Refluxo gastroesofágico

Pessoa com refluxo - NIH

O que é refluxo gastroesofágico

O refluxo gastroesofágico é o retorno do fluxo de suco gástrico e/ou conteúdo no duodeno (ácido biliar; suco pancreático) até o esôfago distal. 

Geralmente o refluxo gastroesofágico é devido à incapacidade do esfincter inferior do esôfago. A regurgitação gástrica é uma extensão desse processo com volta do fluxo até a faringe ou boca. 

Azia é sintoma do ácido no esôfago, caracterizada por sensação de queimação. Azia ocasional é comum e não necessariamente significa que a pessoa tenha doença do refluxo gastroesofágico. Porém, pessoas com azia mais de uma vez por semana estão sob o risco de desenvolver a doença do refluxo gastroesofágico. Hérnia hiatal, embora geralmente assintomática, é um fator de risco para o desenvolvimento da doença do refluxo gastroesofágico.

PUBLICIDADE

Sintomas da doença do refluxo gastroesofágico

O sintoma mais proeminente da doença do refluxo gastroesofágico é azia, a sensação de queimação no peito vinda de baixo pra cima até a boca, causada pelo refluxo de material ácido do estômago e esôfago. Pessoas com refluxo gastroesofágico também tendem a ter a sensação de gosto azedo ou salgado na garganta devido à regurgitação.

Causas da doença do refluxo gastroesofágico

Ter doença do refluxo gastroesofágico indica incapacidade do esfincter inferior do esôfago. Acidez elevada ou muita produção de ácido gástrico pode contribuir para o problema, assim como a obesidade e gravidez. Outros fatores que podem contribuir para a doença do refluxo gastroesofágico são hérnia hiatal, síndrome de Zollinger-Ellison, hipercalcemia e esclerose sistêmica.

PUBLICIDADE

Fatores agravantes do refluxo gastroesofágico

Certos alimentos e hábitos que tendem a promover o refluxo gastroesofágico:

* Café, álcool, suplementos de cálcio e quantidade excessiva de suplementos de Vitamina C são estimulantes de secreção de ácido gástrico, então evitá-los ajudará. 

* Alimentos ricos em gordura e o fumo reduzem a eficiência do esfincter inferior do esôfago. Desta forma, ajudará evitar comidas gorduras e o fumo.

* Ter mais refeições, porém de tamanho menor, reduz o risco de refluxo gastrointestinal, uma vez que significa menos quantidade de alimentos no estômago.

Conselhos para evitar refluxo gastroesofágico:
* Evite comer até duas horas antes do horário de dormir.
* Não deite depois de uma refeição
* Evite refrigerantes com cafeína, chocolate e hortelã.
* Evite comidas apimentadas.
* Evite alimentos ácidos, como laranja.
* Evite vegetais crucíferos, como cebola, repolho, brócolis, etc.
* Evite frituras e comida gordurosa.
* Evite leite, exceto o livre de gordura.

Saiba mais:
Refluxo ou doença do refluxo gastroesofágico?
Hérnia de hiato ou hiatal - Sintomas, tratamento
Azia - Causas, alimentos, dieta, tratamento, antiácidos
Gastrite
Barriga inchada e arrotos
Dores abdominais e estomacais - gases, gravidez, dor constante
Azia e doença do refluxo gastroesofágico
Indigestão - Dispepsia
Hemorragia digestiva alta e baixa - Causas
Hemorragia digestiva - Diagnóstico e tratamento
Hemorragia digestiva alta e baixa, aguda e crônica - Sinais e sintomas
Sangramento retal - Tratamento, causas, sintomas
Sangue nas fezes - Melena ou hematoquesia
Câncer de estômago - O que é, fatores de risco
Tosse seca ou produtiva, noturna ou diurna - Tratamento
Tosse - Qual é o remédio? Fumo passivo e problemas de saúde
Refluxo gastroesofágico em crianças


PUBLICIDADE






Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Artigos relacionados:
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Gastroesophageal reflux" (en.wikipedia.org/wiki/Gastroesophageal_reflux).