Copacabana Runners

Gordura abdominal masculina e feminina - Causas, tratamento, como perder, tratamento e dieta

A gordura abdominal excessiva ocasiona obesidade abdominal, clinicamente conhecida como obesidade central. Gordura abdominal resulta no aumento do tamanho da cintura e tem forte correlação com obesidade central e doença cardiovascular. Gordura visceral, também conhecida com gordura intra-abdominal, está aglomerada entre órgãos internos e o torso, ao contrário da gordura sub-cutânea, que está localizada abaixo da pele, e da gordura intramuscular, que é encontrada espalhada nos músculos esqueléticos. Excesso de gordura visceral é conhecida como obesidade central, na qual o abdômen projeta-se excessivamente. Esse tipo corporal é conhecido como obesidade do tipo maçã, ao contrario da do tipo pêra, na qual a gordura está mais depositada no quadril e nádegas.

Causas da gordura abdominal

A causa imediatada da obesidade é o desequilíbrio energético: o organismo ingere mais calorias do que gasta. Geralmente esse desequilíbrio está correlacionado com dieta de muitas calorias e/ou estilo de vida sedentário. Síndrome de Cushing, uma desordem endócrina, também pode ocasionar obesidade central. Outras causas incluem alguns medicamentos que podem ter como efeito colateral influência na obesidade.

Diagnóstico da obesidade central masculina e feminina

Ainda que a obesidade central possa ser claramente percebida reparando o excesso de gordura abdominal, a sua severidade é determinada tomando medidas da cintura e quadril. Tanto a circunferência absoluta da cintura (>102 cm em homens e >88 cm em mulheres), quanto a relação cintura-quadril (>0,9 para homens e >0,85 para mulheres) são usadas como medidas para a obesidade central masculina e feminina. 

Diagnóstico diferencial inclui distinguir entre obesidade central de ascite (acúmulo de líquido no interior do abdômen) e inchaço intestinal. O aumento da importância do tratamento da obesidade central levou ao desenvolvimento de novos métodos de diagnóstico, como o Índice de Volume Corporal, que mede a forma corporal da pessoa e sua distribuição de peso. 

Risco à saúde do excesso de gordura abdominal

O excesso de gordura abdominal (obesidade central) está associado a maior risco estatístico de doença cardíaca, hipertensão, resistência à insulina, e diabetes tipo 2. Gordura abdominal é um sintoma de síndrome metabólica, e é um indicador de diagnóstico dessa desordem.

Diferenças entre gordura abdominal masculina e feminina

Os hormônios sexuais femininos fazem a gordura ser armazenada nas nádegas, coxas e quadril nas mulheres. Já os homens têm maior probabilidade de ter gordura armazenada na barriga devido às diferenças de hormônios sexuais. Quando a mulher alcança a menopausa e a produção de estrogênio diminui, o acúmulo de gordura pode migrar das nádegas, coxas e quadril para a cintura e então aumentar a quantidade de gordura abdominal. 

Tratamento da gordura abdominal, como perder com medicamentos e prevenção com exercícios e dieta

Praticar exercícios aeróbicos regularmente e ter dieta saudável pode prevenir a obesidade central e perder a gordura abdominal. Tratamento médico para perder gordura abdominal prescrevido por um médico pode incluir os medicamentos orlistat (Xencial) e sibutramina. Na presença de diabetes tipo 2, o médico pode prescrever metformina e tiazolidinedionas como medicamentos. Os tiazolidinedionas podem ocasionar pequeno ganho de peso, mas diminuem a gordura abdominal, e desta forma podem ser prescrevidos para diabetes com obesidade central.

Mito dos exercícios abdominais contra gordura abdominal

Existe um engano comum de que exercícios abdominais são eficientes para perder a gordura abdominal, mas esse não é o caso. Exercícios abdominais são benéficos para fortalecer músculos específicos, mas têm pouco efeito sobre a gordura abdominal.


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Artigos relacionados:
Peso Saudável
Motivos para avaliar a Gordura Abdominal
Prevenção da obesidade
Resistência à insulina
Lipo Light ou Mini Lipo - Modela pequenas imperfeições do corpo
Abdominoplastia - Dermolipectomia abdominal
Redução de intestino
Gastroplastia
Cirurgia de redução de estômago contra a Cirurgia de redução estômago contra a obesidade - Bariátrica
Banda Gástrica
Lipoaspiração para emagrecer?
Cirurgia plástica estética
Bioplastia - plástica sem cortes
Perder peso
Blefaroplastia Redução de intestino
Lipoaspiração
Obesidade - Emagrecimento matemático - Gordura Localizada e Culote
Obesos e Cirurgia de Redução de Estômago
Emagrecedores - Emagrecedor funciona?
Gordura localizada e flacidez
Cirurgia plástica
Lipoaspiração - Riscos e complicações
Lipoaspiração - O que esperar antes e depois da cirurgia
Lipoaspiração - O que é, preços, alternativas
Lipoescultura e Lipoaspiração
Tabela de calorias das frutas
Tabela de calorias dos alimentos
Vigilantes do peso
Lipo - Informações sobre lipoaspiração
Obesidade Mórbida
Riscos da obesidade para a saúde
Tratamento da obesidade
Obesidade
Clenbuterol  
Victoza (liraglutida) - Efeitos colaterais
Torsoplastia - Cirúrgica plástica para ex-obesos
Balão Intragástrico
Dieta para perder kg
Tabela de peso ideal pelo IMC
IMC para crianças e adolescentes
Cálculo biliar, alimentação e obesidade
Conseqüências da obesidade
Índice de Massa Corporal - IMC - Peso Saudável e ideal
Tipos de obesidade

Remédios para emagrecer:
Efedrina
Moderadores de apetite - Anorexígenos
Redufim Quitosana
Tak 500
Cetilistat - O que é, x Orlistat
Xenical - Orlistat
Sibutramina
Rimonabanto - Acomplia
Fentermina - Supressor de apetite
Femproporex
Dietilpropiona - Anfepramona
Sibutramina - Efeitos colaterais, bula e dosagem
Mazindol
Anorexígenos ou anoréxicos - Lista, medicamentos, naturais
Fórmulas para emagrecer
Fucus vesiculosus
Desobesi-M
Cassiolamina
Dualid S
Plenty - Cloridrato monohidratado de sibutramina
Advantra Z - Sinefrina e Laranja-amarga (Citrus aurantium)
Remédios para emagrecer aprovados
Vazy ®
Faseolamina

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2008, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Abdominal_obesity" (en.wikipedia.org/wiki/Abdominal_obesity).