Copacabana Runners

Esclerose lateral amiotrófica – O que é, sintomas, causa, tratamento

O que é esclerose lateral amiotrófica

A esclerose lateral amiotrófica, algumas vezes chamada de doença de Lou Gehrig, é uma doença neurológica de rápido progresso, invariavelmente fatal, que ataca células nervosas (neurônios) responsáveis por controlar os músculo voluntários.

Sintomas da esclerose lateral amiotrófica

Na esclerose lateral amiotrófica os neurônios motores superiores e inferiores degeneram ou morrem, cessando de mandar mensagens aos músculos. Incapazes de funcionar, os músculos gradualmente enfraquecem e debilitam. Eventualmente a capacidade do cérebro começar e controlar movimentos voluntários é perdida. Pessoas com esclerose lateral amiotrófica perdem a força e capacidade mover as pernas, braços e corpo.

Quando os músculos no diafragma e parede peitoral falham, a pessoa com esclerose lateral amiotrófica perde a capacidade de respirar sem aparelhos. A esclerose lateral amiotrófica não afeta a capacidade da pessoa ver, cheirar, saborear, ouvir ou reconhecer o toque, e geralmente não prejudica o raciocínio e outras capacidades cognitivas. Porém, vários estudos recentes sugerem que uma pequena percentagem de pacientes pode sofrer problemas com memória e tomada de decisão, e há evidência crescente que alguns podem até desenvolver uma forma de demência.

Causa da esclerose lateral amiotrófica

A causa da esclerose lateral amiotrófica é desconhecida e cientistas ainda não sabem porque essa doença afeta algumas pessoas.

Tratamento da esclerose lateral amiotrófica

Nenhuma cura ainda foi encontrada para a esclerose lateral amiotrófica. Porém, o FDA (órgão norte-americano que regula medicamentos) aprovou o primeiro remédio para a esclerose lateral amiotrófica, o Riluzol. Acredita-se que esse medicamento reduza os danos aos neurônios motores e prolongue a sobrevivência por vários meses, principalmente nos pacientes com dificuldade de engolir.

Outros tratamentos são elaborados para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida da pessoa com esclerose lateral amiotrófica. Medicamentos podem ajudar a aliviar a dor, depressão, distúrbios no sono e constipação. Pessoas com esclerose lateral amiotrófica podem eventualmente ter que considerar formas de ventilação mecânica para respirar.

Prognóstico para pessoas com esclerose lateral amiotrófica

Independente da parte do corpo primeiramente afetada pela esclerose lateral amiotrófica, a fraqueza muscular e atrofia se espalha para outras partes à medida que a doença progride. O paciente fica progressivamente com mais problemas para movimentar, engolir e falar. Eventualmente, a pessoa com esclerose lateral amiotrófica será incapaz de andar ou ficar em pé, sair da cama por si mesma, ou usar as mãos e braços.

Nos estágios finais da doença o paciente terá dificuldade de respirar à medida que os músculos do sistema respiratório enfraquecem. Embora ventilação mecânica possa aliviar problemas com respiração e prolongar a sobrevivência, ela não afeta o progresso da esclerose lateral amiotrófica. A maioria das pessoas com esclerose lateral amiotrófica morre em conseqüência de insuficiência respiratória, geralmente dentro de 3 a 5 anos depois do aparecimento dos sintomas. Porém, em torno de 10% das pessoas com esclerose lateral amiotrófica sobrevive por mais de 10 anos.


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:




Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus

Artigos relacionados:
Esclerose Múltipla - Atriz Cláudia Rodrigues e médica Soraya Hissa de Carvalho
Doenças autoimunes - O que são, sintomas, causa, lista, tratamento
Esclerose múltipla - O que é, sintomas, tratamento
Promessas de Curas Milagrosas de Câncer, AIDS, Artrite ...
Depressão - Sintomas e causas
Lesão cerebral traumática - Trauma no cérebro

Neurite ótica
Neurotransmissor dopamina serotonina 
Exercício físico pode combater Mal de Parkinson
Quimioterapia em cânceres como o de mama pode ter efeitos colaterais reduzidos
Labirintite - Cura e Tratamento
Labirintite e desordens do equilíbrio
Quedas em idosos
Síndrome das Pernas Inquietas
Gene ligado à depressão
Perda de memória - Causas, demência multi-infarto
Displasia Fibromuscular
Isquemia cerebral
Derrame cerebral - Acidente vascular cerebral - AVC
Dislexia
Ginkgo Biloba
Chá verde ou preto pode melhorar a memória
Doença de Alzheimer e fisioterapia
Mal de Alzheimer
Doença de Parkinson - Tratamento, sinais e sintomas
Ginseng
Guaraná
Ervas
Raiva humana e animal
Doença meningocócica e meningite - Sintomas, transmissão e tratamento
Encefalite e Meningite
Paralisia cerebral
Síndrome de Asperger - O que é, sintomas, tratamento
Autismo
Transtorno Obsessivo Compulsivo - TOC
Neurose
Esquizofrenia - Causas
Esquizofrenia - Sintomas
Paranóia
Doença de Parkinson - O que é esse mal, sintomas tratamento
Alucinação - Alucinações visuais, auditivas - Causas e tratamento
Esquizofrenia paranóide
Esquizofrenia - Tratamento
Transtorno Bipolar - Sintomas, tratamento
Psicose - Sintomas e tratamento do psicótico
Psicopata e Psicopatia
Psicopatas
Esquizofrenia
Aneurisma Cerebral - O que é, tratamento, causas, riscos e sintomas
Ansiedade - Diagnóstico e Tratamento
Hidrocefalia
Transtorno de ansiedade generalizada
Como tratar e controlar a ansiedade
Tratamento da ansiedade - Remédios e psicoterapia
Ansiedade - Sintomas e tipos
Timidez e Fobia Social
Transtorno de Estresse Pós-traumático

Demência
Labirintite
Esclerose múltipla
Lupus e gravidez
Síndrome de Guillain-Barré
Lupus - Causas, sintomas, diagnóstico
Lupus - Tratamento
Lúpus eritematoso sistêmico
Chás para emagrecer - Chá verde emagrece?
Parestesia e formigamento

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2009, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Texto: National Institute of Neurological Disorders and Stroke