Copacabana Runners

Pressão baixa ou hipotensão
Tipos, causas, sintomas, tratamento

Homem medindo sua pressão - NIDDK Image Gallery

O que é pressão baixa ou hipotensão

A hipotensão é a pressão baixa. A pressão arterial é a força do sangue contra as paredes das artérias à medida que é bombeado pelo coração. Pressão arterial é medida como sistólica e diastólica. A pressão arterial sistólica é aquela quando o coração bate bombeando o sangue. Pressão arterial diastólica é aquela quando o coração está em descanso entre as batidas. Geralmente a pressão arterial é mostrada com a sistólica na frente da diastólica, como por exemplo 120/80 mmHg. A hipotensão é definida como pressão mais baixa que 90/60 mmHg.

Visão geral da pressão baixa ou hipotensão

A pressão arterial muda durante o dia. Ela cai quando a pessoa dorme e sobe quando acorda. A pressão arterial também pode subir quando a pessoa está excitada, nervosa ou ativa. O corpo é muito sensível a mudanças na pressão arterial. Células especiais nas artérias podem sentir se a pressão começa a subir ou cair. Quando isso acontece, as células acionam o corpo para trazer a pressão de volta ao normal. A maior parte das formas de hipotensão acontece porque o corpo não consegue trazer a pressão de volta ao normal, ou não faz isso rápido o suficiente.

Algumas pessoas têm pressão baixa todo o tempo e podem não apresentar sinais ou sintomas. Em outras pessoas, certas condições ou fatores podem baixar a pressão abaixo do normal. Hipotensão é uma preocupação médica somente se causar sinais e sintomas, como tontura, desmaio ou, em casos extremos, choque.

Tipos de pressão baixa ou hipotensão

Há vários tipos de hipotensão. As pessoas que sempre têm pressão baixa sofrem de hipotensão assintomática crônica. Elas não apresentam sinais e sintomas e não precisam de tratamento. 

Outros tipos de hipotensão ocorrem somente as vezes, quando a pressão cai muito e subitamente. Os sintomas e efeitos variam de moderados a severos. Os três principais tipos de pressão baixa são hipotensão ortostática, hipotensão neuralmente mediada, e hipotensão severa ligada a choque.

Hipotensão ortostática

Esse tipo de pressão baixa ocorre quando a pessoa levanta depois de estar sentada ou deitada. Ela pode fazer a pessoa se sentir tonta ou mesmo desmaiar. Hipotensão ortostática ocorre se o corpo é incapaz de ajustar a pressão e fluxo sanguíneo rápido o suficiente para a mudança de posição. Esse tipo de pressão baixa geralmente dura apenas alguns segundos ou minutos depois de levantar. A pessoa pode precisar sentar ou deitar um pouco enquanto a pressão retorna ao normal. 

Hipotensão ortostática pode ocorrer em pessoas de todas as idades, porém é mais comum em idosos, especialmente aqueles com saúde debilitada. Hipotensão ortostática também pode ser um sintoma de outra condição médica. Algumas pessoas têm hipotensão ortostática, mas também sofrem de pressão alta quando deitadas. Uma forma de hipotensão ortostática se dá com uma queda súbita na pressão depois de uma refeição. 

Hipotensão neuralmente mediada

Na hipotensão neuralmente mediada a pressão cai depois de ficar em pé por longo tempo. Como resultado, a pessoa pode ficar tonta, nauseada ou desmaiar. Esse tipo de pressão baixa também pode ocorrer se a pessoa tiver uma experiência desagradável ou aterrorizante. Hipotensão neuralmente mediada afeta crianças e jovens mais freqüentemente.

Hipotensão severa ligada a choque

O choque é uma condição médica que pode ser fatal na qual a pressão cai tanto que o cérebro, rins e outros órgãos vitais não conseguem sangue suficiente para trabalhar apropriadamente. A pressão cai muito mais em choque do que em outros tipos de hipotensão. Muitos fatores podem causar choque, como perda de muito sangue, certas infecções graves, queimaduras severas, reações alérgicas e envenenamento. Choque pode ser fatal se não tratado imediatamente.

Causas da pressão baixa ou hipotensão

Fatores e condições que atrapalham a capacidade do corpo de controlar a pressão podem causar a hipotensão. Os diferentes tipos de pressão baixa têm diferentes causas.

Causas da hipotensão ortostática

A hipotensão ortostática tem muitas causas. Algumas vezes a combinação de dois ou mais fatores pode causar esse tipo de pressão baixa. Desidratação é a causa mais comum de hipotensão ortostática. Algumas condições médica que aumentam o risco de hipotensão ortostática incluem:
* Condições cardíacas como ataque do coração, doença de válvula cardíaca, bradicardia e insuficiência cardíaca.
* Anemia.
* Infecções graves.
* Condições endócrinas.
* Desordens do sistema nervoso central como Mal de Parkinson.
* Embolia pulmonar.

