Copacabana Runners

Significado da Tocha Olímpica

Tocha Olímpica - Defense.gov

A Tocha Olímpica, ou Fogo Olímpico, é um importante símbolo das Olimpíadas. Comemorando o roubo do fogo do deus grego Zeus por Prometeus, sua origem reside na Grécia Antiga, onde o fogo era mantido por toda a celebração nos Jogos Olímpicos da Antiguidade. A Tocha Olímpica, com seu significado ancestral, foi reintroduzida nos Jogos Olímpicos de 1928, e faz parte das Olimpíadas Modernas desde então. O percurso da Tocha Olímpica foi introduzido nos Jogos Olímpicos de Berlim 1936.

Atualmente, a Tocha Olímpica é acessa vários meses antes da Olimpíada no local dos Jogos Olímpicos da Antiguidade, em Olímpia na Grécia. Onze mulheres, representando o papel de sacerdotisas, realizam uma cerimônia na qual a Tocha Olímpica é acendida pela luz do sol com seus raios concentrados por um espelho parabólico.

O revezamento da Tocha Olímpica termina um dia antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. A última pessoa a levar a tocha é tradicionalmente mantida em segredo até o último momento e geralmente é uma celebridade esportiva do país anfitrião. Ela corre até a pira, geralmente colocada no topo de uma grande escadaria, e então a acende com o Fogo Olímpico. Depois disso, o Fogo Olímpico queima na pira até ser apagado na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos.

Tocha Olímpica nos Jogos Olímpicos da Antiguidade

Nos Jogos Olímpicos da Antiguidade o fogo tinha significado divino, pensava-se que ele tinha sido roubado dos deuses por Prometeus. Desta forma, o fogo também estava presente em muitos santuários em Olímpia. O fogo era constantemente queimado no altar de Hestia em Olímpia. Durante os Jogos Olímpicos da Antiguidade, que honravam Zeus, fogos adicionais eram acesso no seu templo e no de sua mulher Hera. A Tocha Olímpica moderna é acessa onde costumava ficar o templo de Hera.

Tocha Olímpica na era moderna

A prática moderna de mover a Tocha Olímpica através de um sistema de revezamento desde Olímpia até o local da Olimpíada começou nos Jogos Olímpicos de Berlim 1936. Embora a maior parte do tempo a Tocha Olímpica esteja sendo levada por alguém correndo, ela tem sido transportada de várias formas. A Tocha Olímpica foi transportada de barco em 1948 para cruzar o Canal da Macha, e foi levada de avião pela primeira vez em 1952 quando foi para Helsinque. Acender a pira olímpica depois do revezamento da tocha tem sido um dos eventos mais emocionantes dos Jogos Olímpicos. 

A cada edição tenta-se acender a pira olímpica de maneiras mais belas e originais. Na cerimônia de abertura da Olimpíada de 1992 em Barcelona, os espanhóis resolveram inovar ao acender a pira olímpica, fazendo isso com um arqueiro disparando flecha com o Fogo Olímpico que deveria cair na Pira e acendê-la. O arqueiro atirou a flecha e então a pira olímpica acendeu! Tudo certo, incrível! Ou não? A filmagem de um cinegrafista amador mostrou a farsa ao revelar que o arqueiro disparou a flecha por cima da pira, a qual foi acesa por dispositivo automático.

Saiba mais:
Wenlock e Mandeville - Mascotes Olímpicos
Futebol brasileiro nas Olimpíadas de Londres 2012 - Seleção brasileira
Revezamento da Tocha Olímpica - Jogos Olímpicos de Londres 2012
Revezamento da Tocha Olímpica 2008
Anéis Olímpicos
Olimpíadas 2012 - Londres
Tocha Olímpica de Londres 2012
Paraolimpíadas Londres 2012 - História, esportes
Atletismo nas Olimpíadas de Londres 2012
Vôlei brasileiro nas Olimpíadas de Londres 2012 - Voleibol masculino, feminino e de praia
Cerimônia de abertura das Olimpíadas de Londres 2012
Natação nas Olimpíadas de Londres 2012
Esportes nas Olimpíadas de Londres 2012
Calendário das Olimpíadas - Jogos Olímpicos de Londres 2012
Cerimônia de abertura das Olimpíadas de Pequim 2008
História das Olimpíadas



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:



 

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2008, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Olympic Flame" (en.wikipedia.org/wiki/Olympic_Flame).

 

© 1999-2014 Helio A. F. Fontes
Utilização de material original do site
Copacabana Runners - Atletismo e Maratonas