Copacabana Runners

Mononucleose - A doença do beijo

A monucleose, popularmente conhecida como Doença do Beijo, tem sintomas parecidos com os da gripe, mas não possui sintomas respiratórios, vacina ou tratamento antiviral específico. Só um exame aprofundado pode diagnosticá-la.

Nos últimos tempos, sucessos como "Já sei namorar", interpretado pelos Tribalistas, e "Ela só pensa em beijar", gravado por MC Leozinho, ficaram na boca do povo, ilustrando uma realidade cada vez mais forte entre os jovens brasileiros: eles gostam muito de beijar. Que beijar é bom, ninguém discute. Mas é preciso ficar alerta, já que algumas doenças podem ser transmitidas pelo beijo. Uma delas, muito comum, mas pouco conhecida, é a monucleose.

A Doença do Beijo, como é conhecida popularmente, é uma síndrome infecciosa que acomete principalmente indivíduos entre 15 e 25 anos. Ela é causada pelo vírus Epstein-Barr, que atua sobre os linfócitos do organismo. "A doença é freqüentemente confundida com a gripe, por apresentar sintomas como febre alta, odinofagia (dor durante a deglutição dos ali-mentos), tosse, artralgias (dor nas articulações), cansaço, falta de apetite, dor de cabeça, calafrios, desconforto abdominal, vômitos e dores muscu-lares. A mononucleose, no entanto, não apresenta sintomas respiratórios", explica a patologista Flávia Segatto, do Pasteur/Diagnósticos da América.

Cerca de 60% da população adulta tem exame que comprova a infecção prévia, mas a maioria desconhece. "A mononucleose é conhecida como Doença do Beijo não apenas por ser transmitida ao beijar, mas também pelo fato das amídalas ficarem muito hipertrofiadas e quase se tocarem", explica o infectologista Jaime Rocha, também do corpo clínico do Pas-teur/Diagnósticos da América.

Enquanto a gripe possui vacina e tem tratamento antiviral específico, o mesmo não ocorre com a mononucleose. A infecção é controlada pelo próprio organismo depois de duas semanas, mas nesse período pode ser transmitida. "O paciente recupera-se espontaneamente, porém uma pe-quena proporção de doentes necessita de meses. Sendo autolimitada, é uma doença que pode passar sem diagnóstico confirmado caso o paciente não procure serviço médico adequado e faça os exames corretamente", explica Dra. Flávia.

Os efeitos da doença são combatidos com analgésicos e antitérmicos. Como não existe tratamento ou vacinas específicos, não há uma proteção efetiva contra o vírus. Por isso, na época do carnaval ou após grandes eventos, é possível notar um aumento de casos da doença. "A eliminação do vírus ocorre principalmente pela saliva do paciente sintomático, mas mesmo pacientes completamente assintomáticos podem ser fonte de contágio", lembra Dr. Jaime.


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:




Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus

Artigos relacionados:
Higiene Bucal
Namoro Saudável
Meningite viral e bacteriana
Placa bacteriana e Tártaro
Escovar os dentes - Escova de dente
Periodontite e Gengivite - Doença periodontal e inflamação na gengiva
Doença periodontal - Sintomas, diagnóstico e tratamento
Doença periodontal - Gengivite e periodontite
Gengivite
Pasta de dente - pastas
Fio Dental
Terapia com flúor para os dentes
Cárie
Glossite - Sintomas, causas, tratamento e prevenção da inflamação ou infecção na língua
AIDS, vírus HIV e problemas na boca
Câncer oral - de boca ou faringe
Afta - Estomatite aftóide, causas de aftas e tratamento
Puberdade precoce masculina e feminina - Causas, sinais, tratamento
Como beijar de língua - Técnicas e dicas de como beijar na boca
Sarcoma de Kaposi epidêmico e AIDS
Sarcoma de Kaposi - Diagnóstico e tratamento
Coito Interrompido
Métodos anticoncepcionais - Contraceptivos e informação
Os perigos do beijo na boca - Gengivite, AIDS, cárie, herpes
Síndrome da fadiga crônica
Candidíase oral - Sapinho em crianças
Doenças sexualmente transmissíveis - DST
Herpes simplex - Labial, neonatal, genital, tipo 1 e 2 - Sintomas
Herpes genital - Sintomas, tratamento

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Empresa: AGENCIA ATHENA
Fone: (61) 3326-2066
E-mail: agenciaathena@terra.com.br
Fax: (61) 3326-2066 
Contato: CARLA FURTADO