Hipotensão ortostática pode ocorrer durante a gravidez e geralmente desaparece depois do parto. Idosos também estão mais propensos a ter hipotensão ortostática, principalmente um tipo que acontece depois de refeições. Alguns remédios podem aumentar o risco de hipotensão ortostática.

Causas da hipotensão neuralmente mediada

A hipotensão neuralmente mediada ocorre quando o cérebro e coração não se comunicam apropriadamente. Por exemplo, quando a pessoa fica em pé por muito tempo o sangue começa a se acumular nas pernas. Isso faz a pressão cair. Na hipotensão neuralmente mediada o corpo erroneamente informa ao cérebro que a pressão está alta, e como resposta ele diminui o batimento cardíaco. Isso faz a pressão cair ainda mais causando tontura e outros sintomas.

Causas da hipotensão severa ligada a choque

Muitos fatores e condições podem causar hipotensão severa ligada a choque. Alguns desses fatores também causam hipotensão ortostática. Porém, na hipotensão severa ligada a choque a pressão fica muito baixa e não retorna ao normal por si mesma. O choque é uma emergência médica que deve ser tratada imediatamente. Certas infecções graves podem causar choque. Isso é conhecido como choque séptico, o qual pode ocorrer quando bactéria entra na corrente sanguínea e libera uma toxina que ocasiona queda perigosa na pressão. Uma perda grande de sangue ou fluidos também pode ocasionar choque. Isso é conhecido como choque hipovolêmico. Outra causa de choque é uma diminuição grande na capacidade do coração bombear sangue (em decorrência de ataque cardíaco, arritmia ou embolia pulmonar), o que é conhecido como choque cardiogênico. Outro tipo de choque é decorrente de alargamento extremo das artérias.

Sinais e sintomas de pressão baixa ou hipotensão

Sinais e sintomas da hipotensão ortostática

Os sinais e sintomas da hipotensão ortostática podem acontecer em pouco segundos ou minutos de pé depois que a pessoa estava sentada ou deitada. A pessoa pode sentir como se fosse desmaiar, ou pode de fato desmaiar. Sinais e sintomas incluem:
* Tontura.
* Visão turva.
* Confusão.
* Fraqueza.
* Náusea.

Esses sinais e sintomas vão embora se a pessoa sentar ou deitar por alguns minutos até que a pressão ajuste ao normal.

Sinais e sintomas da hipotensão neuralmente mediada

Os sinais e sintomas da hipotensão neuralmente mediada são similares aos da hipotensão ortostática. Eles ocorrem depois de ficar de pé por muito tempo ou em resposta a uma experiência desagradável ou aterrorizante. A queda de pressão geralmente não dura muito e normaliza depois da pessoa sentar. 

Sinais e sintomas da hipotensão severa ligada a choque

No choque não há fluxo de sangue suficiente para os órgãos principais, incluindo o coração. Os primeiros sinais e sintomas de redução de fluxo sanguíneo ao cérebro incluem tontura, sonolência e confusão. Em idosos o primeiro sintoma pode ser somente confusão. Com o tempo, à medida que o choque piora, a pessoa perde a consciência. Choque é geralmente fatal se não for tratado imediatamente.

Tratamento da pressão baixa ou hipotensão

O tratamento depende do tipo de hipotensão e gravidade dos sinais e sintomas. O objetivo do tratamento é aliviar os sintomas e controlar qualquer condição médica por trás da pressão baixa. Em pessoas saudáveis, a pressão baixa que não apresenta sintomas geralmente não requer tratamento. Caso a pessoa comece a sentir sinais e sintomas de pressão baixa ela deve sentar ou deitar imediatamente. Deve-se procurar elevar os pés acima do nível do coração. Se os sintomas não forem embora rapidamente, deve-se chamar atendimento médico imediatamente.

Saiba mais:
Pressão baixa ou hipotensão - Tratamento e como controlar
Hipotensão ortostática ou postural
Métodos de medida da pressão arterial
Pressão Arterial
Sepse - Neonatal, sintomas, tratamento e choque séptico
Bradicardia
Palpitação cardíaca - Tratamento e diagnóstico
Palpitação cardíaca - Sintomas
Palpitação cardíaca - Causas
Palpitação no coração
Pneumotórax e hemotórax
Pleurisia ou pleurite - O que é, causas, sintomas, tratamento



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2009, Hélio Augusto Ferreira Fontes
Texto: National Heart, Lung and Blood Institute (NHLBI)