Transtornos do espectro autista: conheça os sinais e sintomas

Autismo - NIH

Transtornos do espectro autista começam cedo na infância e duram por toda a vida. A maioria dos especialistas concorda que intervenção precoce pode melhorar a qualidade de vida da criança. Um estudo recente descobriu que é possível identificar sinais de autismo em alguns bebês tão novos quanto 14 meses de idade.

Transtornos do espectro autista incluem vários transtornos relacionados ao cérebro, com sintomas variando de leves (como síndrome de Asperger) a severos. Pessoas com transtorno do espectro autista têm problemas com interações sociais e comunicação. Elas também podem ter comportamentos repetitivos. Por exemplo, uma criança pode gastar horas enfileirando brinquedos. Algumas crianças pode ser sensíveis a certos sons ou toques.

Transtornos do espectro autista são geralmente diagnosticados com 3 anos de idade, mas pesquisadores patrocinados no National Institutes of Health (NIH) recentemente estudaram se diagnósticos mais precoces podem ser feitos. Os cientistas focaram em crianças consideradas com alto risco para transtornos do espectro autista porque têm irmão ou irmã com esse transtorno.

PUBLICIDADE

Com 14 meses de idade, em torno de metade das crianças que viriam a desenvolver um transtorno do espectro autista perderam dramaticamente a capacidade de comunicação e sociabilidade. A outra metade não mostrou nenhum sinal aos 14 meses de idade, porém aos 2 anos de idade as habilidades de interação social e comunicação caíram rapidamente.

Os estudo mostrou dois padrões distintos de como os sintomas de transtornos do espectro autista aprecem na infância. Em algumas crianças, transtornos do espectro autista podem ser distinguidom com pouco mais de 1 ano de idade. Outras crianças não mostram sinais definitivos até estarem com quase 2 anos. Mais pesquisas são necessárias para verificar se esses padrões também são verdadeiros para a população em geral.

PUBLICIDADE

Enquanto alguns cientistas estão tentando entender melhor como entender e diagnosticar transtornos do espectro autista, outros buscam descobrir as causas. O Projeto Genoma do Autismo, patrocinado em parto pelo NIH, está procurando variações genéticas específicas que contribuem para transtornos do espectro autista. À medida que mais genes envolvidos com transtornos do espectro autista são identificados, estudos de como eles funcionam no cérebro ajudarão a separar as influências genéticas e ambientais sobre os transtornos do espectro autista. Os estudos poderão levar a tratamentos mais eficientes.

Enquanto isso, a possibilidade de diagnósticos mais precoces é encorajadora. Terapias comportamentais, aprendizado especial e certos medicamentos podem ajudar pessoas com transtornos do espectro autista. Caso suspeite que seu filho trem sinais de transtornos do espectro autista, entre em contato com seu médico o mais cedo possível.

Sinais de transtornos do espectro autista

Crianças com histórico familiar de autismo possuem risco maior de desenvolver transtornos do espectro autista. É sinal de preocupação se a criança:

* Não balbucia, aponta ou faz gestos comunicativos com 1 ano de idade.

* Não fala nenhuma palavra com 16 meses de idade.

* Não combina duas palavras com 2 anos de idade.

* Não responde ao nome.

* Parece que não percebe quando as pessoas estão falando para ela, mas responde ao outros sons.

* Evita contato nos olhos.

* Não sorri.

* Quer ficar sozinha.

* Parece não saber como brincar com os brinquedos.

* Alinha excessivamente brinquedos e outros objetos.

* Não aponta para objetos para mostrar interesse.

* Não olha para objetos quando outra pessoa aponta para eles.

* Tem reações incomuns para cheiros, sabores, aparências, texturas ou sons das coisas.

Saiba mais:
Autismo - O que é, diagnóstico e tratamento
Autismo - Perfil cerebral
Síndrome de Asperger - O que é, sintomas, tratamento
Síndrome de Rett - Causa, sintomas, tratamento
Hora de estudar: como ajudar seu filho nos trabalhos de casa
Animais de estimação podem te manter saudável?
Distúrbios da ansiedade infantil
Fobia Social e Fobias específicas com seus tipos
Timidez e Fobia Social
Gagueira - O que é, causas, tratamento
Gagueira: o que causa essa perturbação da fala?


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

Créditos:
Tradução: © 2014, Hélio Augusto Ferreira Fontes
Texto:
National Institutes of Health