Dicas para voltar a correr depois de um longo período de inatividade

Pergunta: Quais são as dicas para alguém que quer voltar a correr depois de um longo período de inatividade?

Corredores

Resposta do Professor Carlos Gomes Ventura

Um atleta adequadamente treinado, com razoável potencial, pode perder sua condição atlética em poucos dias.

Sua condição física pode ir por terra caso ele deixe de treinar dois ou três dias, sua condições psicológicas e musculares, levam o atleta a um estado condição ruim.

Não me refiro aos dias programados pelo técnico para não treinar, quando o corredor fica um longo período sem treinar fora de sua periodização, seu estado de condicionamento se deteriora, a partir dai deve começar tudo de novo.

PUBLICIDADE

Um corredor de fundo assemelha-se a um pianista, um músico, não pode deixar de exercitar-se.

Ninguém adquire condição física e mental sem treinamento diário. Normalmente um fundista treina pelo menos uma vez por dia alguns chegam a treinar até três vezes ao dia (manhã-tarde-noite).

À medida que o volume de treinos acontece e é aumentado, os níveis de endorfinas levam o corredor a querer correr mais, aí então entra a figura do treinador que deve equilibrar a quilometragem.

Períodos de inatividade de treinamento são aconselháveis logicamente seguindo a programação feita pelo treinador.

Sempre que acontecer um período longo sem treinar, é sugerido treinos em terreno variado em regime de steady- tate.

Todo atleta deve saber que o descanso também é treino.

Carlos Gomes Ventura (Carlão) blog, Telefone: (11)3686-5384, e-mail

Livro
Manual do Corredor - A Grande Pirâmide

Manual do corredor - Carlos Ventura - clique aquiCarlos Ventura é um dos treinadores brasileiros de maior sucesso. Em seu novo livro, Carlão responde às indagações mais comuns entre nós corredores. A sabedoria de décadas de experiência do Carlão são passadas de forma simples e clara para corredores de todos os níveis de performance.
Saiba mais sobre o livro...

Resposta do treinador Nilson Duarte Monteiro

Ex-atletas profissionais que voltam a correr depois de um longo tempo de inatividade, são os que mais se lesionam. Os caras são tão competitivos que ansiedade os traem.

PUBLICIDADE

Já os atletas amadores, são menos propensos a lesões após muito tempo de inatividade.

O certo é voltar bem fraquinho e dando mais ênfase no fortalecimento muscular. Essa volta aos treinos deve levar no mínimo uns 2 meses, eu disse no mínimo, o ideal é mais tempo, para depois pensar no treino com mais afinco.

Por isso que eu disse no começo do texto que os atletas profissionais são mais propensos a lesões quando voltam a treinar depois de um longo tempo de inatividade, pois eles acham que voltarão a forma em pouco tempo, é aí que mora o perigo.

Então, voltem com calma, tranqüilo. Não tenham pressa para atingir a forma ideal. Vá com calma. Ninguém nasceu de imediato, foram noves na barriga da mãe.

Resposta do Professor Luis Tavares

O mais importante é voltar de forma bem gradativa

Se for voltar após um longo período de lesão o cuidado tem que ser redobrado para que não volte essa lesão.

Procure trabalhar bastante com o aquecimento (trote, alongamento, educativo).

De preferência a trotes leves e aumentando gradativamente

Trabalhos de tiros (intervalado, fartlek) apenas daqui 3 meses ou 6 meses (se a inatividade tenha sido por lesão).

Mesmo os tiros tem que ser de forma progressiva tanto em volume como intensidade

Participar de prova apenas daqui 6 meses ou quando se sentir seguro com rendimento nos treinos.

Professor Luis Tavares
Telefone: (11)3159-8456 - e-mail: e.c.tavares@uol.com.br - site: https://www.ectavares.com.br

Saiba mais:
Destreinamento - o que acontece quando para de correr
A Realidade do Destreinamento
Parada programada na corrida 
Quanto tempo um fundista pode ficar sem treinar antes de perder condicionamento físico?
Voltar a correr depois de um fratura por estresse ou outra lesão séria
Motivação para treinar?
Progressão de volume para maratonistas e corredores


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:


Use a busca abaixo para encontrar o que deseja em mais de 5 mil páginas sobre esporte, saúde e bem-estar:

VoltarVoltar