Pedra nos rins - Cálculo renal

Dor nas costas - NIH

O que é pedra nos rins ou cálculo renal ?

Pedra nos rins, também conhecida como cálculo renal, são cristais de minerais dissolvidos na urina encontrada nos rins ou uretra. As pedras variam de tamanho, desde tão pequenas quanto grãos de areia até grandes como uma bola de golfe.   

PUBLICIDADE

Geralmente o cálculo renal deixa o corpo através do fluxo de urina, porém se crescer muito ele pode obstruir a uretra e a distensão com urina causa dor severa.

Existe crença popular que o consumo grande de cálcio pode agravar o desenvolvimento de pedra nos rins, uma vez que o tipo mais comum é oxalato de cálcio. Porém, acumulou-se forte evidência demonstrando que dietas com pouco cálcio estavam associadas a maior risco de pedra nos rins.  

Outros exemplos de pedra nos rins incluem estruvita (magnésio, amônia e fosfato), ácido úrico, fosfato de cálcio e cistina (aminoácido encontrado somente em pessoas sofrendo de cistinuria). A formação de pedras de estruvita está associada à presença de bactérias que podem partir a uréia em amônia, sendo que a mais comum é a Proteus mirabilis.

Sintomas da pedra nos rins

Pedra nos rins geralmente é assintomática até obstruir o fluxo de urina. Os sintomas podem incluir dor aguda no flanco (cólica renal), náusea, vômito, hematúria e possivelmente febre em caso de infecção. Cólica renal aguda é descrita como um dos piores tipos de dores, mas há pessoas que não apresentam sintomas até que a urina fique com sangue. A quantidade de sangue pode não ser suficiente para ser vista, desta forma o primeiro sinal seria hematúria microscópica, na qual as células vermelhas só podem ser detectadas em teste microscópico de urina.  

PUBLICIDADE

Tratamento da pedra nos rins

Pedra de menos de 5 milímetros tipicamente é eliminada espontaneamente, com diclofenaco geralmente provendo alívio à dor. Porém, a maioria das pedras maiores que 6 milímetros requerem alguma forma de intervenção, especialmente se estiverem causando obstrução e infecção no trato urinário. Muitas vezes, Ondas de Choque Extracorpóreas Litotripsia podem ser usadas. Em outros casos, é necessário algum procedimento invasivo.

Prevenção secundária do cálculo renal

Estratégias preventivas contra pedra nos rins incluem modificações na dieta, e algumas vezes o uso de medicamentos, como por exemplo: 

* Beber bastante água para produzir de 2 a 2,5 litros de urina por dia.
* Dieta com pouco consumo de proteína, nitrogênio e sódio.
* É recomendada a restrição de alimentos ricos em oxalato e o consumo adequado de sódio na dieta. Não há evidência convincente que suplementos de cálcio elevem o risco de formação de pedra nos rins.
* Utilização de medicamentos com orientação médica dependendo da causa da formação da pedra nos rins.

Saiba mais:
Cálculo renal ou pedras nos rins - Causas, sintomas, tratamento
Água: importante e esquecida
Ácido Úrico e Problemas de Saúde
Sangue na urina ou hematúria
Hipercalcemia - O que é, sinais, sintomas e causas
Gota: causas, sintomas e tratamento
Prevenindo pedra nos rins


PUBLICIDADE




 

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


 
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Renal calculi" (en.wikipedia.org/wiki/Renal_calculi).