Valvulopatia - Sintomas, tratamento e prevenção

Coração - Mikael Häggström, domínio público

Quais são os sinais e sintomas da valvulopatia

O principal sinal de valvulopatia é som incomum do batimento cardíaco chamado sopro. O médico pode escutar um sopro cardíaco com um estetoscópio. Entretanto, muitas pessoas têm sopro cardíaco sem doença de válvula cardíaca ou qualquer outro problema cardíaco. Outras podem ter sopro cardíaco em decorrência de valvulopatia, mas sem outros sinais ou sintomas.

Valvulopatia freqüentemente piora com o tempo, então sinais e sintomas podem se desenvolver anos depois que um sopro cardíaco for detectado. Muitas pessoas que têm valvulopatia não apresentam qualquer sintoma até a meia idade ou velhice.

Outros sintomas comuns de valvulopatia são relacionados a insuficiência cardíaca, a qual pode ser eventualmente causada por doença da válvula cardíaca. Esses sintomas incluem:
* Fadiga.
* Falta de fôlego.
* Inchaço nos tornozelos, pés, pernas, abdômen e veias no pescoço.

PUBLICIDADE

Outros sinais e sintomas de valvulopatia

A valvulopatia pode causar dor no peito que pode ocorrer somente quando a pessoa faz esforço. Também pode ser notado batimento cardíaco irregular, acelerado e palpitação. Alguns tipos de valvulopatias, como estenose aórtica ou mitral, podem causar tontura ou desmaio.

PUBLICIDADE

Tratamento da valvulopatia

Os objetivos do tratamento para valvulopatia incluem:
* Prevenir, tratar ou aliviar sintomas de outras condições cardíacas relacionadas.
* Proteger válvulas cardíacas de mais danos.
* Reparar ou substituir válvulas danificadas quando causam sintomas severos ou podem ameaçar a vida. Válvulas biológicas ou artificiais são usadas para a substituição.

Atualmente nenhum medicamento pode curar valvulopatia. Porém, mudanças no estilo de vida e medicamentos freqüentemente podem tratar os sintomas com sucesso e postergar complicações por muitos anos.

Prevenir, tratar ou aliviar sintomas de outras condições cardíacas relacionadas

Para aliviar os sintomas de condições cardíacas relacionadas à valvulopatia, o médico pode pedir para paciente parar de fumar e seguir uma dieta saudável. 

Uma dieta saudável inclui variedade de frutas, verduras e grãos integrais. Também inclui carnes magras, frango, peixe, feijão e laticínios com pouca gordura.

O médico também pode pedir para o paciente limitar as atividades físicas vigorosas ou que o deixam anormalmente cansado e sem fôlego.

Podem ser prescrevidos medicamentos para ajudar a prevenir ou tratar outras condições cardíacas relacionadas, como insuficiência cardíaca, pressão alta, arritmia cardíaca, doença das coronárias, e coágulos sanguíneos potencialmente fatais. Valvulopatia pode causar ou piorar essas condições cardíacas.

Proteger as válvulas cardíacas de mais danos

Se o paciente teve valvulopatia anterior e agora utiliza válvula artificial, ele tem risco maior para infecção cardíaca camada endocardite. Essa infecção pode piorar a valvulopatia. Mesmo que ainda não apresente sintomas de problema na válvula, ele terá mais risco para endocardite.

Uma das causas mais comuns de endocardite e higiene bucal ruim. Dessa forma, para prevenir infecções sérias é importante escovar os dentes, usar fio dental e visitar o dentista regularmente. Infecções na gengiva e dentes deteriorados podem aumentar o risco de endocardite.

O médico ou dentista deve ser avisado se a pessoa tiver válvula artificial ou se já teve endocardite anteriormente. Pode ser dado ao paciente antibióticos antes de procedimentos dentais que podem permitir que bactérias entrem na corrente sanguínea. Converse com seu médico sobre se precisa tomar antibióticos antes de procedimentos dentais.

Reparar ou substituir válvulas cardíacas

O médico pode recomendar como tratamento reparar ou substituir válvula cardíaca, mesmo que o paciente ainda não apresente sintomas de valvulopatia. Isso pode prevenir danos permanentes ao coração e morte súbita.

Ter uma válvula cardíaca reparada ou substituída depende de muitos fatores, incluindo:
* Severidade da valvulopatia.
* Idade e saúde geral.
* Se precisa de cirurgia cardíaca para outras condições, como cirurgia de ponte de safena para tratamento de doença das artérias coronárias. Cirurgia de ponte de safena e de válvula cardíaca podem ser feitas ao mesmo tempo.

Quando possível, reparação de válvula cardíaca é preferível sobre a substituição desta. Reparação de válvula cardíaca preserva a força e função do músculo cardíaco. Pessoas que tiveram válvula cardíaca reparada ao invés de substituída têm risco menor de endocardite depois da cirurgia e não precisam tomar medicamentos para afinar o sangue pelo resto da vida.

Entretanto, cirurgia para reparar válvula cardíaca é mais difícil de ser realizada que a de substituição. Também, nem sempre as válvulas podem ser reparadas. Válvula mitral freqüentemente pode ser reparada. Já as válvulas aórtica e pulmonar geralmente não podem ser substituídas.

Prevenção de valvulopatia

Para prevenir valvulopatia causada por febre reumática, visite seu médico se tiver sinais de infecção estreptocócica. Esses sinais incluem garganta vermelha e dolorida, febre, e pontos brancos nas amígdalas. 

Se você tem infecção estreptocócica, certifique-se de tomar todos os medicamentos prescrevidos para o tratamento. Tratamento imediato para infecções streptocócitas pode prevenir febre reumática, a qual danifica as válvulas cardíacas. 

É possível que exercícios físicos, dieta saudável e medicamentos possam diminuir o colesterol e prevenir estenosa aórtica (espessamento e enrijecimento da válvula aórtica). Pesquisadores continuam a estudar essa possibilidade.

Uma alimentação saudável, atividade física, e outras mudanças no estilo de vida ajudam a prevenir valvulopatia. Também, medicamentos para prevenir ataque cardíaco, pressão alta, e insuficiência cardíaca podem ajudar na prevenção de valvulopatia.

Saiba mais:
Endocardite infecciosa - Causas
Endocardite infecciosa - Sintomas e diagnóstico
Endocardite infecciosa - Tratamento e prevenção
Endocardite infecciosa - Complicações
Valvulopatia - Causas de doença das válvulas cardíacas
Valvulopatia - Doença de válvulas cardíacas
Prolapso da válvula mitral - Tratamento
Prolapso da válvula mitral - Sintomas
Prolapso da válvula mitral - O que é


PUBLICIDADE


Gostou desse artigo? Então você pode recomendá-lo com o Google +1:



Créditos:
Tradução: copyright © 2011 por Helio Augusto Ferreira Fontes
Texto: National Heart, Lung and Blood Institute (NHLBI)