Copacabana Runners

Esquizofrenia - Sintomas

Quais são os sintomas da esquizofrenia

Os sintomas da esquizofrenia se encaixam em três categorias gerais:
* Sintomas positivos. São percepções e pensamentos fora do comum, incluindo alucinações, delírios, desordens do pensamento e do movimento.
* Sintomas negativos. Esses sintomas representam a perda ou diminuição na capacidade de iniciar planos, falar, expressar emoções, e encontrar prazer nas atividades cotidianas. Esses sintomas são difíceis de reconhecer como parte da esquizofrenia, e podem ser confundidos com preguiça ou depressão.
* Sintomas cognitivos. São problemas com atenção, certos tipos de memória, e executar funções que permitem planejar e organizar. Deficiências cognitvas também podem ser difíceis de reconhecer como parte dos sintomas da esquizofrenia, mas são os mais incapacitantes para levar uma vida normal.

Sintomas positivos da esquizofrenia

Os sintomas positivos são comportamentos não encontrados em pessoas saudáveis e geralmente envolvem perda de contato com a realidade. Esses sintomas incluem alucinações, delírios, desordens do pensamento e do movimento. Os sintomas positivos da esquizofrenia podem vir e sumir. Algumas vezes esses sintomas são severos, enquanto as vezes são difíceis de notar, dependendo se a pessoa está recebendo tratamento.

Alucinações como sintoma da esquizofrenia

Uma alucinação é algo que a pessoa vê, escuta, cheira ou sente que não existe. “Vozes” são o tipo mais comum de alucinação. Muitas pessoas com esquizofrenia escutam vozes que podem comentar seu comportamento, ordenar a fazer coisas, alertar de perigos, ou conversar. Pessoas com esquizofrenia podem escutar essas vozes por um longo tempo antes de família e amigos notarem algo errado. Outros tipos de alucinações incluem ver pessoas ou objetos que não estão lá, sentir odores que ninguém mais detecta (embora isso também possa ser sintoma de certos tumores cerebrais), e sentir coisas como dedos invisíveis tocando seu corpo.

Delírios como sintoma da esquizofrenia

Delírios são crenças pessoais falsas que não são parte da cultura da pessoa e não mudam, mesmo que outras pessoas presentes provem que não são verdadeiras nem lógicas. Pessoas com esquizofrenia podem der delírios que são bizarros, como acreditar que o vizinho possa controlar seu comportamento através de ondas magnéticas. Pessoas também podem ter delírios de grandeza e achar que são figuras históricas famosas. Pessoas com esquizofrenia paranóica podem acreditar que outros estão deliberadamente trapaceando, fustigando, envenenando, ou tramando contra elas.

Desordem de pensamento como sintoma da esquizofrenia

Pessoas com esquizofrenia freqüentemente têm processo de pensamento incomum. Uma forma dramática de pensamento desorganizado é quando a pessoa tem dificuldade de organizar seus pensamentos ou conectá-los logicamente. A fala pode ficar enrolada ou difícil de entender. Outra forma de “bloqueio mental” é quando a pessoa pára abruptamente no meio de um pensamento. Quando perguntada, ela diz que sentiu como se o pensamento tivesse sido tirado de sua cabeça.

Desordens na movimentação como sintoma de esquizofrenia

Pessoas com esquizofrenia podem ficar descoordenadas e desajeitadas. Elas também podem exibir movimentos involuntários, caretas e maneirismos incomuns. Pessoas com esquizofrenia podem repetir certos movimentos várias vezes. Em casos extremos a pessoa com esquizofrenia pode ficar catatônica, que é um estado de imobilidade e falta de resposta. A catatonia é mais comum quando o tratamento da esquizofrenia não está disponível.

Sintomas negativos da esquizofrenia

O termo “sintomas negativos” refere-se a reduções nos estados emocionais e comportamentais normais. Esses sintomas podem incluir:
* Falta de expressão facial e voz monótona.
* Falta de prazer em atividade cotidianas.
* Redução na capacidade de iniciar e manter uma atividade planejada.
* Fala pouco freqüente, mesmo quando forçado a interagir.

