Copacabana Runners

Insuficiência renal e doenças nos rins

Mulher fazendo diálise - NIDDK Image Gallery

Tipos de insuficiência renal 

Insuficiência renal aguda
Alguns problemas renais aparecem rapidamente, como os decorrentes de acidente que lesiona os rins. Perder muito sangue pode causar insuficiência renal aguda. Alguns medicamentos e venenos também podem fazer os rins pararem de funcionar. Essa queda abrupta na função renal é chamada insuficiência renal aguda, a qual pode ocasionar perda permanente do funcionamento dos rins. Porém, se os rins não forem seriamente danificados, a insuficiência renal aguda pode ser revertida.

Insuficiência renal crônica
A maioria dos problemas renais aparece lentamente. A pessoa pode ter uma doença renal silenciosa por anos. Perda gradual da função renal é chamada insuficiência renal crônica. Pacientes com insuficiência renal crônica podem progredir até a insuficiência renal permanente. Eles também têm maior probabilidade de morrer de derrame e ataque cardíaco.

Doença renal em estágio final
Insuficiência renal quase total e permanente é chamada doença renal em estágio final. Pessoas com doença renal em estágio final precisam de transplante de rim ou diálise para permanecerem vivas.

O que é função renal

A equipe médica pode dizer como os rins trabalham referindo-se à função renal. Quando a pessoa tem dois rins saudáveis, ela tem 100% da função renal. Isso é mais do que o realmente é necessário. Pessoas que nasceram com apenas um rim são capazes de levar vida normal e saudável. Muitas pessoas doam um rim para transplante em amigo ou familiar. Declínios pequenos na função renal geralmente não causam problemas, porém muitas pessoas com diminuição na função renal têm uma doença nos rins que pode piorar. A pessoa terá sérios problemas de saúde caso tenha menos de 25% da função renal. Neste caso, diz-se que a pessoa está com insuficiência renal. Caso a função renal caia abaixo de 10-15%, a pessoa não consegue viver sem diálise ou transplante de rim.

Causas da insuficiência renal

As causas mais comuns de insuficiência renal são diabetes e pressão alta. Caso a família tenha histórico de problemas nos rins, a pessoa pode apresentar risco para doenças renais.

Nefropatia diabética e insuficiência renal
A diabetes é uma doença que impede que o corpo use glicose como deveria. Se a glicose permanecer no sangue ao invés de ser quebrada, ela pode atuar como um veneno. Dano aos rins decorrentes de glicose não usada é chamado nefropatia diabética. A pessoa pode prevenir a nefropatia diabética mantendo os níveis de glicose nos sangue baixos.

Pressão alta e insuficiência renal
Pressão alta pode danificar pequenos vasos sanguíneos nos rins. Esses vasos danificados não podem filtrar o sangue como deveriam. É recomendado ao pessoas com diabetes ou função renal reduzida manter a pressão sanguínea entre 130/80 mm Hg.

Doenças glomerulares e insuficiência renal
Vários tipos diferentes de doenças renais são agrupadas nessa categoria, incluindo doenças auto-imunes, infecciosas e escleróticas. As doenças glomerulares atacam pequenos vasos sanguíneos dentro dos rins e podem lentamente destruir a função renal. 

Doenças renais congênitas e herdadas
Algumas doenças renais resultam de fatores hereditários. Doença do rim policístico, por exemplo, é uma desordem genética na qual muitos cistos crescem nos rins. Esses cistos podem lentamente substituir muito da massa do rim, reduzindo sua função e ocasionando insuficiência renal. Alguns problemas renais podem aparecer quando a bebê ainda está se desenvolvendo no útero. Os sinais de doença renal em crianças podem variar. A criança pode crescer com lentidão anormal ou vomitar freqüentemente. Algumas doenças renais podem permanecer silenciosas por meses ou até anos. Algumas doenças renais hereditárias podem não ser detectadas até que a pessoa esteja adulta, porém com o avanço da tecnologia de diagnóstico os médicos estão capazes de fazer a detecção cada vez mais cedo.

Outras causas de doença renal
Envenenamento e trauma podem ocasionar doença renal. Alguns remédios podem ser venenosos aos rins se tomados regularmente por longo período de tempo. Caso a pessoa tome analgésicos regularmente ela deve consultar um médico para saber se não está pondo seus rins em risco.

Sinais e sintomas de doenças renais

As pessoas nos primeiros estágios de doença renal geralmente não se sentem doentes. À medida que a doença fica pior, a pessoa pode ter necessidade de urinar mais freqüentemente ou com menos freqüência. A pessoa pode se sentir cansada, perder o apetite ou experimentar náusea e vômito. As mãos podem inchar ou ficar entorpecidas. A pessoa também pode se sentir sonolenta e com problemas de concentração. A pele pode ficar escurecida e aparecer câimbras musculares.

