Copacabana Runners

H. Pylori e úlcera péptica

Helicobacter pylori - Cancer.gov

O que é úlcera péptica?

A úlcera péptica é uma ferida no revestimento do estômago ou duodeno, o qual é o início do intestino delgado. Úlceras pépticas são comuns, 1 em cada 10 norte-americanos desenvolve úlcera péptica em algum momento da sua vida. 

Uma das causas da úlcera péptica é infecção bacteriana, mas alguns casos são devido ao uso a longo prazo de anti-inflamatórios não-esteróides, como aspirina e ibuprofeno. Em poucos casos, câncer no estômago ou pâncreas pode causar úlcera. As úlceras pépticas não são causadas por estresse psicológico nem pela ingestão de alimentos apimentados, mas eles podem torná-las piores.

O que é H. pylori?

Helicobacter pylori (H. pylori) é um tipo de bactéria, a qual muitos pesquisadores acreditam ser a principal causadora de úlcera péptica. Apesar da H. pylori ser bastante comum, a maioria das pessoas infectadas não desenvolve úlcera péptica. Ainda não se sabe porque H. pylori não causa úlcera em todas as pessoas infectadas. Os pesquisadores também não sabem com certeza como as pessoas contraem H. pylori, mas as formas mais prováveis de contágio devem ser através da água ou comida. Pesquisadores também encontraram H. pylori na saliva de algumas pessoas infectadas, então ela também poderia ser transmitida através do beijo.

Como a H. pylori causa úlcera péptica?

H. pylori enfraquece a mucosa protetora que envolve o estômago e duodeno, o que permite que ácido atravesse o revestimento sensível abaixo. Tanto o ácido como a bactéria irritam o revestimento e causam uma ferida, ou úlcera. H. pylori é capaz de sobreviver no ácido estomacal porque secreta enzimas que o neutralizam. Esse mecanismo permite que a H. pylori vá até a "área segura", o revestimento da mucosa protetora. Uma vez lá, o formato espiral da bactéria a ajuda a penetrar através do revestimento.

Quais são os sintomas da úlcera?

Desconforto abdominal é o sintoma mais comum, o qual:
* vem e vai por vários dias ou semanas,
* ocorre de 2 a 3 horas depois da refeição,
* ocorre no meio da noite (quando o estômago está vazio),
* é aliviado ao comer e por antiácidos.

Outros sintomas incluem:
* Perda de peso.
* Apetite ruim.
* Inchaço.
* Arrotos.
* Náusea e Vômito.

Sintomas emergenciais

Caso tenha alguns dos sintomas abaixo, chame seu médico imediatamente:
* Dor no estômago aguda, súbita e persistente.
* Fezes negras ou com sangue.
* Vômito com sangue ou com aparência de borra de café.

Tais sintomas podem ser sinal de problema sério como:
* A úlcera escavou através da parede do estômago ou duodeno.
* O ácido ou a úlcera romperam um vaso sanguíneo.
* A úlcera bloqueou o caminho da comida tentando deixar o estômago.

Como a úlcera por H. pylori é diagnosticada?

Para verificar se os sintomas são causados por uma úlcera, o médico pode fazer uma endoscopia ou um raio-x do esôfago, estômago e duodeno. Caso esses exames detectem úlcera, o médico testará o paciente para H. pylori. Esse teste é importante, pois o tratamento para a úlcera causada por H. pylori é diferente do para a causada por anti-inflamatórios.

O diagnóstico da H. pylori pode ser feito através de teste de sangue, sopro, fezes e tecido. Destes, o teste de sangue é o mais comum, porém não é usado depois do tratamento porque pode dar resultado positivo mesmo depois da H. pylori ter sido eliminada. Teste do sopro é um método eficiente de diagnosticar a H. pylori, sendo também utilizado após o tratamento para verificar se ele funcionou. O teste do sopro é feito com o paciente bebendo uma solução com uréia que contém um átomo de carbono especial. Se H. pylori estiver presente, ela quebrará a uréia liberando o carbono. O sangue leva o carbono aos pulmões, de onde é exalado pelo paciente. O teste do sopro tem entre 96-98% de acuidade.

Como é o tratamento da úlcera péptica causada por H. pylori?

Os medicamentos usados para tratar úlcera péptica causada por H. pylori são antibióticos, bloqueadores de H2, inibidores da bomba de próton e protetores do revestimento do estômago. O tratamento é feito com medicamentos que matam a bactéria, reduzem a acidez estomacal e protegem o revestimento do estômago. Antibióticos são usados para matar a bactéria. Dois tipos de medicamentos para reduzir a acidez estomacal podem ser usados: bloqueadores de H2 ou inibidores da bomba de próton. 

O uso de apenas um medicamento para H. pylori não é recomendado. No momento, o tratamento mais comprovadamente eficiente é o que dura duas semanas chamado de terapia tripla, o qual reduz os sintomas da úlcera, mata a bactéria e previne a recorrência em mais de 90% dos pacientes. Infelizmente os pacientes podem achar a terapia tripla complicada porque envolve tomar até 20 comprimidos por dia. Ainda, antibióticos usados na terapia tripla podem causar efeitos colaterais como náusea, vômito, diarréia, fezes escuras, gosto ruim na boca, tontura e dor de cabeça. Apesar disso, estudos recentes mostram que duas semanas de terapia tripla é ideal. Alguns resultados preliminares de estudos sugerem que uma semana de terapia tripla seria  tão eficiente quanto duas semanas e com menos efeitos colaterais. Outra opção é duas semanas de terapia dupla com antibiótico e supressor de ácido, porém ela não é tão eficiente quanto a terapia tripla.

Saiba mais:
Barriga inchada e arrotos
Dores abdominais e estomacais - gases, gravidez, dor constante
Como acabar com gases intestinais - Alimentos que causam
Excesso de gases intestinais e seus sintomas
Flatulência - Remédios para gases intestinais e estomacias
Câncer de estômago - O que é, fatores de risco



Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2007 Hélio Augusto Ferreira Fontes
Texto:
National Digestive Diseases Information Clearinghouse