Endorfina - Barato do corredor e endorfinas

Corredor - CDC/ Amanda Mills

O que é endorfina

A endorfina é um neuro-hormônio endógeno (fabricados pelo próprio corpo). Endorfinas são produzidas pela glândula hipófise e pelo hipotálamo durante exercícios vigorosos, excitamento e orgasmo. Os efeitos produzidos pela endorfina são analgésicos e de sensação de bem-estar. O termo "endorfina" consiste em na junção das palavras "endo" (interno) e "morfina" (analgésico), significando que é uma substância com propriedades da morfina produzida internamente pelo organismo.

Atividades e endorfinas

Os cientistas debatem se atividades específicas liberam níveis mensuráveis de endorfina. Grande parte dos dados atuais são originários de modelos em animais, os quais podem não ser relevantes a humanos. Os estudos que envolvem humanos geralmente medem os níveis plasmáticos da endorfina, os quais não necessariamente se relacionam com os níveis no sistema nervoso central. Capsaicina (o químico ativo em pimentas) também tem mostrado estimular a liberação de endorfinas. O uso tópico de capsaicina tem sido aplicado como tratamento para certos tipos de dor crônica.

PUBLICIDADE

Endorfina e o "barato do corredor"

Um efeito bastante divulgado da produção de endorfina é o chamado "barato do corredor" ("runner's high" em inglês), o qual ocorreria quando o exercício vigoroso leva a pessoa a produzir endorfinas. 

No "barato do corredor" as endorfinas são liberadas em exercícios longos e contínuos, nos quais o nível de intensidade é entre moderado e alto, e a respiração em ritmo normal é dificultada. Essa liberação de endorfinas causaria um efeito de bem-estar. Isso também corresponde com o tempo que os músculos levam para perder sua reserva de glicogênio. As atividades físicas que têm maior probabilidade de produzir o "barato do corredor" são corrida de longa distância, natação e ciclismo.

Porém, alguns cientistas questionam o mecanismo de ação que provoca a sensação de bem-estar associada à endorfina. Alguns pesquisadores acreditam que a sensação de bem-estar viria de alcançar o desafio e não como resultado do esforço físico. Alguns estudos desde o começo dos anos 80 questionaram a relação entre endorfinas e o "barato do corredor". Um estudo de 2004 da "Georgia Tech" achou que o "barato do corredor" poderia ser causado pela liberação de outro químico natural, o endocanabinóide anandamida. Os autores desse estudo sugeriram que o organismo produz esse químico para lidar com estresse prolongado e dores dos exercícios vigorosos, similarmente à teoria envolvendo a endorfina.

PUBLICIDADE

Em 2008, pesquisadores alemães reportaram que a teoria do "barato do corredor" pode de fato ser verdadeira. Usando tomografia por emissão de pósitrons, combinada com químicos recentementes disponíveis que revelema endorfinas no cérebro, eles foram capazes de comparar o cérebro dos corredores antes e depois da corrida. Os corredores passaram pelos exames e testes psicológicos antes de depois de uma corrida de 2 horas. Os dados produzidos pelo estudo mostraram que endorfinas foram produzidas durante a corrida e se ligaram a áreas do cérebro relacionadas às emoções.

Endorfina e acupuntura

Em 1999, pesquisadores reportaram que a inserção de agulhas de acupuntura em pontos específicos do corpo engatilharia a produção de endorfinas. Em outro estudo, altos níveis de endorfinas foram encontrados no fluido cerebroespinhal depois de pacientes passarem por acupuntura. Entretanto, céticos dizem que nem todos os estudos apontam para essa conclusão e que, em pacientes com dor crônica, as endorfinas não produziriam alívio duradouro.

Saiba mais:
Chocolate e exercícios compartilham ingrediente chave
Corrida e bem-estar psicológico
Acupuntura funciona?


PUBLICIDADE



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2008, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Endorphin" (en.wikipedia.org/wiki/Endorphin).