Copacabana Runners

Flatulência - Gases intestinais e estomacias
Remédios para gases intestinais e estomacias, o que é flatulência, causas, tratamento

Intestinos - NIDDK Image Gallery

O que é flatulência

Todas as pessoas têm gases intestinais e estomacais, e os eliminam através de arroto ou pelo reto. Porém, quando a pessoa elimina muitos gases pelo reto pode ser considerada como tendo flatulência. 

Os gases intestinais são feitos principalmente de vapores sem cheiro --- dióxido de carbono, oxigênio, nitrogênio, hidrogênio e algumas vezes metano. 

O odor desagradável da flatulência é decorrente das bactérias no intestino que liberam pequenas quantidades de gases contendo enxofre. Embora ter gases seja comum, sua eliminação pode ser desconfortável e embaraçosa.

O que causa os gases intestinais e estomacais

Os gases intestinais e estomacais vêm de duas fontes:
* Ar engolido.
* Quebra normal de certos alimentos não digeridos por bactérias inofensivas naturalmente presentes no intestino.

Ar engolido e gases intestinais e estomacais

Engolir ar (aerofagia) é uma causa comum de gases estomacais. Todas as pessoas engolem pequenas quantidades de gases quando comem e bebem. Porém, beber ou comer rapidamente, mascar chiclete, fumar ou usar dentaduras frouxas pode fazer com que a pessoa engula mais ar. Arrotar é a forma pela qual a maior parte do ar engolido --- o qual contém nitrogênio, oxigênio e dióxido de carbono --- deixa o estômago. Os gases remanescentes vão para o intestino, onde são parcialmente absorvidos. Uma pequena quantidade de gases viaja através dos intestinos até sair pelo reto.

Quebra normal de alimentos não digeridos e gases intestinais

O corpo não digere e absorve alguns carboidratos no intestino delgado devido à falta de certas enzimas. O alimento não digerido no intestino delgado passa para o intestino grosso, onde bactérias inofensivas o quebra produzindo gases que eventualmente são eliminados pelo reto. Alimentos que produzem gases numa pessoa podem não produzir em outra. O equilíbrio entre tipos de bactérias no intestino pode explicar porque algumas pessoas produzem mais gases do que outras.

Como é o tratamento para flatulência?

A experiência tem mostrado que as formas mais comuns para reduzir o desconforto com gases são mudanças na dieta, tomar remédios e reduzir a quantidade de ar engolido.

Mudanças na dieta

O médico pode orientar a pessoa a comer menor alimentos que causam gases. Entretanto, para algumas pessoas, isso pode significar cortar alimentos saudáveis como frutas, verduras, grãos integrais e laticínios. O médico também pode sugerir limitar alimentos gordurosos para ajudar a esvaziar o estômago mais rapidamente, permitindo que os gases vão para o intestino. Infelizmente a quantidade de gases causados por certos alimentos varia de pessoa para pessoa, então mudanças eficientes na dieta dependem de aprender através de tentativa e erro.

Remédios para gases

Muitos remédios para gases estão disponíveis, incluindo anti-ácidos com simeticona. Enzimas digestivas, com os suplementos de lactase, ajudam a digerir os carboidratos e podem permitir à pessoas comer alimentos que normalmente produzem gases. Alguns antiácidos contêm simeticona, a qual é um agente espumante que junta as bolhas de gás no estômago de modo que elas sejam mais facilmente arrotadas. Porém, esses remédios não têm efeito nos gases intestinais. Beano, um remédio para ajudar a digestão, contém enzima digestiva de açúcar que auxilia a digerir açúcares em feijões e muitos vegetais. Porém, beano não tem efeito em gases provocados por lactose ou fibras.

Reduzir a quantidade de ar engolido

A recomendação para aquele com problemas de arroto é evitar engolir grande quantidade de ar. Isso pode ser feito evitando mascar chiclete, comer mais devagar e checar com o dentista se a dentadura está bem fixa.

Que alimentos causam gases intestinais e estomacais

A maioria dos alimentos que contém carboidratos causam gases. Já as gorduras e proteínas causam poucos gases. Os açúcares que podem causar gases são rafinose, lactose, frutose e sorbitol.

Rafinose. Feijões contêm grandes quantidades desse açúcar complexo. Pequenas quantidades de rafinose também são encontradas em repolho, brócolis, aspargo, grãos integrais e outros vegetais.

Lactose. A lactose é o açúcar natural do leite. Ela está presente em produtos que levam leite e seus derivados.

Frutose. Esse açúcar é naturalmente presente em cebola, alcachofra, pêra e trigo. A frutose também é usada como adoçante.

Sorbitol. O sorbitol é um açúcar naturalmente encontrado em frutas. Ele também é usado como adoçante artificial.

Amido. A maioria dos alimentos com amido --- incluindo batatas, milho, massas e trigo --- produzem gases.

Fibras. Muitos alimentos contêm fibras solúveis e insolúveis. As fibras solúveis produzem mais gases, e são encontradas em feijões, ervilhas, aveia e na maioria das frutas. Já a fibras insolúveis estão presentes principalmente em vegetais.

Saiba mais:
Dores abdominais e estomacais - gases, gravidez, dor constante
Como acabar com gases intestinais - Alimentos que causam
Excesso de gases intestinais e seus sintomas
Barriga tanquinho
Barriga inchada e arrotos
Soluços
Arroto e Arrotos em bebês
Doença celíaca ou alergia ao glúten
Doença celíaca
Adoçantes dietéticos - Sacarina, Aspartame, Frutose, Sucralose
Dicas para como reduzir e perder barriga
Barriguinha lisinha e abdômen definido tanquinho
Intolerância à lactose - O que é, causas, sintomas, controle



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2007 Helio Augusto F. Fontes
Texto: National Digestive Diseases Information Clearinghouse (NDDIC)