Copacabana Runners

Esquistossomose
O que é, como pega, sintomas, diagnóstico e tratamento

Schistosoma mansoni trematodes - CDC

O que é esquistossomose

A esquistossomose é uma doença causada por vermes parasitas. Infecção por Schistosoma mansoni, S. haematobium, e S. japonicum causam a esquistossomose em humanos. 

Em todo o mundo, em torno de 200 milhões de pessoas são infectadas pela esquistossomose.

Como se pega esquistossomose

A infecção ocorre quando a pele entra em contato com água contaminada na qual vivem certos tipos de caracóis que carregam a esquistossomose. A água fica contaminada pelos ovos da Schistosoma quando pessoas infectadas urinam ou defecam nela. Os ovos eclodem e, se certos tipos de caracóis estiverem presentes na água, o parasita cresce e se desenvolve dentro deles. O parasita deixa o caracol e entra na água, onde pode sobreviver por em torno de 48 horas. Os parasitas Schistosoma podem penetrar na pele de pessoas que estão se banhando ou nadando na água contaminada de lagos, canais ou rios. Dentre de semanas o verme cresce dentro dos vasos sanguíneos da pessoa e produzem ovos. Alguns desses ovos viajam até a bexiga ou intestinos e são passados para a urina ou fezes.

Sintomas da esquistossomose

Dentro de dias depois de infectada, a pessoa pode desenvolvem erupções e coceira na pele. Febre, calafrios, tosse e dor muscular podem começar dentro de 1 a 2 meses depois da infecção. A maioria das pessoas não apresenta sintomas na fase inicial da infecção. Os ovos viajam ao fígado ou passam para o intestino ou bexiga, causando inflamação ou cicatrizes. Crianças que são repetidamente infectas podem desenvolver anemia, subnutrição e dificuldades de aprendizado. Depois de anos de infecção o parasita pode danificar o fígado, intestinos, pulmões e bexiga. Em raras ocasiões os ovos podem ser achados no cérebro ou cordão espinhal e causar convulsão, paralisia ou inflamação do cordão espinhal.

O que a pessoa deve fazer se achar que tem esquistossomose

Caso a pessoa ache que tenha esquistossomose deve procurar um médico. Caso tenha viajado para regiões onde a esquistossomose é presente, e teve contato com lagos, canais ou rios, deve descrever em detalhes onde e por quanto tempo viajou. Explique que pode ter sido exposto à água contaminada.

Como prevenir a esquistossomose

* Evite nadar em lagos, canais e rios em regiões onde a esquistossomose ocorre. Nadar no oceano e piscinas com cloro é geralmente considerado seguro.
* Certifique-se que a água que bebe é segura. Caso tenha dúvidas, ferva a água por 1 minuto ou a filtre.
* Em regiões com esquistossomose a água de banho deve ser aquecida por 5 minutos a 65°C. Água mantida em caixas d'água por mais de 48 horas pode ser considerada segura para banho.
* Se houver exposição acidental rápida a água potencialmente contaminada, secar-se vigorosamente com toalha pode ajudar a prevenir que o parasita penetre na pele.

Diagnóstico da esquistossomose

Para diagnóstico da esquistossomose o médico pode pedir teste de fezes ou de urina para checar se a pessoa tem o parasita. Também já foi desenvolvido teste de sangue para detectar esquistossomose. Para resultados mais precisos, a pessoa deve esperar 6 a 8 semanas depois da última exposição à água contaminada antes de fazer o teste de sangue.

Tratamento para esquistossomose

Estão disponíveis remédios seguros e eficientes para o tratamento da esquistossomose. A pessoa em tratamento recebe comprimidos para tomar por 1 ou 2 dias.

Saiba mais:
Disenteria bacteriana e amébica
Síndrome hemolítico-urêmica - O que é, causas, sintomas, tratamento
Escherichia coli
Intoxicação por Salmonela - Salmonelose
Intoxicação Alimentar
Dor abdominal
Difteria
Botulismo
Dor de Barriga
Soro Caseiro
Diarréia em crianças e bebês
Diarréia crônica
Diarréia - Causas, sintomas, tratamento, conduta nutricional
Calafrios - O que são, causas
Ciclo da malária
Sintomas da malária sem complicações e severa
Malária
Febre Amarela
Rotavírus
Febre Tifóide
Enterobíase ou infecção por oxiúros - Sintomas e tratamento
Amarelão ou Ancilostomíase
Verminose por lombriga ou ascaríase
Lombriga e Ascaridíase
Giardíase - Infecção por Giárdia
Amebíase



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2008, Hélio Augusto Ferreira Fontes
Texto: CDC - Center for Disease Control and Prevention