Copacabana Runners

Musculação melhora a flexibilidade

Musculação de Lyen Wong - Foto de Kolja Platen

O que não falta numa sala de musculação são mitos e um deles se refere à flexibilidade. O treinamento de força diminui essa valência física? Para quem faz musculação é bom ou ruim fazer alongamento? Vamos aos fatos.

Em primeiro lugar, somente a falta de exercício pode provocar diminuição da flexibilidade. Se não usa atrofia.

Qualquer atividade física exige uma mobilidade articular mínima. O sujeito sedentário quando passa a praticar um exercício qualquer começa a forçar naturalmente novos limites de amplitude. Quem apenas caminhava e resolve começar a correr impõe naturalmente uma amplitude maior nas passadas. Isso não é lógico? Da mesma forma, o exercício com peso aumenta a flexibilidade articular de quem tinha alguma limitação pela falta de uso. Vai até o ponto de conforto, força um pouquinho até um dia chegar no limite genético. 

Quem tem uma flexibilidade normal, o exercício com peso não diminui essa qualidade física. Infelizmente parece que não são poucas as pessoas crentes nessa teoria e sem razão. As provas contra isso não são novas e vários especialistas já demonstraram que o treinamento com pesos maiores não provoca a diminuição da flexibilidade mesmo em programas direcionados à hipertrofia muscular. A dúvida reside nas hipertrofias exageradas onde o tamanho de determinados músculos ultrapassam a capacidade de mobilidade articular. Ou seja, o músculo cresce tanto a ponto de não caber mais na sua cápsula articular prejudicando os movimentos normais porque os tendões não crescem ficando sobrecarregados o tempo todo gerando lesões sucessivas. Geralmente são casos onde há envolvimento com anabolizantes

A musculação quando voltada para a qualidade de vida aumenta a quantidade de tecido conjuntivo, tecido esse que recobre as fibras musculares, são viscosos e elásticos. Se aplicarmos uma determinada força num músculo mais forte e a mesma força for aplicada no músculo não treinado, o primeiro alonga mais. Existem trabalhos mostrando que até mesmo levantadores olímpicos têm flexibilidade acima da média. Além disso, já é bem estabelecido que o treinamento de força melhora a coordenação intramuscular, e isso também tem a ver com a flexibilidade. A olhos vistos, o ginasta olímpico é mais flexível e forte. Como eles adquirem toda aquela massa muscular e tão elástica?

Claro, além da musculação, o treinamento deles é acompanhado de muitas seções visando flexibilidade.

Se a hipertrofia encurtasse o músculo como predomina o mito, por mais alongamento que fizessem, não conseguiriam aumentar a flexibilidade porque a musculação seria um treinamento oposto ao alongamento. Não acham?

Devemos levar em conta também, as limitações genéticas de qualquer população de controle. Em atletas ou não a gente sempre vai encontrar pessoas que mesmo sem treinamento alongam mais e outras bem menos. 

Portanto, aí vão algumas dicas para uma musculação inteligente. 

1) Siga um planejamento bem estruturado prescrito por profissionais habilitados. 

2) Inclua pelo menos uma aula por semana só de alongamento visando melhorar a flexibilidade. 

3) Procure fazer os exercícios usando todo o arco articular. 

4) Inicie todos, ou quase todos os exercícios partindo da pré-extensão, a menos que isso provoque dor na articulação. 

5) Faça alongamento simples após cada série. Isso não gasta tempo e pode ser feito entre uma série e outra. 

6) Procure fazer um trabalho harmonioso desenvolvendo a musculatura anterior e posterior. 

7) Procure corrigir os possíveis desvios posturais e ou musculares com exercícios específicos. 

8) Evite exercícios para os quais não esteja preparado ou não possa por algum motivo fazer. Não existe exercício proibido, existem pessoas que podem fazer. 

9) Siga uma evolução lenta, gradual e progressiva. 

10) Respeite os tempos de descansos programados, tanto entre as séries como de um treino para outro.

É preciso levar em conta que hoje a musculação tem grande importância na prevenção de doenças cardiovasculares, osteoporose, atrofias musculares, obesidade, perda de massa muscular relacionada à idade interferindo favoravelmente nas atividades funcionais entre outras. Entre muitas atividades físicas a musculação profissionalmente orientada tem índice muito baixo de lesões. Infelizmente sobram mitos do tipo: a musculação deixa o sujeito todo duro, impotente, masculiniza a mulher e etc. Falta é informação.

Saiba mais:
Musculação
Aeróbios antes ou depois da musculação?
Musculação para a criança e adolescente
Idosos obesos procuram a musculação
Mulheres e Músculos - Musculação Feminina e Vigorexia
Musculação feminina - Benefícios para a mulher
Corredores devem fazer musculação?
Combustível da musculação - Proteína, carboidrato e gordura
Exercícios de Musculação para Corredores
Musculação - Treino de força para corredores deve ser o ano todo
Musculação para corredores
Flexibilidade
Maratona: força e flexibilidade
Iniciando na Musculação - O Be-A-Bá
Musculação - Prevenindo Lesões
Musculação - Overtraining, disformia muscular e vigorexia
Lesões nos exercícios de musculação
Métodos de Alongamento
Alongamento antes ou depois da musculação - Ajuda ou atrapalha?
Alongamentos ajudam a performance do corredor?





Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Para refletir:
Quando nascemos o corpo parece frágil e é todo flexível, quando morremos o corpo fica duro e inflexível. O flexível representa a vida, o inflexível representa a morte. Os galhos de árvores flexíveis se curvam ao vento forte e não caem, as secas e inflexíveis são derrubadas. Pessoas evoluídas são flexíveis em casa, no trabalho e em qualquer lugar vencendo os arrogantes. As inflexíveis criam conflito social e ficam isoladas. Moraes 2008.

Cartas para: lcmoraes@compuland.com.br 
Luiz Carlos de Moraes CREF1 RJ 003529 -
www.noticiasdocorpo.com.br

comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Créditos:
Texto copyright © 2007 por Luiz Carlos de Moraes CREF/1 RJ 003529
lcmoraes@petrobras.com.br | lcmoraes@compuland.com.br  
Visite www.noticiasdocorpo.com.br
Luiz Carlos de Moraes CREF/1 RJ 3529

Para Refletir: Quem muito explica pode levantar suspeitas e se afundar cada vez mais.
Sobre a Ética – Dizem que quem é bom já nasce feito, mas precisa ser polido. Ou seja, receber educação adequada ao meio social escolhido para viver.
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar: