Doença de Parkinson - O que é esse mal, sintomas tratamento

Senhor com doença de Parkinson sendo aparado - NIH

O que é a doença de Parkinson

A doença de Parkinson, também conhecida como mal de Parkinson, é um transtorno do sistema nervoso associado à perda de células cerebrais produtoras de dopamina.

Sintomas da doença de Parkinson

Os quatro principais sintomas da doença de Parkinson são:
* Tremor nas mãos, braços, pernas, mandíbula e face.
* Rigidez e tensão nos membros e tronco.
* Lentidão dos movimentos.
* Instabilidade postural com diminuição no equilíbrio e coordenação.

PUBLICIDADE

À medida que esses sintomas ficam mais pronunciados, a pessoa com doença de Parkinson pode ter dificuldade de caminhar, falar ou completar tarefas simples. Doença de Parkinson geralmente afeta pessoas de mais de 50 anos de idade. 

Os primeiros sintomas da doença de Parkinson são sutis e ocorrem gradualmente. Em algumas pessoas, a doença progride mais rapidamente do que em outras. À medida que a doença de Parkinson progride, os tremores começam a afetar atividades cotidianas.

Outros sintomas da doença de Parkinson podem incluir depressão e outras alterações emocionais; dificuldade de engolir, mastigar e falar; problemas urinários ou constipação; problemas de pele; e transtornos do sono.

Diagnóstico da doença de Parkinson

No momento não há testes de sangue ou laboratoriais que comprovadamente ajudem no diagnóstico da doença de Parkinson. Desta forma, o diagnóstico é baseado no histórico médico e exame neurológico. 

PUBLICIDADE

A doença de Parkinson pode ser difícil de diagnosticar precisamente. Os médicos algumas vezes pedem testes laboratoriais e exames de imagem do cérebro para eliminar outras doenças.

Tratamento da doença de Parkinson

No momento não há cura para a doença de Parkinson, mas uma variedade de medicamentos provê grande alívio aos sintomas. Embora a medicação ajude pelo menos ¾ dos pacientes com doença de Parkinson, nem todos os sintomas respondem igualmente ao tratamento. Lentidão nos movimentos e rigidez respondem melhor, enquanto os tremores podem ser apenas marginalmente reduzidos. Problemas com equilíbrio podem não ser aliviados com medicação.

Em alguns casos, cirurgia pode ser apropriada se a doença de Parkinson não responder ao tratamento com medicamentos. Uma terapia chamada estimulação profunda do cérebro foi aprovada nos Estados Unidos. Nessa terapia, eletrólitos são implantados dentro do cérebro e conectados a um pequeno aparelho elétrico, chamado gerador de pulso, que pode ser programado externamente. A estimulação profunda do cérebro pode reduzir a necessidade de medicamentos, além de ajudar a aliviar as flutuações de sintomas, reduzir tremores, diminuição dos movimentos e problemas para andar. A estimulação profunda do cérebro requer programação cuidadosa do estimulador para funcionar corretamente.

Prognóstico para pessoas com doença de Parkinson

A doença de Parkinson é tanto crônica como progressiva. Embora algumas pessoas possam ficar com incapacitações graves, outras experimentam somente alguns pequenos problemas motores. Tremor é o sintoma mais importante para alguns pacientes, enquanto para outros é apenas um problema pequeno e outros sintomas são mais problemáticos. Ninguém pode prever quais sintomas afetarão um paciente em particular, e a intensidade dos sintomas varia de pessoa para pessoa.

Siba mais:
Doença de Parkinson: Entendendo uma condição complicada
Doença de Parkinson - Tratamento, sinais e sintomas
Exercício físico pode combater Mal de Parkinson
Quedas em idosos
Doença de Alzheimer - O que é esse mal
Hidrocefalia - Sintomas e causas
Demência
Síndrome das Pernas Inquietas
Neurotransmissores serotonina, dopamina, noradrenalina


PUBLICIDADE




Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


 
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: copyright © 2009 por Helio Augusto Ferreira Fontes
Texto: National Institute of Neurological Disorders and Stroke