Pessoas com esquizofrenia muitas vezes negligenciam a higiene básica e precisam de ajuda com atividades cotidianas. Uma vez que os sintomas negativos não são fáceis de identificar como sendo parte de doença psiquiátrica, pessoas com esquizofrenia geralmente são vistas como preguiçosas.

Sintomas cognitivos da esquizofrenia

Os sintomas cognitivos da esquizofrenia são sutis e muitas vezes detectados somente por testes neuropsicológicos. Esses sintomas incluem:
* Capacidade ruim de absorver e interpretar informações e tomar decisões baseadas nelas.
* Incapacidade de manter a atenção.
* Problemas com a capacidade de manter a informação recentemente aprendida na mente e usá-la imediatamente.

Problemas cognitivos geralmente interferem com a capacidade de levar uma vida normal e produtiva. Eles geralmente causam sofrimento emocional.




Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus

Artigos relacionados:
Esquizofrenia - O que é, causas, tratamento
Esquizofrenia - Causas
Paranóia
Alucinação - Alucinações visuais, auditivas - Causas e tratamento
Esquizofrenia paranóide
Esquizofrenia - Tratamento
Distimia e depressão
Depressão e o Desejo Sexual
Depressão - Tipos
Depressão - Sintomas e causas
Depressão - Diagnóstico, tratamento com antidepressivos e psicoterapia
Depressão e Alimentos - Triptofano, Folato, Camomila, Tirosina
Depressão em idosos
Depressão na Terceira Idade
Pedalar diminui ansiedade
Demência
Depressão infantil
Endorfina
Neurotransmissores serotonina, dopamina, noradrenalina e bem-estar
TPM - tensão pré-menstrual
Antidepressivos
Stress
Você sabe lidar com o estresse?
De que modo a corrida afeta o bem-estar psicológico
Gene ligado à depressão Transtorno de déficit de atenção com hiperatividade em adultos
Transtorno de déficit de atenção com hiperatividade em adolescentes
Transtorno de déficit de atenção com hiperatividade - Tratamento
Sintomas de transtorno de déficit de atenção com hiperatividade em crianças
Transtorno de déficit de atenção com hiperatividade
Desenvolvimento da auto-estima
Fobia Social e Fobias Específicas com seus Tipos
Transtorno de ansiedade generalizada
Como tratar e controlar a ansiedade
Tratamento da ansiedade - Remédios e psicoterapia
Ansiedade - Sintomas e tipos
Timidez e Fobia Social
Transtorno de Estresse Pós-traumático
Síndrome da fadiga crônica
Síndrome das Pernas Inquietas
Ataque de Pânico
Ansiedade - Diagnóstico e Tratamento
Clorodiazepóxido
Fluoxetina emagrece? Perda de peso e efeitos colaterais
Fluoxetina - Daforin ou Prozac
Genética da esquizofrenia
Autismo - Perfil cerebral
Síndrome do Pânico - Tratamento, Sintomas
Síndrome do Pânico
Dislexia
Transtorno Bipolar ou Psicose Maníaco Depressiva
Autismo
Lexotan - Bromazepam
Valium ® - Diazepam
Ritalina - Metilfenidato
Sertralina - Zoloft
Lesão cerebral traumática - Trauma no cérebro
Atividade física e uso do cérebro podem regenerar neurônios
Exercícios Físicos e Depressão
Transtorno Obsessivo Compulsivo - TOC
Neurose
Transtorno Bipolar - Sintomas, tratamento
Psicose - Sintomas e tratamento do psicótico
Psicopata e Psicopatia
Psicopatas
Defeitos de Nascença - O que são, chances de ter
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: copyright © 2009 por Helio Augusto Ferreira Fontes
Texto: National Institute of Mental Health (NIMH)