Copacabana Runners

Valium ® - Diazepam

Ansiedade - NIH

Valium ®, nome comercial do diazepam, é um remédio derivado da benzodiazepina, com propriedades de ansiolítico, anestésico, anticonvulsivante, sedativo e relaxante muscular. Valium ® (Diazepam) é comumente usado para tratar ansiedade, insônia, convulsões, síndrome de abstinência do álcool e espasmos musculares. Ele também pode ser usado antes de alguns procedimentos médicos, com a endoscopia, para reduzir a tensão e ansiedade. 

Diazepam está incluído na lista de "medicamentos essenciais" da Organização Mundial da Saúde, a qual é a lista mínima para um sistema de saúde básico.

Indicações do Valium ® (diazepam)

O Valium ® (diazepam) é usado para o tratamento de ansiedade, insônia, sintomas agudos da abstinência de álcool e
opiatos (como heroína e morfina). Também é usado como pre-medicação antes de alguns procedimentos médicos para induzir sedação, amnésia ou reduzir a ansiedade.

Raramente Valium ® é usado para tratamento de longo prazo da epilepsia. Isso porque a tolerância aos efeitos anticonvulsivantes do diazepam geralmente desenvolve-se dentro de 6 a 12 meses de tratamento e também devido aos efeitos colaterais, particularmente de sedação.

Valium ® tem uma vasta gama de indicações, incluindo:
* Ansiedade, ataques de pânico e estados de agitação.
* Status epilepticus (condição médica de extrema) e tratamento adjunto de outras formas de epilepsia.
* Síndrome do intestino irritável.
* Sintomas da abstinência de álcool e opiatos.
* Overdose de alucinógenos.
* Tratamento de curto-prazo da insônia.
* Tratamento inicial da mania.
* Tratamento adjunto (com anti-depressivos) da depressão.
* Tratamento adjunto de condições que causam dores nos músculos.
* Tratamento adjunto de paresia da musculatura espástica.
* Alívio dos sintomas da síndrome de Lesch-Nyhan.
* Alívio da dor de espasmos musculares.
* Tratamento adjunto de convulsões induzidas por drogas.
* Tratamento de emergência de eclampsia.

Efeitos colaterais do Valium ® (diazepam)

Diazepam tem uma vasta gama de efeitos colaterais comuns à maioria das
benzodiazepinas. Os mais comuns são:
* Depressão.
* Perda de capacidade de aprendizado.
* Sonolência.
* Supressão da fase de sono REM.
* Perda da função motora (prejuízo da coordenação e equilíbrio e tontura).
* Déficit cognitivo.
* Perda da capacidade de reter informações novas.
* Taquicardia reflexa.

Alguns efeitos paradoxais raros podem incluir nervosismo, irritabilidade, insônia, espasmos musculares, e em casos extremos raiva e violência. Caso esses efeitos colaterais apareçam, Valium ® deve ser suspendido imediatamente. Pacientes com tratamento de longo prazo de baixas doses de Valium ® ficam fisicamente dependentes da medicação. Valium ® pode prejudicar a capacidade de operar máquinas e dirigir veículos. Tal prejuízo é piorado pelo consumo de álcool.

Interações

Se o diazepam for administrado juntamente com outros medicamentos, deve-se prestar atenção às possíveis interações farmacológicas. Cuidado especial deve ser tomado com medicamentos que potencializam os efeitos do diazepam, com barbitúricos, fenotiazinas, narcóticos e antidepressivos.

Contra-indicações do Valium ® (Diazepam)

A utilização de Valium ® deve ser evitada para pessoas com as seguintes condições:
* Glaucoma agudo de ângulo estreito.
* Deficiência hepática severa (necessidade de diálise).
* Ataxia.
* Hipoventilação severa.
* Myasthenia gravis.
* Hipersensibilidade ou alergia a remédio da classe das benzodiazepinas.
* Apnéia do sono grave.
* Depressão severa
* Intoxicação aguda com narcóticos, álcool ou outras substâncias psico-ativas.

Dependência do Valium ® (diazepam)

O Valium ® (diazepam), como outros medicamentos benzodiazepinas, pode causar dependência física, vício e síndrome de abstinência, a qual apresenta sintomas similares à síndrome de abstinência do álcool e barbitúricos. Quanto maior a dose e mais longo o tratamento com diazepam, maior será o risco de aparecerem sintomas da síndrome de abstinência, os quais também podem ocorrer com doses padrões e uso de curto prazo. O tratamento com diazepam deve ser descontinuado via regime de redução lenta e gradual.

Saiba mais:
Transtornos de ansiedade - Tipos e tratamentos
Lexotan - Bromazepam
Depressão em idosos
Depressão na Terceira Idade
Pedalar diminui ansiedade
Distimia e depressão
Depressão e o Desejo Sexual
Depressão - Tipos
Depressão - Sintomas e causas
Depressão - Diagnóstico, tratamento com antidepressivos e psicoterapia
Depressão
Antidepressivos
Stress
Você sabe lidar com o estresse?
De que modo a corrida afeta o bem-estar psicológico
Gene ligado à depressão
Transtorno de ansiedade generalizada
Como tratar e controlar a ansiedade
Tratamento da ansiedade - Remédios e psicoterapia
Ansiedade - Sintomas e tipos
Timidez e Fobia Social
Transtorno de Estresse Pós-traumático
Exercícios Físicos e Depressão







 

Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Assine o nosso boletim e saiba quando forem publicados artigos
Seu e-mail aqui:

Oferecido por FeedBurner

comments powered by Disqus
Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Diazepam" (en.wikipedia.org/wiki/Diazepam).