Testes para diagnosticar insuficiência renal e doença nos rins

Uma vez que a pessoa pode ter doença renal sem apresentar sintomas, o médico pode detectá-la através de testes rotineiros de sangue e urina. Podem ser feitos três testes simples em conjunto para detectar doença renal:
* Medida de pressão sanguínea, uma vez que a pressão alta pode ocasionar doença renal ou ser um sinal que ela já existe.
* Teste para microalbuminúria e proteinuria, que encontram sinais de que a função renal já está prejudicada.
* Teste de taxa de filtragem glomerular baseado na medida de creatinina. Esse teste indica a eficiência que os rins filtram os dejetos do sangue. O sangue será testado para verificar a quantidade de creatinina. Quando os rins não estão trabalhando bem, creatinina pode se acumular no sangue. 

Informação adicional sobre a função renal pode ser obtida pelo teste de nitrogênio-uréia no sangue.

O que uma pessoa com insuficiência renal pode fazer

Infelizmente, doença renal crônica geralmente não pode ser curada. Porém, se ela estiver nos estágios iniciais, a pessoa pode ser capaz de fazer seus rins durarem mais ao tomar certas medidas:
* Caso tenha diabetes, a pessoa deve observar de perto a glicose no sangue para mantê-la sob controle.
* Deve-se evitar analgésicos que pode piorar a doença renal. Consulte um médico antes de tomar qualquer remédio.
* Caso fume, deve tente parar de fumar.

Insuficiência renal e controle da pressão alta

Pessoas com insuficiência renal devem ter a pressão sanguínea controlada, muitas vezes através de medicamentos. 

Insuficiência renal e dieta

Pessoas com insuficiência renal precisam estar cientes que muitas partes de uma dieta normal podem acelerar a perda da função renal. Alguns médicos orientam os pacientes com insuficiência renal a limitar a quantidade de proteína ingerida, porém não se pode eliminar as proteínas completamente. Outro problema que pode estar associado à insuficiência renal é alta taxa de colesterol no sangue. Uma dieta rica em gorduras pode ocasionar elevação da taxa de colesterol. O sódio pode elevar a pressão sanguínea, então o paciente pode ter que limitar a sua ingestão. Pacientes com insuficiência renal também podem ter problema para eliminar o potássio, que está presente em muitas frutas e vegetais. O paciente pode precisar de um nutricionista para encontrar um plano de alimentação adequada.



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus

Artigos relacionados:
Doença renal crônica - O que é, causas, fatores de risco, prevenção
Doença renal - Sintomas e diagnóstico
Doença renal - Tratamento
Insuficiência renal crônica
Pedra nos rins - Cálculo renal
Cistite intersticial - Tratamentos, medicamento, sintomas
Cistite
Vulvodínia - Causas, sintomas, tratamento
Vaginose bacteriana - Sintomas, tratamento
Infecção urinária em mulheres
Infecção urinária em crianças
Remédio e tratamento para infecção urinária em crianças
Pielonefrite ou Infecção nos Rins - Tratamento, sintomas, causas
Retenção urinária - Sintomas e diagnóstico
Retenção urinária - Tratamento
Retenção urinária aguda e crônica - O que é, causas
Infecção urinária - Tratamento e Diagnóstico
Estenose uretral - Sintomas e causas
Infecção urinária - Sintomas e causas
Infecção urinária
Incontinência urinária infantil
Incontinência urinária - Perda de controle da bexiga
Toxoplasmose na gravidez
Toxoplasmose
Infecção Alimentar
Cálculo renal ou pedras nos rins
Cálculos da Vesícula
Creatinina
Radiografia médica - Usos, riscos e benefícios do raio-x
Tomografia Computadorizada
Ultrasom Terapêutico e Fisioterapia
Ultra-sonografia
Gripe suína ou Influenza por vírus H1N1
Gripe suína
Malária
Febre Amarela
Leishmaniose visceral e cutânea
Doença do Sono - Tripanossomíase africana e trypanossoma
Doença de Chagas - Transmissão pelo barbeiro, diagnóstico
Doença de Chagas
Dengue
Vitamina D - Fontes, alimentos ricos, deficiência, excesso, importância
Febre
Hepatite C
Esteatose hepática não-alcoólica - O que é
Esteatose hepática não-alcoólica - Sintomas e causas
Esteatose hepática não-alcoólica - Tratamento
Fígado gorduroso ou gordura no fígado - Causas, sintomas e tratamento
Insuficiência Hepática Crônica e Aguda
Cirrose hepática e problemas no fígado
Hepatite A, B, não A não B, C, D, E, virais, por drogas, autoimune
Dores nas costas
Uréia - Teste uréia sérica e uremia
Proteinúria e teste para doença renal
Insuficiência renal aguda
Ascite ou barriga d'água - Causas, tratamento
Diuréticos
Insuficiência cardíaca
Desidratação, Calor e Exercícios Físicos
Desidratação
Proteínas e Aminoácidos
Comer menos sal e sódio - Dieta hiposódica
C
alorias
Sais minerais
Hemodiálise
Vômito e Náusea
Cãimbras musculares
Hemograma
Fumo passivo e problemas de saúde
Dicas para parar de fumar
Dieta para baixar o colesterol
Glicose no sangue
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2009, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Texto: National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases e National Institutes of Health