Copacabana Runners

Intensidade de exercício para queimar gordura

Pergunta: 
Qual é a intensidade de exercício ideal para queimar gordura, emagrecer e livrar-se das gorduras

Pessoas caminhando - CDC

Resposta do Professor Luis Tavares

Se o objetivo é emagrecer, com certeza devemos treinar com baixa intensidade com 50% a 60% da freqüência cardíaca máxima, pois nessa intensidade evitaremos de queimar glicogênio e entrará em combustão primeiramente a gordura como fonte de energia. 

Muitas pessoas acham que treinando forte e suando mais, estamos emagrecendo mais rápido e até chegam a usar plásticos envolvidos ao corpo para transpirar mais. São métodos totalmente errados que fazem perder somente água, alem de poder levar a uma exaustão e até complicação de saúde.

Professor Luis Tavares
Telefone: (11)3159-8456 - e-mail: e.c.tavares@uol.com.br - site: http://www.ectavares.com.br



Resposta do Professor Carlos Gomes Ventura

A intensidade ideal de exercícios para emagrecimento não deve ser popularizada, tampouco valorizada.

O que importa é a carga de exercício e sua intensidade que favoreça a boa condição da saúde.

O emagrecimento visa controle do peso deve ser feito com orientação médica, educação alimentar através da mudança de hábitos, objetivando a melhoria das condições gerais - cardiovasculares, respiratória, etc.

Cada pessoa tem uma estrutura física compatível com seu arcabouço ósseo, portanto programas padronizados não respeita as particularidades de cada um.

A mídia e o marketing de vendas valoriza imagens e modelos não muito condizente com as características da população.

Hoje um lutador de Sumo ou um halterofilista, mesmo um atleta de arremessos e lançamentos estão fora do padrão estético imposto pela mídia. Não deve existir um padrão para todas as pessoas. Cada ser humano é um universo e deve ser tratado individualmente. 

Normalmente a carga aeróbia freqüente e de baixa freqüência cardíaca promove a redução de tecido adiposo (gorduras).

Carlos Gomes Ventura
Telefone: (11)3686-5384 - e-mail: cgventura@uol.com.br




Resposta do Professor Luis Antônio Sturian

Essa pergunta parece simples, mas acaba sendo complexa: "cada-um-é-cada-um"!!!! Acabei contando uma estória para chegar na conclusão da minha opinião, e um assunto que vivo diariamente na minha academia e nos treinamentos.

Quando corri a Maratona de New York City em 98, fui com dois alunos médicos, um cardiologista e outro ortopedista. Cada um teve um teve a sua dificuldade, inclusive "eu" que fiz 3:31:53, corri com uma máquina fotográfica na mão, registrando tudo o que via de interessante, até as bandinhas de música pelo caminho.

Escrevo isso porque meu amigo e aluno ortopedista estava acima do peso, fazia regularmente de 10 a 15 km diários, longo no final de semana e não conseguia baixar o peso, era "barrigudinho". É certo que ele tinha uma vida desregrada no trabalho, plantão em Hospital, consultório e horários totalmente desregulados quanto à alimentação e descanso. E o outro cardiologista também médico e atarefado, mas não teve esse problema, este fez 3:29:30 e o ortopedista 4:10:26. 

Como tenho academia e vivo esse dia-a-dia, vejo muita gente buscando o emagrecimento a qualquer custo, uns fazem de duas a três horas de exercício na academia e continuam da mesma forma, igual o médico que citei acima!!!!

Dou mais dois exemplos. 
1º.- As maiorias dos pedreiros são todos gordinhos e "barrigudinhos"!!!
2º.- Vejam que muitos carteiros também são pesadinhos!!!
Muitos pedreiros, corredores, carteiros e alunos de academia são todos fortes, e mesmo com muita atividade física diária, continuam acima do peso ou não atingem seus objetivos.

Os exemplos acima refletem minhas experiências como professor, corredor amador e proprietário de academia desde 1986, são para chegar numa simples conclusão, 

- A INTENSIDADE DO TREINAMENTO TEM TUDO A VER COM O EMAGRECIMENTO; nesse caso, minha opinião é diferente das pesquisas que mostram que o emagrecimento e queima de gorduras tem que ter atividades aeróbicas longas, de baixa e média intensidade, como na fórmula de Karvonnem 220-idade x 60%/70% do esforço, sendo ideal para emagrecimento, muitos alunos de academia não conseguem emagrecer dessa forma!!!.

Posso lhes dizer isso porque tive as experiências com alunos e corredores, como o ortopedista citado acima., ele rodava longos cerca de 20 km nos finais de semana e nos dias da semana de 10 a 15 km diários, mas não tinha intensidade.

Isso tudo indica que os treinos mais intensos emagrecem mais, tiros de velocidade variados, ritmos mais fortes aumentam a ventilação, conseqüentemente aumenta o gasto calórico, "mas nem todos podem sair fazendo isso sem critério"!!! Precisa de orientação profissional.

Outra coisa de maior importância que a intensidade para o emagrecimento é a "DIETA". A alimentação está mais ligada ao emagrecimento que o próprio treinamento. Poderia "puxar a sardinha" para o nosso lado, mas não é o caso, é simplesmente uma conta de matemática: 
· CONSUMO MAIOR (ingerir alimentos) x GASTO CALÓRICO DIÁRIO (exercícios/atividades);
· Quem consome mais x gasta menos = "ARMAZENA MAIS GORDURA"; 
· Se consumir menos x gastar mais = "REDUZ O DEPÓSITO DE GORDURA".

Portanto, a conclusão final é que as duas coisas caminham "lado-a-lado", sendo a qualidade da alimentação muito importante. E quem faz os dois é um "Schumacher na vida, está sempre no podium e na pole-position"!!!! É VENCEDOR (A).... Disse no início que o assunto é complexo: "disciplina e aplicação", a maioria não consegue isso!!!

Luis Antônio Sturian
Tel.:(19) 3434-2545 - e-mail: voutreinar@voutreinar.com.br - site: www.voutreinar.com.br



Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Saiba mais:
Perca gordura da forma segura e permanente
Transpirar muito faz queimar mais calorias?
Qual deve ser a duração do treino de corrida para emagrecer
Verdades sobre a gordura para corredores
Corredores fundistas precisam ser muito magros?
Sessões intensas e curtas de atividades físicas ou exercícios moderados e de maior duração?
Caminhe! Caminhar ajuda a emagrecer e melhorar o condicionamento cardiovascular

VoltarVoltar