Copacabana Runners

Respiração e a corrida

Pergunta: Como deve ser a respiração durante a corrida?



Resposta do Professor Luis Tavares

Durante os treinos leves como um trote de aquecimento por exemplo o atleta pode inspirar pelo nariz e soltar pela boca, porém quando se trata de uma corrida de um ritmo mais intenso ou mais demorado esse método já não funciona por causa da necessidade da quantidade de oxigênio para a prática da corrida. O ideal e inspirar pelo nariz e pela boca simultaneamente e soltar pelos dois. 

No começo é meio complicado, mas quando pegar o jeito se torna mais fácil e natural. Se o atleta insistir em inspirar somente pelo nariz em um ritmo mais forte da corrida, alem de cansar mais rapidamente poderá sentir uma forte agulhada ou pressão nas têmporas ( na lateral da cabeça).

Professor Luis Tavares
Telefone: (11)3159-8456 - e-mail: e.c.tavares@uol.com.br 
site: http://www.ectavares.com.br


Resposta do Professor Carlos Gomes Ventura

Esta maravilhosa máquina que é o corpo humano, depende, exclusivamente do oxigênio para o seu bom funcionamento.

No caso de atletas e esportistas em geral não basta o corpo possuir um bom desempenho, o corpo deve ter um ótimo desempenho.

O oxigênio é o principal agente da atividade cardiovascular e sendo assim responsável pela bomba denominada coração, nosso principal músculo.

Temos observado muitos orientadores esportivos solicitando aos seus pupilos, que respirem apenas pelo nariz durante alguma atividade física.

Apenas como lembrança, devemos citar a Locomotiva Humana nosso saudoso EMIL ZATOPECK, que em sua forma estranha e travada de correr, o fazia permanentemente procurando aspirar pela boca a maior quantidade de oxigênio possível.

Tendo a possibilidade de aspirarmos um volume maior de oxigênio pela boca, devemos procurar correr aspirando e expirando pela boca e pelo nariz.

Logicamente devemos treinar nossos atletas orientando-os que procurem usar o sistema respiratório de forma cadenciada, ou seja de forma rítmica, sendo auxiliados nesta orientação, da mesma forma que compassos musicais: 1x1, 2x2, 2x1 2x2, enfim dentro do ritmo que melhor o corredor puder administrar, lembrando-o de que o oxigênio é responsável direto para que evitemos
dores musculares, caimbras, e toda boa performance a ser obtida.

Cumprimento a todos os corredores e leitores do CopacabanaRunners.net

Carlos Gomes Ventura
Telefone: (11)3686-5384 - blog: carlosventura8085.blogspot.com - e-mail: cgventura@uol.com.br

Livro Manual do Corredor - A Grande Pirâmide

Manual do corredor - Carlos Ventura - clique aquiCarlos Ventura é um dos treinadores brasileiros de maior sucesso. Em seu novo livro, Carlão responde às indagações mais comuns entre nós corredores. A sabedoria de décadas de experiência do Carlão são passadas de forma simples e clara para corredores de todos os níveis de performance.
Saiba mais sobre o livro...


Resposta do treinador Nilson Duarte Monteiro

Como deve ser a respiração durante a corrida? Da melhor forma possível, ou seja, captar o máximo de oxigênio, por todos os orifícios do corpo, brincadeira. Era  assim que o meu técnico dizia.

Esse negócio de respirar em corrida é muito complexo, ou simples. Então vejamos; muitos dizem que temos que ter uma respiração compassada junto com o ritmo da corrida, perfeito. Mas como se dá essa respiração? Eu pelo menos falo assim e meus atletas achavam perfeito, "duas inspiração pela boca e pelo nariz ao mesmo tempo e uma expiração pela boca e nariz juntos. Essas duas inspirações se dão praticamente em duas passadas".

Quando me diziam que a inspiração deveria ser feita pelo nariz, pois ele aquece o ar antes de entrar nos pulmões, pois facilitaria a absorção do oxigênio, vi que não procedia, ou melhor, procede, mas quando estamos respirando normalmente, numa corrida é diferente, o organismo, músculos, tudo está precisando de ar e você ficar nessa frescura de inspirar pelo nariz e expirar pela boca, não funciona, eu ficava totalmente esgotado em pouco tempo, além de ficar tonto.

Outro grande detalhe na respiração bem feita é o ritmo de treino. Se o cara começou a treinar hoje e daqui a alguns dias ele quiser aparecer para uma gata que está treinando por perto aumentando o ritmo absurdamente, fatalmente vai ter a famosa "dor do lado", ou mais conhecida como "dor de veado", porquê? Porque o diafragma não está devidamente fortalecido com o sobe e desce da respiração, aí vai travar, tipo uma câimbra. E como fortalecer o diafragma? Seguindo o velho lema do Nilsão, "correr fraco, para depois correr forte", ou seja, o atleta deve ir aumentando gradativamente seu trem de corrida a cada etapa do treinamento/periodização. O treinamento ideal para isso é o fartlek.

Então pessoal esse negócio de respiração é muito complicado de explicar, ou muito fácil de se fazer, deve-se respirar de maneira que você se sinta o mais confortável possível, absorvendo o máximo de ar que puder, ou seja, por todos os orifícios do corpo.

Bons treinos a Todos!


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Mais na web:
Respiração & Performance

VoltarVoltar

Use essa ferramenta abaixo pesquisar nesse site:  

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar: