Copacabana Runners

Menopausa
Tratamento, perda óssea, histerectomia, pós-menopausa

Ovário - Women's Health

O que é menopausa

A menopausa é quando os ciclos menstruais param e a mulher não pode mais engravidar. Menopausa é uma mudança normal no corpo da mulher. Só se sabe se a mulher atingiu a menopausa quando ela não teve ciclos menstruais por 12 meses seguidos (e não há outras causas para isso como gravidez ou doença). A menopausa acontece para a maioria das mulheres depois de 45 anos de idade.

Nos anos anteriores à menopausa os ovários lentamente fazem cada vez menos hormônios estrogênio e progesterona. A mulher pode não ficar ciente das mudanças acontecendo em seu corpo, ou pode apresentar sintomas à medida que fica perto da menopausa. Muitas mulheres se perguntam se esses sintomas são normais e ficam confusas em como tratá-los.

PUBLICIDADE

A mulher pode se sentir melhor aprendendo tudo o que puder sobre a menopausa e conversando com o médico sobre sua saúde e sintomas. Se os sintomas da menopausa estiverem causando desconforto ou preocupação, o médico pode discutir com a paciente as opções de tratamento disponíveis.

Sintomas da menopausa

A menopausa afeta cada mulher de forma diferente. O único sintoma pode ser o fim dos ciclos mentruais. Porém, pode-se ter outros sintomas também. Muitos sintomas dessa época da vida acontecem porque a mulher está envelhecendo, porém outros são decorrentes da menopausa. Nem sempre é possível saber se os sintomas estão relacionados ao envelhecimento, à menopausa, ou a ambos. 

PUBLICIDADE

Alguns sintomas que a mulher pode experimentar à medida que fica perto da menopausa incluem:
* Alterações nos padrões dos ciclos menstruais.
* Ondas de calor.
* Sudorese noturna.
* Problemas para dormir à noite.
* Secura vaginal.
* Alterações de humor.
* Problemas de concentração.
* Perda de cabelos, raleamento capilar, ou mais pêlos na face.

Menopausa e perda óssea

Tanto homens como mulheres têm perda óssea à medida que envelhecem. Porém, a queda nos níveis de estrogênio na época da menopausa também ocasiona perda óssea em mulheres. Estrogênio ajuda a construir e manter os ossos. Depois da menopausa, a perda óssea se acelera por vários anos, à medida que os níveis de estrogênio rapidamente caem. A perda óssea pode fazer que os ossos fiquem fracos e levar à osteoporose.

Tratamento e controle dos sintomas da menopausa

Muitas mulheres não precisam de qualquer tratamento especial para a menopausa. Comer alimentos saudáveis e se manter fisicamente ativa são importantes para se sentir melhor nos anos anteriores e posteriores à menopausa. Porém, algumas mulheres incomodadas pelos sintomas da menopausa podem querer tentar algum tipo de tratamento. Há várias opções de tratamento, incluindo terapia de reposição hormonal, dependendo dos sintomas e outros fatores. A mulher deve conversar com seu médico sobre os riscos e benefícios dos tratamentos.

Atividade física e menopausa

Um estilo de vida ativo pode diminuir o risco de morte prematura decorrente de uma variedade de causas e ajudar a manter um peso saudável. Isso também pode ajudar a melhorar o humor e a dormir melhor. Para adultos de mais idade, atividade física pode melhorar a função mental. 

Os benefícios à saúde são obtidos ao fazer o seguinte cada semana:
* 2 horas e 30 minutos de atividade física aeróbica de intensidade moderada, ou
* 1 hora e 15 minutos de atividade física aeróbica vigorosa, e
* Atividades de fortalecimento muscular em dois ou mais dias da semana.

Pessoas que não são ativas fisicamente devem consultar um médico antes de começar um programa de exercícios físicos

Histerectomia e menopausa

Algumas vezes, mulheres jovens precisam realizar histerectomia para tratar problemas de saúde como endometriose ou câncer. A histerectomia é uma operação para remover o útero. Freqüentemente um ou ambos os ovários são removidos junto com a histerectomia. Se a mulher ainda não alcançou a menopausa, histerectomia cessará os ciclos menstruais. Porém, a mulher alcançará a menopausa apenas se ambos os ovários forem removidos, o que é chamado de menopausa cirúrgica. Uma vez que a menopausa cirúrgica é instantânea, ela pode causar sintomas mais severos do que a menopausa natural.

Mulheres que passaram por histerectomia mas continuaram com ovários não alcançam a menopausa por causa da cirurgia, uma vez que os ovários continuarão a produzir hormônios. Porém, já que o útero foi removido, a mulher não terá mais ciclos menstruais e não poderá mais engravidar. Posteriormente, ela poderá alcançar a menopausa natural.

O que é menopausa precoce

A menopausa é chamada precoce se acontecer antes dos 40 anos de idade. Para algumas mulheres isso pode acontecer naturalmente, podendo ser devido a histórico familiar de menopausa precoce. Para outras mulheres a menopausa precoce é decorrente de tratamentos médicos, como cirurgia nos ovários, quimioterapia ou radioterapia na região pélvica. Mulheres com menopausa prematura têm maior risco de desenvolver osteoporose posteriormente na vida. 

O que é pós-menopausa

A pós-menopausa é definida como a vida após a menopausa. Pós-menopausa começa depois da mulher não ter ciclos menstruais por 12 meses seguidos, seja a menopausa natural ou decorrente de tratamento médico.

Saiba mais:
Menopausa - Sintomas
Menopausa precoce
Idade da menopausa
Osteoporose: O que fazer para diminuir seu risco
Ligadura de trompas
Tratamento da infertilidade - Reprodução assistida, testes, remédios e cirurgia
Endometriose - O que é, sintomas
Endometriose - Gravidez, tratamento, tem cura?
Infertilidade feminina - Causas, diagnóstico e tratamento
Infertilidade
Endometriose
Cólica Menstrual - Dismenorréia
Dicas para mulher com amenorréia
Síndrome da tensão pré-menstrual - TPM
O que é menopausa
Mulher na Menopausa - isoflavonas e nutrição
Exercícios e nossos hormônios - Estrogênio, testosterona
Anovulação
Soja na fitoterapia


PUBLICIDADE




Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2009, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Texto: The Federal Source for Women's Health Information.

VoltarVoltar a mulher corredora