Copacabana Runners

Trombose venosa profunda

Coração - Mikael Häggström, domínio público

O que é trombose venosa profunda

A trombose venosa profunda é um coágulo sanguíneo que se forma em uma veia profunda no corpo. A maioria dos coágulos em veia profunda ocorre na coxa ou perna, mas também podem acontecer em outras partes do corpo. 

O coágulo em uma veia profunda pode se quebrar e viajar através da corrente sanguínea. Quando o coágulo viaja até o pulmão e bloqueia o fluxo sanguíneo, essa condição é chamada embolia pulmonar, a qual é uma condição médica séria. A embolia pulmonar pode danificar os pulmões e outros órgãos do corpo e causar morte. Os coágulos sangüíneos nas coxas são os que têm maior probabilidade de quebrar e causar embolia pulmonar. 

Coágulos sanguíneos também podem se formar em veias perto da superfície da pele, porém estes não se quebram e causam embolia pulmonar.

Causas da trombose venosa profunda

O coágulo sanguíneo pode ser formar em veias profundas quando:
* Ocorre dano no revestimento interno da veia. Essa dano pode ser resultado de lesões causadas por fatores físicos, químicos ou biológicos. Tais fatores incluem cirurgia, lesão séria, inflamação ou resposta imunológica.
* O fluxo sanguíneo é lento. A falta de movimento pode causar fluxo sanguíneo lento. Isso pode ocorrer depois de cirurgia, se a pessoa está doente na cama por muito tempo ou realizou viagem muito longa.
* O sangue é espesso e tem maior probabilidade de coagular do que o normal. Certas condições hereditárias aumentam a tendência do sangue coagular. Isso também ocorre quando há tratamento com terapia de reposição hormonal ou uso de pílula anticoncepcional.

Quem tem maior risco de desenvolver trombose venosa profunda

Muitos fatores elevam o risco da pessoa desenvolver trombose venosa profunda, como:
* Histórico de trombose venosa profunda.
* Desordens ou fatores que fazem o sangue ficar mais espesso ou com maior probabilidade de coagular do que o normal. Certas desordens sanguíneas hereditárias, como o fator V de Leiden, tem influência sobre isso, assim como tratamento com reposição hormonal e uso de pílula anticoncepcional.
* Lesão em uma veia profunda devido a cirurgia, osso quebrado ou outro trauma.

* Fluxo sanguíneo lento na veia profunda devido à falta de movimento. Isso pode ser devido a cirurgia, se ficou doente de cama por muito tempo ou se realizou viagem longa.
* Durante a gravidez e nas três semanas depois do parto.
* Tratamento corrente ou recente contra câncer.
* Cateterismo venoso central. Um tubo é colocado na veia para permitir acesso à corrente sanguínea para tratamento médico.
* Ter mais de 60 anos de idade, apesar da
trombose venosa profunda poder ocorrer em qualquer faixa etária.
* Está obeso ou com sobrepeso.

O risco de desenvolver trombose venosa profunda aumenta se a pessoa tiver mais de um dos fatores de risco relacionados acima. 

Sintomas e sinais da trombose venosa profunda

Os sinais e sintomas da trombose venosa profunda pode estar relacionados à própria ou à embolia pulmonar. Caso a pessoa tenha sintomas de trombose venosa profunda ou embolia pulmonar deve procurar ajuda médica imediatamente. 

Apenas em torno da metade das pessoas com trombose venosa profunda apresentam sintomas, os quais ocorrem na perna afetada e podem incluir:
* Inchaço na perna ou ao longo da veia na perna.
* Dor ou sensibilidade na perna, a qual pode ser sentida somente ao ficar de pé ou caminhar.
* Calor maior na área da perna que está inchada ou doendo.
* Pele avermelhada ou descolorada na perna. 

Sintomas da embolia pulmonar:
* Falta de ar inexplicada.
* Dor ao respirar profundamente.
* Tossir sangue.

Tratamento para trombose venosa profunda

Os principais objetivos do tratamento para
trombose venosa profunda são:
* Interromper o crescimento do coágulo sanguíneo.
* Prevenir o coágulo sanguíneo de quebrar e mover para os pulmões.
* Reduzir as chances de ter outro coágulo sanguíneo.


Anticoagulantes são os medicamentos mais comuns para tratamento de
trombose venosa profunda. Eles diminuem a capacidade do sangue coagular e interrompem o crescimento dos coágulos já existentes. Entretanto, anticoagulantes podem quebrar os coágulos já formados. O tratamento para trombose venosa profunda com anticoagulantes geralmente dura de 3 a 6 meses. O efeito colateral mais comum dos anticoagulantes é sangramento. Isso acontece se o medicamento afinar demais o sangue. Pessoas tratadas com anticoagulantes geralmente fazem teste de sangue regularmente para medir a capacidade de coagulação.

Outros medicamentos usados no tratamento da trombose venosa profunda são os inibidores de trombina, o quais interferem com o processo de coagulação sanguínea. Também podem ser usados trombolíticos no tratamento, os quais são medicamentos que dissolvem rapidamente o coágulo sanguíneo. Uma vez que os trombolíticos podem causar sangramento abrupto, eles são usados somente em situações específicas para tratar grandes coágulos que causam sintomas graves. 

Outro tipo de tratamento para trombose venosa profunda é o filtro de veia cava. Ele é utilizado quando a pessoa não pode tomar anticoagulantes ou se estes não conseguiram impedir o desenvolvimento de coágulos. Um filtro é inserido dentro de uma grande veia chamada cava. Esse filtro captura o coágulo sanguíneo que quebra na veia antes dele mover para o pulmão. Isso previne a embolia pulmonar, porém não impede e a formação de novos coágulos.

Também podem ser usadas meias de compressão gradual para tratamento da trombose venosa profunda. Essas meias visam reduzir o inchaço que pode ocorrer depois de um coágulo se desenvolver na perna.

Saiba mais:
Pílula anticoncepcional eleva risco de trombose
Embolia pulmonar - Causas, sintomas e tratamento
Coagulação Sanguínea Excessiva - O que é, Causas e Tratamento
Sinais e Sintomas de coágulos sanguíneos - Hipercoagulação do Sangue
Pílula anticoncepcional - Eficiência, interações, efeitos colaterais
Terapia de reposição hormonal na menopausa
Riscos e benefícios da reposição hormonal
Benefícios da reposição hormonal superam os riscos?




 

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


comments powered by Disqus

Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: copyright © 2008 por Helio Augusto Ferreira Fontes
Texto: National Heart, Lung, and Blood Institute