Copacabana Runners

Escoliose

Coluna vertebral - CDC/ Dr. Thomas Hooten

O que é escoliose

A escoliose é uma condição que envolve curvatura lateral e rotacional complexa e deformidade na espinha. Geralmente a escoliose é classificada como congênita, juvenil, adolescente, adulta ou neuromuscular.

Causa da escoliose

Várias causas podem estar relacionadas à escoliose, porém nenhuma tem consenso entre os cientistas. Escoliose é mais comum em mulheres e ocorre freqüentemente em pacientes com paralisia cerebral ou espinha bífida. Em alguns casos, a escoliose é de nascença devido a anomalia vertebral congênita. Ocasionalmente o desenvolvimento da escoliose na adolescência é devido à uma anomalia, mas na maioria dos casos a causa é desconhecida.

Sintomas da escoliose

Aqueles com escoliose geralmente não sentem dor durante a adolescência e juventude. A dor é comum na fase adulta quando a escoliose não é tratada. A queixa mais comum de pais e pacientes é devido à aparência com deformidade.

Tratamento e controle da escoliose

O tratamento e controle da escoliose é complexo e determinado pela severidade da curvatura, maturidade do esqueleto e probabilidade de progressão.

A opções convencionais são, em ordem:
1. Observação.
2. Colete
3.
Cirurgia

Colete para escoliose

O uso de colete só é feito em pacientes cujos ossos ainda estejam em processo de crescimento. A utilização de colete envolve encaixar no paciente um colete que cobre o torso e, em alguns casos, estende-se até o pescoço. O tipo de colete mais comum é o TLSO (pórtese tóraco lombo sacro). O colete para tratar escoliose é usado geralmente por 23 horas ao dia e aplica pressão nas curvas da espinha. Os coletes típicos são apenas usados para curvas pequenas, não sendo capazes de corrigir casos mais graves de escoliose. O grau de curva para qual o colete é aplicável é controverso, mas geralmente é aceito que curvas maiores que 25-30° têm pouca probabilidade de responder ao tratamento com colete.

Cirurgia para escoliose

A cirurgia para escoliose geralmente é indicada para curvas que tenham grande probabilidade de progressão, curvas que podem ser inaceitáveis cosmeticamente para adultos, em pacientes com paralisia cerebral ou espinha bífida que interfiram com os cuidados e ato de sentar, e curvas que afetem funções fisiológicas como a respiração.

Leitura adcional:
Quando a corrida desorganiza o corpo - Desequilíbrios musculares e posturais
Quando barriga atrapalha - Abdominais
Dor na coluna - causas, tratamento
Discectomia percutânea - Nova técnica permite retirar hérnia de disco
Dores nas costas - Hérnia
Dor Lombar
Lesões na musculação
Está faltando mais orientação na musculação - Prevenção de lesões
Encaixe do quadril não existe
Coluna vertebral
Estenose espinhal e artrose na coluna vertebral
Flexibilidade
Hérnia de disco
O que você precisa saber sobre suas costas
Ciática - Irritação e dor no nervo ciático

Exercícios físicos e problemas de coluna como lordose, cifose e escoliose
Desvios posturais e lateralidade podem ser corrigidos com musculação
Boa postura corporal e postura sentada
Lombalgia
Dor nas costas
Degeneração do Disco Intervertebral Lombar



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2006, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Scoliosis" (en.wikipedia.org/wiki/Scoliosis).