado Vegetativo Persistente
Aneurisma Cerebral - O que é, tratamento, causas, riscos e sintomas
Vasculite - O que é
Vasculite - Tratamento e causas
Vasculite - Sintomas e sinais
Doenças cardíacas - Prevenção de doença cardíaca e seus tipos
Doenças cardiovasculares
Doença das artérias coronárias e ataque cardíaco em mulheres - Fatores de risco
Doenças cardíacas em mulheres - Síndrome do coração partido, doença da microvasculatura coronariana
Síndrome metabólica - Tratamento
Síndrome metabólica - Causas, sinais e sintomas
Síndrome metabólica
Doença arterial coronariana - Diagnóstico
Doença arterial coronariana - Tratamento
Doença arterial coronariana - Sinais e Sintomas
Doença arterial coronariana - Causas
Doença arterial coronariana
Doença das artérias coronárias
AVC - Acidente Vascular Cerebral ou Derrame
AVC - Prevenção e diagnóstico do acidente vascular cerebral ou derrame
Fatores de risco, sinais e sintomas de um AVC ou derrame cerebral
Acidente vascular encefálico (AVE) - O que é, tipos, sintomas, tratamento
Tratamento do AVC - Acidente vascular cerebral ou derrame
Aterosclerose - Causas e fatores de risco
Aterosclerose - Tratamento
Aterosclerose - Diagnóstico
Aterosclerose - Sintomas
Doença arterial obstrutiva periférica - Causas e fatores de risco
Gangrena - O que é, causas, sintomas, tratamento, tipos seca, úmida e gasosa
Doença arterial periférica - Prevenção
Doença arterial periférica - Tratamento
Doença arterial periférica - Sintomas
Doença Arterial Periférica nas Pernas
Arteriosclerose cerebral
Aterosclerose
Isquemia cerebral
Derrame cerebral - Acidente vascular cerebral
Perda auditiva - Causas e prevenção
Perda auditiva condutiva, neurossensorial e presbiacusia
Zumbido no ouvido
Otite média - Infecção no ouvido
Cera no ouvido
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Texto: National Institute of Neurological Disorders and Stroke
Tradução: copyright © 2008 por Helio Augusto Ferreira Fontes