Psicose - Sintomas e tratamento do psicótico

Dor de cabeça - NIH SeniorHealth

O que é psicose

O termo psicose vem do grego “psique”, para mente, e “ose”, para condição anormal, significando literalmente condição anormal da mente. Psicose é um termo psiquiátrico genérico para um estado mental freqüentemente descrito como envolvendo perda de contato com a realidade. O indivíduo sofrendo de psicose é chamado psicótico.

O psicótico pode reportar alucinações ou crenças delirantes, e exibir alterações de personalidade e desordem de pensamento. Isso pode ser acompanhado por comportamento incomum ou bizarro, assim como dificuldade com interação social e em levar atividades cotidianas.

Uma grande variedade de doenças do sistema nervoso central, decorrentes tanto de intoxicações externas como doenças fisiológicas internas, podem produzir sintomas de psicose.

PUBLICIDADE

Sinais e sintomas da psicose

O psicótico pode ter um ou mais dos seguintes: alucinações, delírios, ou desordens do pensamento.

Sintomas de alucinação na psicose

Uma alucinação é definida como percepção sensorial na ausência de estímulo externo. Ela é diferente de ilusão, ou distorções perceptivas, as quais são erros na percepção de estímulos externos. Alucinações podem ocorrer em qualquer um dos cinco sentidos e tomar quase qualquer forma, incluindo desde simples sensações até experiências mais complexas como ver e interagir com animais, escutar vozes e ter sensações táteis complexas.

PUBLICIDADE

Alucinações de audição, particularmente experiências de escutar vozes, são comuns na psicose. Vozes de alucinação podem falar sobre ou para o psicótico, e podem envolver vários locutores com personalidades distintas. Alucinações de audição tendem a ser particularmente pertubadoras quando são depreciativas, comandantes, ou preocupantes.

Sintomas de delírio na psicose

A psicose pode envolver crenças delirantes, algumas das quais de natureza paranóica. Karl Jaspers classificou os delírios psicóticos em tipos primário e secundário. Os delírios primários são definidos como de aparecimento súbito e não compreensíveis em termos de processo mental normal. Os delírios secundários podem ser compreendidos com sendo influenciados pela formação da pessoa e situação atual.

Sintomas de desordem do pensamento na psicose

Desordens de pensamento descrevem um distúrbio subordinado ao pensamento e são classificadas principalmente por seus efeitos na fala e escrita. Pessoas afetadas mostram perda de associações que são uma desconexão e desorganização do conteúdo semântico da fala e escrita.

Tratamento do psicótico

O tratamento do psicótico depende da causa da psicose (por exemplo, esquizofrenia, transtorno bipolar, abuso de substâncias, etc.). A primeira linha de tratamento para muitos transtornos psicóticos é medicação antipsicótica. Algumas vezes hospitalização é necessária. Psicoterapia e terapia familiar também podem ser usados no tratamento do psicótico para controlar os sintomas.

Quando outros tratamentos para a psicose são ineficientes, terapia eletroconvulsiva é algumas vezes aplicada para aliviar os sintomas da psicose decorrentes de depressão.

Saiba mais:
Exercícios Físicos e Depressão
Transtorno Obsessivo Compulsivo - TOC
Neurose
Esquizofrenia - Causas
Esquizofrenia - Sintomas
Paranóia
Alucinação - Alucinações visuais, auditivas - Causas e tratamento
Esquizofrenia paranóide
Esquizofrenia - Tratamento
Transtorno Bipolar - Sintomas, tratamento
Psicopatas
Esquizofrenia - O que é, causas, tratamento
Psicopatas
Psicopata e Psicopatia
Transtorno bipolar ocasiona variações de humor extremas


PUBLICIDADE




Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2009, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Psychosis" (en.wikipedia.org/wiki/Psychosis).