Copacabana Runners

Pleurisia ou pleurite - O que é, causas, sintomas, tratamento

Pulmões - NIH

O que é pleurisia?

Pleurisia, ou pleurite, é uma inflamação na pleura, uma membrana que consiste em duas grandes camadas finas de tecido. Uma camada envolve o exterior dos pulmões e a outra fica dentro da cavidade peitoral.

Entre as camadas da pleura, há um espaço muito estreito (espaço pleural), que normalmente é preenchido com uma pequena quantidade de fluido. Esse fluido ajuda as duas camadas da pleura a deslizar suavemente à medida que a pessoa respira.

Pleurisia ocorre se as duas camadas da pleura ficarem irritadas ou inflamadas. Uma vez que as camadas têm pouco espaço entre si, elas roçam uma contra a outra sempre que a pessoa respira. Esse atrito pode causar dor.

Quais são as causas da pleurisia

Muitas condições podem causar pleurisia. Infecções virais são provavelmente a causa mais comum. 

Outras causas de pleurisia incluem:
* Infecções bacterianas, como pneumonia e tuberculose, e infecções por fungos ou parasitas.
* Embolia pulmonar, um coágulo sanguíneo que viaja pelos vasos sanguíneos até o pulmão.
* Doenças autoimunes, como lúpus e artrite reumatóide.
* Cânceres, como câncer de pulmão, linfoma, e mesotelioma.
* Cirurgia cardíaca.
* Doenças pulmonares.
* Doença inflamatória intestinal.
* Febre familiar do Mediterrâneo, uma condição herdada que frequentemente causa febre e inchaço no abdômen ou pulmões.

Outras causas de pleurisia incluem lesão no peito, pancreatite, e reações a certos medicamentos. As Reações a medicamentos podem causar uma condição similar ao lúpus. Esses medicamentos incluem procainamida, hidralazina e isoniazida.

Algumas vezes os médicos não conseguem achar a causa da pleurisia.

Sinais e sintomas da pleurisia 

O sintoma principal da pleurisia é uma dor no peito que piora quando respira fundo, tosse ou espirra.

A dor pode permanecer em um local ou se espalhar para os ombros ou costas. Algumas vezes a dor torna-se constante.

Dependendo da causa da pleurisia, a pessoa pode ter outros sintomas, como:
* Falta de ar.
* Tosse.
* Febre e calafrios.
* Perda de peso.

Tratamento da pleurisia

Pleurisia pode ser tratada com procedimentos médicos, medicamentos, e outros métodos. Os objetivos do tratamento são:
* Aliviar os sintomas.
* Remover fluidos, ar ou sangue do espaço pleural (se houver grande quantidade).
* Tratar a condição que esteja causando a pleurisia.

Aliviar os sintomas

Para aliviar os sintomas, seu médico pode recomendar:
* Paracetamol ou medicamentos antiinflamatórios (como ibuprofeno) para controlar a dor.
* Xaropes baseados em codeína para controlar a tosse.
* Respirar fundo e tossir para limpar o muco à medida que a dor melhorar. Isso diminui o risco de desenvolver pneumonia.
* Descanso.

Remover fluidos, ar ou sangue do espaço pleural

Se houver uma grande quantidade de fluidos, ar ou sangue não removida do espaço pleural, pode ser colocada pressão sobre os pulmões ocasionando seu colapso.

Tratar a condição que esteja causando a pleurisia

Uma amostra de fluido removido do espaço pleural pode ser examinada. Isso pode mostrar para o médico a causa do acúmulo de fluidos para que escolha a melhor forma de tratamento.

Se o fluido estiver infectado, o tratamento envolve antibióticos e drenagem dos fluidos. Se o paciente tiver tuberculose ou uma infecção por fungos, o tratamento envolve uso de longo prazo de antibióticos ou medicamentos antifúngicos.

Se tumores na pleura estiverem causando acúmulo de fluidos, depois da drenagem os fluidos podem acumular novamente. Algumas vezes medicamentos antitumorais podem prevenir posterior acúmulo de fluidos. Caso os medicamentos não funcionem, o médico pode selar o espaço pleural em um procedimento chamado pleurodese.

Quimioterapia ou radioterapia também podem ser usados para reduzir o tamanho dos tumores.

Se insuficiência cardíaca estiver causando acúmulo de fluidos, o tratamento geralmente envolve diuréticos e outros medicamentos. 

Derrame pleural

Em alguns casos de pleurisia, excesso de fluidos se acumula no espaço pleural. Isso é chamado derrame pleural. Uma grande quantidade de fluido extra pode pressionar a pleura contra o pulmão até que esse colapse. Isso pode tornar difícil a respiração.

Em alguns casos de derrame pleural, o fluido extra fica infectado e se transforma em um abscesso. Isso é chamado empiema pleural. 

Uma pessoa pode desenvolver derrame pleural mesmo que nunca tenha tido pleurisia. Por exemplo, pneumonia, insuficiência cardíaca, câncer ou embolia pulmonar também podem causar derrame pleural.

Algumas vezes, doença hepática ou renal pode ocasionar acúmulo de fluido no espaço pleural. Asbestose (doença causada pela aeração do pó de amianto), sarcoidose e reações a algunas medicamentos também podem causar derrame pleural.

Saiba mais:
Pneumotórax e hemotórax
Derrame Pleural - O que é, diagnóstico, tratamento
Doenças respiratórias - Sintomas, diagnóstico, tratamento e tipos
Embolia pulmonar
Câncer Pulmonar - O que é, tipos, causas e prevenção
Tuberculose - Causa e infecção
Tosse seca ou produtiva, noturna ou diurna - Tratamento
Tosse - Qual é o remédio?
Insuficiência respiratória - O que é, causas, sintomas, diagnóstico
Pneumonia - Tipos
Pneumonia - O que é, grupos de risco, crianças e idosos
Pressão baixa ou hipotensão - Tipos, causas, sintomas, tratamento
Doença pulmonar obstrutiva crônica - Causas e fatores de risco




 

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2013, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Texto: National Heart Lung and Blood Institute